Tag

Campanhas

News

Carnaval 2014: Campanha busca conscientização dos motoristas ao utilizar cenas de grande impacto


cidades_carnaval_post-fb_Page_2 “Não seja vítima do álcool. Seu carnaval não precisa acabar assim”, é o slogan da campanha do Movimento Parada- Um pacto pela vida e faz analogia entre os símbolos que representam o carnaval e cenas de acidentes e resgates.
A meta do Governo Federal  com a campanha é reduzir no mínimo 18% dos acidentes no período do Carnaval em relação ao igual período de 2013  “Tivemos reduções sucessivas nos últimos carnavais. Em 2013, chegamos a reduzir 18% (o número de acidentes) em relação a 2012. Então, nosso piso neste ano é redução de 18%, em relação a 2013”, ressalta o ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro. A campanha, que entrou no ar dia 25 de fevereiro, irá até o dia 9 de março, com ampla divulgação na TV, rádio, outdoor, entre outros meios. 
O diretor do Comitê Pré-Hospitalar da SBAIT e coordenador geral do SAMU-DF, Dr Rodrigo Caselli, esteve presente no lançamento da campanha e acredita que a iniciativa procura buscar a conscientização dos motoristas. ” Quando falamos em 80 mil mortos, os números não tem o mesmo significado para população do que essas cenas representadas no vídeo. Infelizmente precisamos conscientizar que isso acontece. Nós sabemos que cada número desse representa um sofrimento, uma vida que está sendo perdida”, afirmou.
A campanha de carnaval também integra  a Operação RodoVida, que começou em 19 de dezembro de 2013 e vai até 10 de março de 2014. Dados da Operação mostram uma queda significativa de menos de 15% de feridos e menos de 18% de mortes. A expectativa é que com essas campanhas esses índices diminuam cada vez mais, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).
Além da campanha publicitária, ações de fiscalização serão intensificadas pela Polícia Rodoviária Federal e órgãos de trânsito nas cidades, com blitz da Lei Seca, uso do bafômetro e verificação de documentação.
Confira o vídeo da campanha Carnaval 2014:

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=lm5uzIIhQXY]

Making Of:

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=o_F7fSFVwHM]

Outros vídeos relacionados:
[youtube http://www.youtube.com/watch?v=PiBdvcSTdEU]
Fonte de referência: 
Campanha de Carnaval 2014 impacta com cenas fortes de acidentes de trânsito ( Portal Parada pela Vida, 26/02/14)
News

Porto Alegre lança projeto “Coração no ritmo certo”

coracao

Campanha prevê a capacitação de voluntários para primeiro atendimento

Implementado por intermédio da Coordenadoria Municipal de Urgências da Secretaria Municipal da Saúde de Porto Alegre, com a capacitação realizada pelo SAMU, o projeto “Coração no ritmo certo” está sendo disseminado junto à população para prevenir mortes súbitas causadas por paradas cardíacas.

O projeto foi lançado pela prefeitura na manhã do dia 24 de setembro, com a primeira capacitação demonstrativa no hotel Plaza São Rafael para voluntários, entre os quais o prefeito José Fortunati.

Dr. Luciano S. Eifler, membro da diretoria da SBAIT RS é um dos coordenadores do projeto e participa da capacitação dos leigos.

Para saber mais:

 Projeto pretende reduzir morte súbita cardíaca na Capital

 Campanha mobiliza para prevenção de mortes por paradas cardíacas

prefeito José Fortunati no treinamento com o Dr. Luciano S. Eifler (SBAIT RS).

Prefeito José Fortunati no treinamento com o Dr. Luciano S. Eifler (SBAIT RS).

PA2

PA3

News

Semana Nacional de Trânsito 2013 tem como tema, principal causa do Programa P.A.R.T.Y. Brasil

PARTYO Programa P.A.R.T.Y. (Prevenção do Trauma Relacionado ao Álcool na Juventude), assim como a Semana Nacional de Trânsito 2013, tem como objetivo prevenir a doença trauma principalmente entre jovens.

De 18 a 25 de setembro de 2013,  a Semana Nacional de Trânsito, iniciativa do Conselho Nacional de Trânsito, Conatran, traz à reflexão o tema “Álcool, outras drogas e a segurança no trânsito: efeitos, responsabilidades e escolhas”. A escolha do tema não ocorreu por acaso. Os principais fatores influenciadores do crescimento na taxa de mortalidade no trânsito estão associados ao comportamento e à segurança dos usuários. A Semana Nacional de Trânsito tem a missão de fazer o cidadão refletir sobre sua responsabilidade enquanto cidadão e integrante do sistema viário.

Defensora dos métodos de prevenção ao trauma, a SBAIT – Sociedade Brasileira de party alcoolAtendimento Integrado ao Traumatizado – considera pertinente a escolha do tema, pois é preciso aumentar a conscientização das pessoas sobre o assunto. O consumo de bebidas alcoólicas e outras drogas são principais fatores para os acidentes, sendo que o Brasil é hoje o quinto país no mundo com mais mortes no trânsito, aproximadamente 57 mil óbitos por ano.

Com a bandeira da prevenção em punho, a SBAIT se uniu ao Sunnybrook Health Sciences Centre, do Canadá, para implantação do programa P.A.R.T.Y no Brasil. Com o tema “Trauma não é acidente, é doença e tem prevenção”, o programa une centenas de jovens de quatro núcleos distribuídos no País, que tem como objetivo educar para prevenir, a fim de diminuir o número de adolescentes mortos ou sequelados no País.

Durante o programa, realizado em alguns hospitais nas cidades paulistas Sorocaba, Campinas, Ribeirão Preto e na capixaba Vitória, os jovens de Ensino Médio entram em contato diretamente com o cenário do trauma, por meio de aulas expositivas e visitas ao Centro de Urgência, UTI, conversando diretamente com os pacientes, vítimas de trauma. Ao final, voluntários contam suas experiências e deixam o recado para que os jovens façam as escolhas corretas.

Resultados obtidos ao longo dos anos mostram que a educação sobre as consequências da escolha e identificação dos riscos pode mudar o comportamento dos jovens.

Dados

Resultados da última pesquisa realizada pelo Ministério da saúde e divulgados em fevereiro de 2013 sobre o impacto do uso do álcool e sua relação com o trânsito, mostram que 21% dos acidentes de trânsito estão relacionados ao consumo de álcool. Entre os atendimentos por acidentes, a faixa etária mais prevalente foi a de 20 a 39 anos, 39,3%. A pesquisa aponta ainda que as pessoas alcoolizadas estão mais sujeitas a hospitalização e a morte em decorrência do acidente.

Cerca de 90% dos eventos traumáticos são evitáveis com medidas simples. Nos acidentes automobilísticos, 38% dos condutores, no momento do trauma estão sob efeito do álcool, sendo que 22,9% dos condutores acreditam que a bebida não influencia negativamente sua capacidade de dirigir.

Saiba mais acessando o site: P.A.R.T.Y. Brasil

Fechar