Categoria

CoBraLT

CoBraLT

Ligas Acadêmicas, um modelo brasileiro em mais um país da America Latina

De 28 a 30 de novembro ocorreu o Congresso de Cirurgia do Uruguai, em Montevidéu. O médico Thiago Calderan, orientador da Liga do Trauma da Unicamp, um dos centros do P.A.R.T.Y. Brasil esteve presente falando sobre o Programa P.A.R.T.Y.  e sobre as Ligas de Trauma,  um modelo que surgiu no Brasil há mais de 25 anos.

Acadêmicos da Faculdade de Medicina do Uruguai fundaram a Liga Estudiantil de Trauma y Emergencias de Facultad de Medicina del Uruguay em 30 de setembro, após um dos orientadores, o  Dr. Fernando Machado conhecer a Liga do Trauma da Unicamp durante o Campinas 2017,  evento realizado em maio. Os próximos planos da Liga são vincular-se ao CoBraLT e fundar um núcleio P.A.R.T.Y. no Uruguai.

Durante o congresso, Dr Thiago Calderan recebeu um premio de  Primer Socio Honorario de LETE-Fmed (Liga Estudiantil de Trauma y Emergencias de Facultad de Medicina del Uruguay

CoBraLT, News

CoBraLT anuncia nova gestão

O presidente do CoBraLT, Daniel Zaidan completou 1 ano da gestão como presidente , finalizando também o ciclo de sua gestão.  Bárbara Seidinger, ( Curitiba/PR), assumirá a nova gestão , sendo indicada tanto pelo excelente trabalho realizado junto ao CoBraLT ,como também por ser da localização do próximo congresso da SBAIT / CoLT, a ser realizado em agosto de 2018, em Curitiba.

Assumir a gestão do maior comitê de Ligas Acadêmicas de trauma e emergência do país não é, nem de longe, uma tarefa fácil. Representar todas as Ligas e seus estudantes, com suas diferentes demandas, bem como fomentar a criação de novas ligas, é um desafio que abracei durante o ano passado e dei o meu melhor para desempenhar a tarefa da melhor forma possível. Acredito fortemente que, ao fim desse ciclo, realizamos boa parte dos nossos objetivos: mais de 40000 pessoas atingidas pelas ações do Projeto Salvando Vidas, 3 núcleos do projeto P.A.R.T.Y. abertos (e mais alguns outros em implementação), com cerca de 3600  estudantes conscientizados pelos programas já existentes, além da expansão e aumento do número de Ligas (nacionais e internacionais) filiadas. Escrevo essa nota hoje para agradecer a todos que nos ajudaram a terminar esse ciclo e alimentar o nosso objetivo maior, que é o de difundir o conhecimento em Trauma e Emergência a todos, passando principalmente pelo público leigo e pelos acadêmicos das áreas relacionadas ao tema, contribuindo para o seu desenvolvimento. Desejo sorte à próxima gestão e uma expansão maior ainda de todas as conquistas obtidas até agora. Meu muito obrigado a todos que tornaram isso tudo possível.     Daniel Zaidan

Fechar