Author

sbait

Internacional

Prof. Ronald Maier, Membro Honorário da SBAIT, é empossado como Membro Honorário da ISS

O Prof. Ronald V. Maier, vice-presidente do Departamento de Cirurgia e professor de Cirurgia na Faculdade de Medicina da Universidade de Washington, em Seattle, EUA, e Membro Honorário da Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado (SBAIT) desde 2012, foi homenageado na abertura do 48th World Congress of Surgery (WCS) e 69th Congress of the Association of Polish Surgeons (APS), na noite de 11 de agosto de 2019, em Cracóvia, Polônia, como Membro Honorário da International Society of Surgery (ISS) / Société Internationale de Chirurgie (SIC). O Prof. Maier é o atual presidente do American College of Surgeons (ACS).

O Prof. Maier é conhecido por suas contribuições na área de cirurgia de trauma e urgência, pesquisa cirúrgica e educação em cirurgia, com mais de 330 trabalhos publicados.

Maier na abertura do congresso. crédito: SBAIT

A ISS é uma sociedade que integra as seguintes sociedades: IATSIC (International Association for Trauma Surgery and Intensive Care), com a qual a SBAIT já tem uma forte parceria com os cursos de Cuidados Definitivos em Cirurgia do Trauma (DSTCDefinitive Surgical Trauma Care) e Cuidados Definitivos de Anestesia no Trauma (DATC – Definitive Anaesthetic Trauma Care Course); IAES (International Association of Endocrine Surgeons); IASMEN (International Association for Surgical Metabolism and Nutrition); BSI (Breast Surgery International); ISDS (International Society for Digestive Surgery); e ASAP (Alliance for Surgery and Anesthesia Presence).

A SBAIT parabeniza o Prof. Maier por mais essa conquista em sua carreira de sucesso como cirurgião e professor.

Maier e Fraga na recepção após a abertura. crédito: World Congress of Surgery (WCS) 2019

Maier e Fraga. Crédito: SBAIT

Confira momentos do World Congress of Surgery (WCS) 2019 na galeria de imagens. 

*Imagem em destaque: 
Maier recebendo a homenagem
crédito: World Congress of Surgery (WCS) 2019

Prevenção

Com qual idade a criança pode começar a transitar sozinha?

Ebook pode ser baixado gratuitamente no site Criança Segura

Essa é uma das questões abordadas no ebook “Como ensinar as crianças a se locomoverem de forma autônoma e segura”, lançado pela ONG Criança Segura Safe Kids Brasil , parceira SBAIT, e que traz à tona a discussão sobre a mobilidade ativa em crianças e adolescentes, uma forma de mobilidade em que crianças e adolescentes transitam pela cidade de forma autônoma, por meio de bicicletas, skate, patinete, patins ou mesmo a pé.

Segundo as orientações, é recomendado que somente a partir dos 10 anos de idade as crianças possam andar desacompanhadas de adultos.

Isso porque, no geral, até essa idade meninas e meninos ainda não desenvolveram plenamente diversas capacidades cognitivas, físicas e emocionais que são necessárias para se manterem seguros no trânsito.

Diante disso, cabe aos pais, familiares, responsáveis e cuidadores desde cedo dar o exemplo de como se comportar de forma segura, explicar os conceitos de segurança no trânsito para os pequenos e observarem as crianças durante os trajetos para perceberem se elas já estão preparadas para andarem sozinhas na rua com segurança.

Confira mais informações e orientações sobre esse tema baixando gratuitamente o ebook diretamente no site Criança Segura:

https://materiais.criancasegura.org.br/como-ensinar-criancas-a-se-locomoverem-de-forma-autonoma-e-segura

 

*Imagem em destaque: PDPics – Pixabay

Cursos, Internacional

European Trauma Course (ETC) define novas regras para formar instrutores

Em recente reunião do Comitê Organizador do European Trauma Course (ETC) foram definidas novas regras para os aspirantes ao cargo de Full Instructor (FI) que passaram a valer a partir de 1 de julho de 2019 para os indicados como potenciais instrutores (IP) após essa data. Assim sendo, para os alunos que fizeram o primeiro curso no Brasil em maio de 2019 ,   continua valendo a regra antiga, que exige fazer 2 cursos como candidato à instrutor (IC1 e IC2) para ser avaliado num próximo curso como FI. Para os que forem indicados após essa data foi acrescentado um terceiro curso (IC3) para a progressão para FI.

O tempo de validade do ETC é de cinco anos e os IPs tem esse mesmo período para fazerem os cursos como IC para progressão até FI.

No encontro de julho passado o Dr. Al Mountain, International Chair e coordenador do ETC no Reino Unido (UK), que foi o diretor do primeiro curso no Brasil, prestou uma homenagem ao Dr. Peter Goode, um dos mentores do curso, que se aposentou recentemente.

Nos dias 2 e 3 de novembro próximo será realizado em Vienna, Áustria, uma reunião dos organizadores e diretores do ETC, e a SBAIT deverá participar. Em dezembro de 2019 estão programados dois novos cursos para 12 alunos cada no Brasil. Informações sobre inscrições em breve.

Peter Goode, à esq, um dos fundadores da ETC no momento de sua homenagem, por Al Mountain Presidente Internacional e Líder do Programa Nacional da ETC UK.

Imagem em destaque: 1ª curso do European Trauma Course nas Américas, realizado em Campinas/SP, em maio de 2019
Internacional

Save the date – World Trauma Congress 2020

A SBAIT, a Australasian Trauma Society e a World Coalition for Trauma Care têm o prazer de convidá-lo a participar do 5º Congresso Mundial de TraumaWorld Trauma Congress 2020, a ser realizado em Brisbane, Austrália de 26 a 29 de outubro de 2020.

Save the date:

WTC 2020 – 26 a 29 de outubro de 2020
Local: Brisbane Convention & Exhibition Centre
QLD, Australia

Informações: https://worldtrauma2020.com/

 

 

 

Cursos

Pela primeira vez, o curso “Tactical Emergency Casualty Care (TECC)” é realizado no Brasil

Nos dias 03 e 04 de agosto de 2019, o Comitê de Trauma Brasileiro (BCOT) em parceria institucional com National Association of Emergency Medical Technicians (NAEMT) realizou em São Paulo, o 1° Curso do Tactical Emergency Casualty Care (TECC) do Brasil.

Dirigido pelo 1° Tenente do COE – Rodrigo Silvestre e coordenado pelos oficiais das Forças Armadas, Elkin Fuentes (Colômbia) e Rodrigo Diaz (Chile), o curso tem a proposta de qualificar profissionais de atendimento pré-hospitalar para atuarem em cenário tático atuando no atendimento às vítimas, proporcionando aos profissionais, conhecimentos de como se comportar nesse ambiente tático, como se comunicar com as equipes policiais e também, como atender dentro desse cenário, estabelecendo prioridades dentro desse ambiente.

Participantes e Instrutores do 1º TECC no Brasil

Durante o curso, os profissionais de atendimento pré-hospitalar são capacitados para atuarem em uma área segura, protegida pela polícia e após a autorização policial possam realizar o atendimento mais rápido possível dos feridos envolvidos no cenário.

O curso permite também que os agentes policiais participem e se integrem nas condutas das equipes de atendimento pré-hospitalar, propiciando alcançar uma sinergia, um entrosamento entre essas duas equipes: a equipe policial e a equipe de profissionais de saúde, que vão atuar dentro desse cenário, o que permite a participação de equipes policiais dentro do curso com o objetivo de coordenar essa integração entre as duas equipes.

Durante os dias de realização do curso, ocorreram atentados nos Estados Unidos, que mostraram a necessidade do treinamento das equipes de atendimento pré-hospitalar dentro desses cenários e reforça a importância desses treinamentos também aqui no Brasil, onde temos situações como essa de forma corriqueira.

Após o grande sucesso deste 1° Curso, a expectativa é que muito em breve novas turmas serão abertas. Agora o Brasil conta com 4 programas educacionais NAEMT: PHTLS, AMLS, TCCC e TECC.

O BCOT parabeniza a todos os alunos deste curso pioneiro e agradece imensamente a todos os envolvidos na impecável organização.


Daniel Souza Lima

Membro Diretor BCOT
Coordenador do comitê de Pré-Hospitalar- SBAIT

 

Estatisticas

Mortes de crianças e adolescentes de até 14 anos caem 1,93% no país

De 2016 a 2017, o número de mortes por acidentes de crianças e adolescentes de até 14 anos caiu 1,93% no Brasil,  de acordo com os dados mais recentes divulgados pelo Ministério da Saúde. Essa foi a menor queda na mortalidade na infância e adolescência por acidentes observada desde 2011. 

Segundo o estudo, um dos motivos que fizeram a redução da quantidade geral de óbitos acidentais das crianças e adolescentes brasileiros ser pequena é que alguns tipos de acidentes apresentaram aumento significativo no número de casos fatais de 2016 para 2017, como os relacionados a:

  • disparo acidental de armas de fogo (+ 95%)
  • afogamentos (+4,49%)
  • queimaduras (+3,83%)
  • intoxicação (+6,76).

Por outro lado, houve redução nos casos de mortes acidentais de meninas e meninos até 14 anos no trânsito (-7,89%), sufocação (-5,93%) e quedas (-1,09%).

De modo geral, os acidentes que mais tiram vida de crianças e adolescentes no país são, respectivamente:

  • trânsito (1.190)
  • afogamento (954)
  • sufocação (777).

Em relação a faixas etárias específicas:

  • a sufocação é a principal causa de morte acidental de bebês de até um ano de idade
  • o afogamento é o acidente que mais tira vida de meninas e meninos de um a quatro anos
  • o trânsito é a causa mais fatal para as crianças e adolescentes de cinco a 14 anos.

Confira informações detalhadas no portal Criança Segura:

Mortes de crianças e adolescentes de até 14 anos caem 1,93% no país

Prêmios

Artigo científico em Cirurgia do Trauma recebe o prêmio “Oscar Alves”, do CBC

O artigo científico Fatores Associados à Variação da CK total em Pacientes Vítimas de Trauma, Submetidos à “Onda Vermelha” com Evolução à Rabdomiólise, do autor Mario Pastore Neto, membro SBAIT e coautores Rafael Valério Gonçalves, Carla Jorge Machado e Vivian Resende, foi homenageado pelo Colégio Brasileiro de Cirurgiões (CBC) em 26 de julho, com o prêmio Oscar Alves, dedicado ao melhor artigo científico publicado em sua revista no ano de 2018.

O prêmio foi entregue na cerimônia solene comemorativa do nonagésimo aniversário do CBC e premia a originalidade, metodologia científica, relevância para a sociedade, ensino e desenvolvimento da cirurgia.

Este Trabalho foi  realizado no Hospital Risoleta Tolentino Neves-FUNDEP/UFMG,  referência em trauma em Belo Horizonte, MG. O Hospital possui residência em Cirurgia do Trauma com oito vagas anuais e é referência para esse tipo de atendimento. Realiza cerca de 5000 atendimentos de urgência mensalmente, 1000 internações, 500 cirurgias e destas, 150 devido à trauma, urgência e emergência, além de infraestrutura para tratamento não operatório do trauma, sendo um importante hospital da capital mineira.

A SBAIT parabeniza o membro SBAIT,  Dr. Mario Pastore e os coautores, pela premiação recebida.

Mario Pastore, centro, Savino Gasparini presidente CBC, à esquerda e Augusto Mesquita primeiro vice presidente CBC, à direita.

Mário Pastore, Vivian Resende coautora, Savino Gasparini presidente CBC e Rafael Valério, coautor


crédito imagens: Isabella Pastore

P.A.R.T.Y. Brasil, Prevenção

São José dos Campos tem queda de 50% nas mortes de jovens no trânsito

São José dos Campos teve redução de 50% no número de mortes de jovens entre 18 e 29 anos no trânsito no primeiro semestre deste ano, na comparação com o mesmo período de 2018. Foram registrados 6 óbitos de janeiro a junho contra 12 do ano passado.

Os dados, divulgados são do Infosiga, banco de dados do governo do Estado de São Paulo sobre acidentes de trânsito. O balanço corresponde aos acidentes de trânsito nas vias urbanas, sob jurisdição municipal.

Várias ações de prevenção são realizadas no município, como as edições do P.A.R.T.Y. Brasil, em parceria com a SBAIT.

Confira a matéria na íntegra, no portal SP Repórter: São José dos Campos tem queda de 50% nas mortes de jovens no trânsito

Foto: PMSJC

CoBraLT, CoLT, Congresso SBAIT, Ligas de Trauma

“Emergência 2.0 | Inovação, Atualização e Tecnologia”

O II Congresso Norte-Nordeste da Associação Brasileira de Medicina de Emergência (ABRAMEDE),  XXI Congresso Brasileiro das Ligas de Trauma (CoLT) e do Encontro Nacional dos  Coordenadores do SAMU será realizado no período de 03 a 05 de outubro de 2019, em Salvador /BA com o tema: “Emergência 2.0 | Inovação, Atualização e Tecnologia”.

Para o presidente do Congresso e coordenador do comitê de desastres da SBAIT, o cirurgião do trauma André Gusmão, “o  evento representa uma oportunidade de destaque para que os profissionais da emergência e trauma possam trocar experiências, discutir as mais recentes atualizações e vislumbrar novas perspectivas de atuação, buscando avançar com esta importante área da saúde”, destaca.

O programa científico coloca em pauta os principais avanços técnicos, científicos e operacionais em emergências clínicas e cirúrgicas, relacionado com o que há de mais moderno em pesquisa médica – contando com grades nomes nacionais e internacionais – sempre amparados na realidade e contexto de saúde pública brasileira.

Gusmão reforça ainda que os painéis do evento assistem as demandas não só dos médicos ou profissionais atuantes da alta complexidade, mas cria espaço para diálogo crítico entre todos os agentes da emergência nos mais diversos níveis de complexidade, seja em grandes centros de saúde, como também aqueles atuantes na atenção básica, nas Unidades de Pronto-Atendimento, no SAMU, nas regulações, dentre outros. Nossa intenção é acolher cerca de 1.000 congressistas das diversas regiões do País, finaliza.

Trabalhos podem ser submetidos até 01 de agosto. Serão aceitas as  categorias: Trabalho original, relato de caso e experiências de sucesso, nas seguintes áreas de medicina e enfermagem.

Para mais informações sobre o congresso, submissão de trabalhos e inscrições , acessar: http://abramede.colt2019.com.br .  Até 01/08, valores especiais na inscrição. Associados SBAIT possuem desconto.

SBAIT

Profissionais que atuam no atendimento ao traumatizado agora podem se associar à SBAIT

A partir de agora, profissionais de áreas que atuam diretamente no atendimento ao traumatizado também poderão tornar-se membros SBAIT .

Com a mudança, poderão se associar à SBAIT enfermeiros, técnicos de enfermagem, farmacêuticos, fisioterapeutas, psicólogos, assistentes sociais, socorristas, condutores de veículos de saúde, bombeiros, entre outros profissionais da área de saúde que atuem no atendimento ao traumatizado.

Essa decisão foi tomada na assembleia realizada em 29 de maio, em Campinas/SP e reforça o sentido de integração das áreas para o Atendimento Integrado ao Traumatizado, como a SBAIT valoriza. Os novos membros poderão usufruir de benefícios como:

  • Descontos para participação em Congressos da SBAIT (anos pares) e eventos apoiados pela mesma
  • Recebimento bimestral da versão eletrônica da Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões
  • Recebimento mensal do informativo eletrônico Espaço do Trauma, numa parceria com a Revista Emergência
  • Recebimento bimestral da versão eletrônica da Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões
  • Recebimento do periódico trimestral TRAUMA BoleTEAM, versão impressa e eletrônica
  • Recebimento mensal de seis artigos científicos, em pdf, via e-mail, do TRAUMA EM REVISTA
  • Recebimento por e-mail da Revista da Sociedade Pan-americana de Trauma (SPT)
  • Acesso às reuniões para discussão de casos via Telemedicina da PTS (toda sexta-feira) e da SBAIT (na última quarta-feira do mês)
  • Participação nos projetos de Prevenção da SBAIT, como P.A.R.T.Y., MAIO AMARELO, SALVANDO VIDAS, Dicas de Emergência, etc.
  • Kit sócio com certificado, carteirinha e pin da SBAIT
  • Participar como voluntário do Plano Nacional de Catástrofes da SBAIT .

Faça parte do time SBAIT!

Para associar-se, acesse o site:
http://inscricao.sbait.org.br/

Fechar