Posts Populares

Prevenção

Maio Amarelo 2021: “Respeito e Responsabilidade: Pratique no Trânsito” – é o tema dessa edição

A 8ª edição do Movimento Maio Amarelo traz em 2021 o tema Respeito e Responsabilidade: Pratique no Trânsito, para conscientização de toda a sociedade na construção de um trânsito mais seguro para todos.

A campanha 2021 do Movimento Maio Amarelo, que será realizada no ambiente online, devido à pandemia da Covid-19, vai trazer a reflexão sobre atitudes como o respeito e a responsabilidade, importantes em todos os ambientes de convivência social, especialmente no trânsito.

A mensagem da campanha desse ano traz a empatia como o carro chefe da convivência:   “Não faça para o outro o que você não quer que alguém faça a você!”

Para José Aurelio Ramalho, diretor presidente do Observatório Nacional de Segurança Viária, idealizador do Movimento Maio Amarelo, “a campanha de 21 reflete bem toda nossa atual vivência no trânsito: muita impaciência e intolerância. É preciso parar e refletir como o trânsito representa o nosso atual estado de espírito. Por isso, o Maio Amarelo quer fazer pensar: será que é preciso ser assim?”, conclui Ramalho.

A campanha Maio Amarelo 2021 é composta por 23 peças publicitárias que estão disponíveis para download e utilizadas gratuitamente por empresas, entidades ou órgãos públicos, que poderão inserir sua logomarca nas peças. Para ter acesso ao material, clique no link abaixo:

Prevenção

Com crescimento dos casos de Covid-19, prevenção ao trauma é fundamental, alerta SBAIT

Casos de trauma podem ser evitados na maioria das vezes, apenas com
medidas preventivas do nosso dia a dia


Com o rápido crescimento do número de casos de Covid-19 e hospitais de todo o País chegando ao seu limite de atendimento, evitar casos de Trauma passou a ser fundamental. E, para conscientizar a população sobre isso, a SBAIT (Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado) está fazendo um alerta para que as pessoas redobrem os cuidados nesse período, já que o trauma é um atendimento que pode ser evitado em mais de 90% dos casos apenas com medidas preventivas.
“A pandemia está fora de controle em muitas regiões do nosso País. Estamos no limite do atendimento e com falta de insumos. Por isso, precisamos, a qualquer custo, evitar outros tipos de atendimento médico nos hospitais, tanto pelo risco de contaminação quanto por comprometer ainda mais a estrutura atual”, afirma o presidente da SBAIT, Tércio de Campos.

“Em alguns casos, como urgências e emergências cirúrgicas, não temos como adiar, mas em outros, como os de trauma, sim”, completa.

A prevenção ao trauma, caracterizado por lesões causadas por fatores externos, como ocorrência de trânsito e violência, é eficiente e reflete diretamente no atendimento hospitalar.

“No início da pandemia, com o isolamento social, os casos de Covid-19 estavam crescendo, mas, em contrapartida, os de trauma diminuíram, já que as pessoas ficaram mais em casa.

Agora, não estamos sentindo o mesmo comportamento. Os casos de trauma continuam acontecendo normalmente”, destaca.

Para o presidente da SBAIT, é muito importante que as pessoas se conscientizem de que têm papel fundamental na prevenção ao trauma.

“Nós sempre ressaltamos que o trauma, terceira causa de morte no nosso País e que ainda deixa tantos sequelados, pode ser evitado em mais
de 90% dos casos”, diz. “As ocorrências de trânsito são um exemplo. Elas sempre ocorrem por algum tipo de negligência, seja do motorista, do pedestre, da falta de manutenção no veículo ou de problemas na pista. Já imaginou quantas vidas seriam poupadas de cada um fizesse a
sua parte?”, questiona Campos.

O mesmo vale para outros tipos de trauma, como os causados por violência, que, obviamente, sempre podem ser evitados com ponderação das partes envolvidas. “Até acidentes domésticos podem ser prevenidos. Sempre tem um fator que foi negligenciado: um objeto no meio do caminho, o descuido de alguém, uma escada que facilita uma queda, uma piscina que não foi
devidamente protegida”, menciona.

“Hoje, mais do que nunca, precisamos nos atentar a todo fator que possa desencadear uma lesão traumática. Nossos hospitais estão lotados, com atendimento comprometido. São ações muito simples com resultados realmente significativos”, reforça Campos.

Ações do dia a dia que podem evitar trauma:
No trânsito:
– Respeite as leis de trânsito: não use celular ao volante, não dirija com sono, não ultrapasse em locais proibidos e jamais dirija após consumir bebida alcoólica, mesmo que em pequenas quantidades.
– Sempre utilize o cinto de segurança e acomode crianças e bebês em dispositivos de segurança específicos para a idade, como bebê conforto, cadeirinha e assentos de elevação.

Em casa:
– Pratique a prevenção: utilize telas nas janelas, não deixe objetos cortantes ao alcance de criança, impeça o acesso a piscina, esconda objetos pequenos que possam ser engolidos, não deixe o chão molhado e escorregadio.

Violência:
– Evite brigas no trânsito, não se envolva em discussões de terceiros, denuncie casos de violência doméstica, evite o consumo exagerado de bebida alcoólica, que pode deixar a pessoa mais violenta, mantenha distância de pessoas com histórico de comportamento violento.

Salvando Vidas

“Salvando Vidas” divulga programação 2021

Lançado em 2015, o Programa Salvando Vidas , uma iniciativa do Comitê Brasileiro de Ligas de Trauma (CoBraLT) e SBAIT, visa levar oportunidades de treinamento e conscientização ao público leigo, promovendo uma adequada capacitação em primeiros socorros, com a parceria local das Ligas Acadêmicas de Cirurgia, Trauma e Emergência de todo o país, contribuindo para a prevenção das situações fatais relacionados à área de urgência, emergência e trauma no Brasil.

Mais de 100 Ligas acadêmicas de todo o país já participaram das ações do programa Salvando Vidas nos últimos anos, alcançando um público de mais de 150 mil pessoas de forma presencial e online.

O Programa Salvando Vidas (CoBraLT/SBAIT), Ciclo 2021, terá duração de 9 meses, abordando, a cada mês, um tema para orientação de prevenção à população, conforme programação abaixo:

Março : Engasgo
Abril: Ferimentos
Maio: Maio Amarelo
Junho: Queimaduras
Julho: Prevenção ao Trauma Infantil
Agosto: Intoxicações e Convulsões
Setembro: Reanimação Cardiopulmonar, Prevenção em casa e Setembro Amarelo.
Outubro: Acidentes com animais peçonhentos
Novembro: Salvamento Aquático, Prevenção a acidentes por raios
Dezembro: Dicas de Prevenção CoBraLT

Para saber mais sobre o programa, ou como cadastrar sua Liga para participar, entrar em contato com o CoBraLT pelo email cobralt@sbait.org.br

Cirurgia do Trauma

Valorização do Cirurgião de Trauma: Uma necessidade do Brasil

A Pandemia da COVID-19 tem causado impacto imenso em nosso país, que no final do mês de março de 2021 ocupa o triste ranking de segundo país mais afetado do mundo com relação ao número de casos e número de mortos. E, esta pandemia, escancarou as dificuldades que temos em nosso sistema de saúde, com falta de leitos, indisponibilidade de UTIs e de profissionais qualificados, o que têm piorado de modo progressivo nas últimas décadas. É neste cenário que atendemos os pacientes vítimas de Trauma.
Segundo dados da Organização Pan-Americana da Saúde, 5,8 milhões de pessoas morrem todos os anos devido ao trauma em todo o mundo. Por outro lado, até o momento, 2,7 milhões de pessoas no mundo morreram de COVID-19 desde o início da pandemia. No Brasil, são cerca de 400 mortes por dia devido a causas externas, ou cerca de 17 mortes por hora. Acreditamos que com a vacinação a Pandemia irá diminuir e um dia acabar. O Trauma, infelizmente não. A vacina do Trauma é a prevenção.

O tratamento específico do Trauma passa necessariamente pelo Cirurgião do Trauma. Um profissional bem preparado, envolvido com sua sociedade, a SBAIT, e liderando projetos pelo país faz a diferença na prevenção e no tratamento de doentes traumatizados, podendo reduzir de modo significativo os números de morte devido ao Trauma no Brasil.

A SBAIT é uma sociedade sem fins lucrativos cuja missão é Liderar, Inspirar e Capacitar as pessoas na prevenção e cuidado às vítimas de Trauma no país, e tem como um de seus objetivos valorizar o Cirurgião de Trauma, para que este possa atuar nesta missão e contribuir com a melhora de toda a linha de cuidado ao doente traumatizado.

O reconhecimento e a valorização do cirurgião de Trauma não passa pela necessidade da Cirurgia do Trauma ser uma especialidade. O Conselho Federal de Medicina através de sua comissão mista de especialidades, composta por dois representantes do Conselho Nacional de Residência Médica, dois representantes do Conselho Federal de Medicina e dois representantes da Associação Médica Brasileira, relaciona 55 especialidades e 59 áreas de atuação registradas no Brasil. E, o Conselho Federal de Medicina em conjunto com a Associação Médica Brasileira, por meio de sua Comissão Nacional de Acreditação que concede os títulos de especialistas, determinam por suas direções que não serão criadas novas especialidades no país. Deste modo, é de fundamental importância a valorização da Área de Atuação em Cirurgia do Trauma, grande conquista obtida em nossa sociedade. Além disto, o médico pode anunciar como suas no máximo duas especialidades, além de sua área de atuação, no caso a Cirurgia do Trauma. Conquista importante a ser valorizada por todos nós. E conquista que deve ser renovada a cada ano na participação efetiva da SBAIT junto ao Colégio Brasileiro de Cirurgiões na prova de Certificação em Cirurgia do Trauma. A participação da SBAIT em todos os eventos relacionados ao Trauma no país é fundamental não apenas para a SBAIT, mas também para a credibilidade do evento junto às entidades organizadoras. O principal objetivo desta participação é a valorização do profissional que está sendo capacitado, missão primordial da SBAIT.

A valorização do Cirurgião do Trauma passa por vários outros pontos:

– A preferência em editais e concursos relacionados a cargos de liderança em todas as esferas, como já tem acontecido em vários locais;

– O Cirurgião de Trauma deve ainda ser o líder dos Centros de Trauma, conceito que se espalha por todo o país. Mas que deve ser disseminado com estrutura, organização e princípios básicos, como a SBAIT tem proposto através de seu planejamento estratégico;

– A valorização do Cirurgião de Trauma passa ainda pela verificação e acreditação de Centros de Trauma, de modo a uniformizar e democratizar critérios, de modo a estimular e valorizar Centros de Trauma que atendam pacientes privados e principalmente do SUS, e que são pilares do tratamento de doentes traumatizados em todo o país;

– E o treinamento dos Cirurgião de Trauma deve certamente ser valorizado, através de uma residência reestruturada, obtida com dois anos de formação, aos moldes do que o Colégio Brasileiro de Cirurgiões implementou, passando de dois para três anos o tempo de formação do Cirurgião Geral. O conceito é o mesmo. Quanto mais tempo de formação melhor. Difícil este dado ser contestado;

  • A visão de futuro através dos alunos de medicina. Junto com os cirurgiões de trauma, há uma verdadeira legião de alunos ligados às ligas de trauma, garantindo o futuro da missão da SBAIT;
  • O fortalecimento da Sociedade com mais sócios, e maior envolvimento de cada um, fazendo com que a sociedade tenha sua devida representatividade.

Temos convicção que em conjunto com as entidades representativas da Medicina, o Colégio Brasileiro de Cirurgiões, a ABRAMEDE, entre outras associações, a SBAIT conseguirá executar seu papel na nobre missão de reduzir de modo drástico os números trágicos de mortes por trauma no Brasil.

Tercio De Campos
Presidente da SBAIT

SBAIT

Campanha SOU + SBAIT é lançada aos sócios

Está lançada a campanha SOU + SBAIT !

Uma oportunidade com muitos benefícios para os atuais e futuros sócios da SBAIT . O objetivo é incentivar e aumentar ainda mais a participação dos sócios, fortalecendo cada vez mais nossa Sociedade.

Como funciona
Benefícios para quem indica e quem é indicado:

– Indicação de 2 novos sócios, ganha uma caneca da SBAIT;
– Indicação de 5 novos sócios, ganha a caneca e desconto de 5% para cada sócio;
– Indicação de 10 sócios, ganha a caneca e 10% de desconto para cada novo sócio;
– Indicação de 20 sócios ou mais, além da caneca e 10% de desconto, quem indicou ganha a anuidade daquele ano.

SOU + SBAIT

A campanha Sou + SBAIT já começou a ter alcance e resultados. O Capítulo SBAIT-MG é um exemplo desse fortalecimento por meio da indicação de novos membros.

O sócio SBAIT, Dr. Mário Pastore Neto , coordenador da Residência em Cirurgia do Trauma e da Clínica Cirúrgica do Hospital Risoleta Tolentino Neves (Belo Horizonte/BH) e idealizador da campanha Sou + SBAIT , acaba de indicar 30 novos sócios para a SBAIT . Essa é a maior contribuição de novos sócios que a SBAIT já teve documentada e dessa forma, o Hospital Risoleta Neves é o Serviço com maior número de sócios da SBAIT no país.

Para ele, essa campanha representa, ao divulgar a SBAIT entre seus colegas, difundir ainda mais o conceito que “SBAIT é Cirurgia do Trauma. Cirurgia do trauma forte, SBAIT forte”.

“O hospital Risoleta Neves faz parte da Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa – FUNDEP , da Universidade Federal de Minas Gerais e drena uma região com uma população de 1,5 milhão, a mais carente de Belo Horizonte e englobando cidades vizinhas. O pronto socorro conta com mais de 30 especialistas credenciados pela SBAIT em cirurgia do trauma. Com o segundo maior programa de residência em trauma do Brasil e mais de 40 cirurgiões do trauma já formados desde o início do programa, contribuindo para o atendimento especializado do trauma. Os concursos de admissão do hospital para cirurgião exigem a habilitação em trauma”, ressalta Dr Mario Pastore Neto.

A campanha SOU + SBAIT visa ampliar o alcance da SBAIT e sua missão de liderar, inspirar e capacitar as pessoas na prevenção e cuidado às vítimas de trauma no Brasil.

Dessa forma, poderemos , juntos, promover ainda mais a união e capacitação dos profissionais em todo o país, aprimorando ainda mais a qualidade do atendimento.

Junte-se a nós! Faça parte do time SBAIT.

Como associar-se

Além de médicos, profissionais de áreas que atuam diretamente no atendimento ao traumatizado também podem tornar-se membros SBAIT .

Dessa forma, podem associar-se à SBAIT na Categoria Multiprofissional, enfermeiros, técnicos de enfermagem, farmacêuticos, fisioterapeutas, psicólogos, assistentes sociais, socorristas, condutores de veículos de saúde, bombeiros, entre outros profissionais da área de saúde, o que reforça o sentido de integração das áreas para o Atendimento Integrado ao Traumatizado, como a SBAIT valoriza.

Novos sócios podem inscrever-se pelo link: www.sbait.org.br/br/associe-se

Em caso de dúvidas, estamos à disposição pelo email secretaria@sbait.org.br ou whatsapp (11) 98630-0911.

Residência Médica

Trauma: um dos destaques do Hospital Risoleta Neves

Cirurgia do Trauma foi a 1ª Residência própria do Hospital Risoleta Tolentino Neves, criada em 2013, junto com a Residência em Clínica Médica. De lá pra cá o processo  evoluiu bastante e, hoje, o Hospital possui o 2º maior programa de Residência dessa área no Brasil, com oito vagas ofertadas por ano e, atualmente, 5 matriculados.

Alguns fatores foram decisivos para esse resultado. “O Risoleta é referência no atendimento ao Trauma em Belo Horizonte e também temos um forte programa de residência, com um total de 42 médicos já habilitados nessa área. Estar em um hospital geral porta aberta permite aos residentes uma variedade de casos enorme e, com isso, um aprendizado incrível. Os residentes atuam com uma equipe multidisciplinar e contam com a liderança de preceptores bastante experientes, o que intensifica o conhecimento adquirido”, afirma Mario Pastore, coordenador da Residência em Cirurgia do Trauma e da Clínica Cirúrgica do Hospital.

Hospital Risoleta Neves – Belo Horizonte/MG

Mario é membro da SBAIT (Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado) – maior organização nacional de conscientização da doença Trauma – e defende que a Cirurgia do Trauma deixe de ser uma área de atuação para se tornar uma especialidade devido à sua importância no contexto médico e para os pacientes, especialmente em situações de urgência.

Equipe altamente qualificada

Os médicos do Risoleta possuem amplos conhecimentos, tanto teóricos quanto práticos. Os processos para ingressar no Hospital têm como critério a habilitação formal do MEC em Trauma, qualificando a equipe e a assistência prestada aos usuários. Os cirurgiões da Instituição são credenciados pela SBAIT e, atualmente, o Risoleta é o Hospital com maior número de sócios dessa sociedade em Minas Gerais.

Na foto, dr. Mario entre os residentes da última turma formada pelo Risoleta, em 26/02/2021

Texto e imagens:
Participação de Dr. Mario Pastore Neto – sócio SBAIT-MG

Publicações

Confira a nova edição do TRAUMA BoleTEAM SBAIT

A publicação trimestral – TRAUMA BoleTEAM SBAIT – edição 28, já está online! Confira:

TRAUMA BoleTEAM SBAIT – Edição 28

Essa edição traz alguns destaques especiais:

➡TRAUMA BRASIL 2021 – Maior evento de Trauma presencial do mundo pós-pandemia

➡Depoimento – Vítima da COVID-19, Dr. Valdir Zamboni conta sua experiência com a doença.

➡Planejamento Estratégico – SBAIT define Missão, Visão e Valores

➡Sistema de Trauma – SBAIT e São José dos Campos criam projeto piloto.

Para acessar a publicação eletrônica do TRAUMA BoleTEAM SBAIT é só clicar no link:

https://issuu.com/home/published/edi__o_028_-_boleteam


Cirurgia do Trauma

Aumento de casos de COVID-19 pode comprometer atendimento a vítimas de Trauma

Prevenção e bom-senso da população é fundamental para ao sistema hospitalar não entrar em colapso

O aumento de casos de COVID-19 em todo o País pode comprometer o atendimento a vítimas de Trauma, segundo a SBAIT (Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado). A preocupação da sociedade é que faltem leitos, sangue e outros tipos de insumos para garantir que pessoas que sofram qualquer tipo de trauma possam ser atendidas de forma adequada, já que as ocorrências, sejam domésticas, no trânsito ou causadas por violência, não param de crescer.

“Quando começou a pandemia, os casos de COVID-19 aumentaram, mas os casos de trauma diminuíram porque as pessoas ficaram mais em casa. Quando os casos de COVID-19 começaram a diminuir progressivamente, as pessoas começaram a sair de casa e aumentou o número de doentes traumatizados”, compara o presidente da SBAIT, Tércio de Campos, que é cirurgião de Trauma. “O que acontece agora é que as pessoas continuam fora de casa, continuam se expondo a situações de trauma e os casos de COVID-19 continuam aumentando muito. Em alguns lugares, até mais que na primeira fase da doença”, afirma Campos.

O grande problema do trauma é que, na maioria das vezes, o atendimento precisa ser imediato e, portanto, diferentemente de uma cirurgia eletiva, não pode ser adiado. “É uma situação extremamente complicada. Os hospitais já estão superlotados, as UTI´s (Unidades de Tratamento Intensivo) estão lotadas em hospitais públicos e privados em vários lugares do País. Se as UTI´s e os prontos-socorros estão lotados com paciente de COVID-19, seguramente faltará estrutura para o atendimento ao traumatizado”, reforça o presidente da SBAIT.

De acordo com ele, ainda não há números disponíveis sobre o aumento de casos de traumas no País, já que os bancos de dados demoram para ser atualizados, mas a SBAIT está em contato com os principais hospitais do Brasil, e eles relatam o aumento. “Nós temos reuniões virtuais semanais com cirurgiões do trauma de todas as regiões do País. E a realidade tem sido a mesma: aumento de casos de trauma em patamares semelhantes aos de antes da pandemia”, comenta.

Para ele, o aumento de casos de COVID-19 deve continuar. “As pessoas que estão contaminadas tiveram contato com outras pessoas, então há uma tendência de piora. A vacina está chegando, mas até começar a ter o efeito, serão, pelo menos, uns três meses”, diz.

Diante deste cenário, a SBAIT reforça sobre a importância de as pessoas serem prudentes e conscientes neste momento. “Usar máscara, manter o distanciamento social e higienizar as mãos constantemente são medidas mais do que divulgadas e de conhecimento de todos. Isso é o básico. Mas as pessoas também precisam evitar sair sem necessidade, evitar aglomerações e festas. Isso, além de ajudar a prevenir a COVID-19, também ajuda a prevenir o trauma. Se tudo correr bem, com a chegada da vacina, vamos poder retomar a nossa vida. Mas, até que todos estejam vacinados, é preciso pensar em si e no próximo. É muito triste vermos pessoas morrerem por falta de insumos básicos devido à falência do sistema de atendimento à população”, finaliza.

 

SBAIT

Energia, fé e positividade para fazer 2021 um ano mais promissor.

Os desafios de um ano tão incerto nos fizeram reforçar o grande propósito como uma Sociedade que luta incessantemente pela saúde e vida dos cidadãos brasileiros.

Independente das circunstâncias, seguimos firmes no compromisso que temos de reduzir o número de vítimas da violência e trauma e melhorar a qualidade da atenção médica a essas vítimas, com a clareza da nossa missão, visão e valores que formam o alicerce do nosso árduo e vitorioso trabalho.

Estamos muito positivos em relação ao futuro próximo. E desejamos que você também esteja.

Acreditamos que 2020 nos tornou uma sociedade mais colaborativa, solidária e empática. Vamos aproveitar essa época festiva para renovar as forças e nos preparar para fazer 2021 um ano ainda mais promissor.

 

Saúde e Boas Festas!

Equipe SBAIT

Parceiros

Década de Parceria entre ALTEC e SBAIT é comemorada com reunião especial

Nesta quinta-feira, 17 de dezembro, um Wine Meeting foi realizado em comemoração à Década de parceria entre a ALTEC ( Associação Lusitana de Trauma e Emergência Cirúrgica) e SBAIT. O encontro reuniu participantes dos dois continentes recebendo como convidado especial, Dr. Carlos Mesquita, presidente ALTEC.

“A amizade com a ALTEC e os colegas portugueses abriu novas fronteiras para a SBAIT, possibilitando que a SBAIT ingressasse no continente europeu. O apoio dos amigos de Portugal, liderados pelo nosso mentor Dr. Carlos Mesquita nos cursos realizados no Brasil , a partir de 2010, gera conhecimento para um grande número de pessoas e por isso, celebramos o encerramento dessa década valiosa para nós , com um encontro entre as duas Sociedades “, comemora Dr. Tercio de Campos, presidente da SBAIT.

Carlos Mesquita relembrou a história dos momentos que antecederam e marcaram o início dessa parceria, e que  cada vez mais uniram as duas Sociedades nessa década de parceria, reunindo cirurgiões do trauma de Portugal e Brasil e as amizades que permeiam os cursos , congressos e discussões científicas.

Dr. Tercio finalizou a reunião agradecendo ao mestre e mentor, Dr. Carlos Mesquita e a todos presentes na reunião que contribuíram muito com toda essa década de  cooperação. “Cada uma das pessoas que está aqui hoje tem parte nisso. Agradeço a todos pela presença nesse evento festivo, marcante e importante”, reforçou, estendendo a todos também o convite para o I Congresso Luso-Brasileiro de Trauma, a ocorrer em São Paulo, de 14 a 16 de outubro de 2021, durante o evento TRAUMA BRASIL, que reunirá 5 eventos simultâneos, entre eles, o XIV Congresso da SBAIT.

O Wine Meeting também marcou de forma festiva o encerramento das reuniões online SBAIT 2020, que iniciaram-se, em março, em razão da pandemia Covid-19, e, de forma inédita, reuniu, semanalmente os membros SBAIT, de todas as regiões do país para troca de experiências e aprendizados nos mais diversos temas e também para o planejamento de ações estratégicas para a sociedade, facilitando o engajamento dos sócios nas discussões e em grupos de trabalho que avançam dia a dia.

 

Para ver e rever

O Wine Meeting foi transmitido ao vivo também pelo Facebook da  SBAIT e pode ser conferido pelo link: Wine Meeting ALTEC| SBAIT | 17 de dezembro de 2020 

 

Fechar