Tag

Trânsito

News

Movimento Maio Amarelo divulga relatório de ações 2014

O Movimento de Atenção pela Vida , intensificado no mês de maio com o objetivo de reduzir o altíssimo índice de acidentes de trânsito, conquistou uma surpreendente repercussão dentro e fora do País.

O alcance chegou a mais de 600 mil pessoas em mídias sociais, mais de 21 mil curtidas no Facebook, mais de 150 mil visitas ao site no mês de maio e o apoio de mais de 350 empresas, entidades e governos.

Abaixo, um relatório completo da repercussão do Movimento. A SBAIT apoiou o Movimento Maio Amarelo e continuará apoiando e divulgando ações que contribuam para um trânsito mais gentil e seguro para toda a sociedade.

relatorio maio amarelo

News

Mapa da Violência 2014 aponta os acidentes de trânsito e assassinatos como as duas principais causas de mortes entre os jovens no país

mapa da violencia 2014Os acidentes de trânsito e assassinatos são apontados como as duas principais causas de morte de brasileiros de 15 a 29 anos, segundo o mapa da violência 2014, elaborado pela faculdade Latino Americana de Ciências Sociais.

De acordo com a pesquisa, Rondônia é o Estado onde mais se morre no trânsito. Em 2012, foram 47 mortes em acidentes de trânsito para cada 100 mil jovens. Na sequência, aparecem os estados de Piauí e Paraná. Já a maior taxa de homicídios ocorre em Alagoas.

Alagoas e Rondônia são apontados como os dois estados brasileiros mais perigosos para quem tem entre 15 e 29 anos.

Saiba mais:

Mapa da violência 2013 – acidentes de trânsito e motocicletas

Mapa da violência 2014 – Os Jovens do Brasil

Pesquisa aponta principais causas de morte dos brasileiros de 15 a 29 anos (Portal Fantástico / G1, 29/06/14)

 

Uncategorized

SBAIT apoia Movimento “MAIO AMARELO”

240x400 vertical rectangleO Movimento MAIO AMARELO  possui como objetivo chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito de todo o mundo, estabelecendo uma ação coordenada entre Poder Público e a sociedade civil, colocando em pauta o tema Segurança Viária.

O laço amarelo representa o Movimento, seguindo outros símbolos que também marcam datas importantes, como “Outubro Rosa” e “Novembro Azul”, focados na Prevenção do câncer de mama e próstata, respectivamente.  A escolha do laço como símbolo do movimento busca alertar a sociedade para tratar os acidentes de trânsito como uma verdadeira epidemia, convidando cada cidadão a adotar atitudes mais cautelosas e prudentes, poupando-o de tornar-se uma vítima do trânsito.

A Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado (SBAIT) apoia o Movimento “Maio Amarelo” e convida parceiros e associados para a divulgação dessa causa maior – a atenção pela vida.

Saiba mais, acessando o vídeo do Movimento “Maio Amarelo”:

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=KD5WKeJqtzo]

Repercussão do Movimento Maio Amarelo:

https://www.youtube.com/watch?v=x31bkkrfo5I

http://globotv.globo.com/rbs-sc/jornal-do-almoco-sc/v/jornal-do-almoco-apoia-as-acoes-da-campanha-maio-amarelo/3317974/

http://globotv.globo.com/rede-amazonica-ap/jornal-do-amapa/v/campanha-maio-amarelo-alerta-sobre-o-alto-indice-de-acidentes-de-transito-em-macapa/3318335/

http://globotv.globo.com/rbs-sc/jornal-do-almoco-sc/v/jornal-do-almoco-acompanha-o-inicio-das-fiscalizacoes-do-maio-amarelo-em-blumenau/3317971/

http://globotv.globo.com/rede-amazonica-ap/bom-dia-amazonia-ap/v/campanha-do-detran-visa-a-conscientizacao-para-diminuir-indice-de-acidentes-de-transito/3319181/

http://globotv.globo.com/rede-paraiba/jpb-2a-edicao/v/campina-grande-possui-tres-pontos-criticos-quando-o-assunto-e-atropelamento/3311198/

http://g1.globo.com/pe/petrolina-regiao/noticia/2014/05/campanha-de-prevencao-de-acidentes-comeca-nesta-sexta-2.html

http://noticias.r7.com/distrito-federal/distrito-federal-adere-ao-movimento-de-educacao-no-transito-maio-amarelo-01052014

News

CET divulga redução de acidentes fatais em SP

 

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) divulgou nesta quinta-feira (20),  o Relatório Anual de Acidentes Fatais ocorridos na cidade de São Paulo (SP) em 2013.

Segundo o relatório, pela primeira vez em 8 anos foi registrada uma redução no número de acidentes fatais na cidade em todas as categorias. Dados computados pela Polícia Civil em São Paulo registrou  25.560 acidentes de trânsito durante o ano de 2013 envolvendo vítimas, dos quais 6.590 (25,8%) foram atropelamentos e 18.970 (74,2%) acidentes de outros tipos.

Em 2013, o número de mortes no trânsito em São Paulo caiu 6,4% em comparação a 2012, sendo 1.152 mortes, contra 1.231 em 2012. De acordo com a CET, o índice é o menor já registrado desde que a contagem teve início, em 1979.

As mortes de ciclistas em acidentes no trânsito, por exemplo, caíram 32% em 2013 .  Em oito anos, o total de ciclistas mortos caiu 62,4%. As colisões foram a principal causa registrada para os acidentes fatais. 

Segundo a CET, a queda nos números se deve, principalmente ao aumento da fiscalização eletrônica de velocidades e da intensa fiscalização da alcoolemia dos condutores.

gráfico_499x173

Gráfico: mortes em acidentes de trânsito, segundo o tipo de usuário das vias ( CET)

tabela 2_500x244

Tabela – CET

Saiba mais:

Pela primeira vez em 8 anos o número de acidentes fatais na cidade cai em todas as categorias ( Portal CET – 20/03/14)

SP tem queda histórica de mortes, mas trânsito ainda mata ao menos 3 por dia.  ( Folha de S. Paulo, 20/03/14)

Mortes de ciclistas no trânsito de SP têm queda de 32% em 2013 ( Portal G1, 20/03/14)

News

Campanha alerta motoristas para a consciência e prudência ao dirigir.

Uma campanha da Agência de Transportes da Nova Zelândia, lançada em 05 de janeiro de 2014, busca conscientizar os motoristas para os potenciais erros que podem ser evitados no trânsito e que podem culminar em graves acidentes.

A mensagem  principal da campanha reforça que ninguém deve pagar por um erro com sua vida. Ao dirigir, o motorista divide a estrada com os outros, por isso a velocidade que opta por viajar não pode deixar margem para qualquer erro potencial. Dessa forma, a campanha alerta os motoristas sobre a maneira como olham e encaram  sua velocidade quando estão dirigindo. Todos cometem e aprendem com seus erros, mas no trânsito, o menor deles pode custar a vida.  Quanto mais alta é a velocidade, menos tempo há para o motorista reagir.

Os motoristas que dirigem regularmente formam o público-alvo da campanha, especialmente os que dirigem “confortavelmente” em alta velocidade, ultrapassando os limites de velocidades estabelecidos e que não consideram essa atitude errada, possuindo a falsa impressão que estão no controle do veículo. A campanha incentiva o público a estar consciente dos outros usuários da estrada e escolher uma velocidade segura. 

Estatísticas

Dados mostram que, na Nova Zelândia,  a velocidade ainda é um fator que contribui para 20% de todos os acidentes fatais e lesões graves nas estradas.

No Brasil, a imprudência impera e eleva os números. Em 2012, cerca de 8,6 mil pessoas morreram em acidentes nas estradas federais, e no trânsito como um todo, são 43 mil mortos por ano.

A Conscientização não possui fronteiras. Confira, abaixo, o vídeo da campanha que vale para a reflexão dos motoristas, em todas as partes do mundo.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=PMBjageBMf0&w=560&h=315]

News

Lançado site do Observatório Paulista de Trânsito

mapa sp

Exemplo de mapa do site Observatório Paulista de Trânsito

No último dia 18 de setembro, na abertura da Semana Nacional de Trânsito, o DETRAN – SP lançou a 1ª versão do site do Observatório Paulista de Trânsito, com indicadores de óbitos por acidentes de transportes terrestres ocorridos  no Estado de São Paulo, conforme o município de domicílio das vítimas, do período 2006 a 2011. É um projeto feito em parceria com a Fundação SEADE.

O objetivo do site é ser uma referência no Estado, fornecendo um primeiro indicador sobre a situação da segurança no trânsito nos diferentes municípios, nesta Década de Ações para Segurança Viária da ONU -2011 a 2020.

grafico sp

exemplo de gráfico do site Observatório Paulista de Trânsito

Os dados são apresentados na forma de mapas, tabelas e também é possível realizar pesquisas cruzando informações e baixar os resultados.

Campinas será uma das cidades a contribuir com as informações. A cidade já conta com o Projeto Vida no Trânsito e agora estrutura o Observatório Municipal do Trânsito, uma coordenação conjunta entre Saúde e EMDEC ( Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas) e em parceria com a Secretaria de Saúde do Estado e o DETRAN – SP, fará parte do projeto piloto para trabalhar as informações sobre acidentalidade no trânsito.

Para saber mais, acesse o site  do Observatório Paulista de Trânsito  .

Fechar