Tag

RCP

Ligas de Trauma

7° Treinamento em Massa de RCP é realizado em Araras/SP

No dia 01 de dezembro a Liga de Traumatologia e Emergência da FHO – Fundação Hermínio Ometto (LTE – GEFE), realizou o 7° Treinamento em Massa de Reanimação Cardiopulmonar e treinou 530 pessoas com técnicas de primeiros socorros.

Esse treinamento tem como objetivo capacitar um grande número de professores, funcionários da instituição, os alunos ingressantes dos cursos que compõem o Núcleo Comum de Saúde e os representantes de sala de todos os cursos da Instituição do Centro Universitário da Fundação Hermínio Ometto, em Araras/SP,  treinando-os em um circuito de 50 minutos para proceder em casos de emergências envolvendo parada cardiorrespiratória (PCR) com uso do desfibrilador externo automático (DEA), conduta em crise convulsiva, identificação do acidente vascular cerebral (AVC) e desengasgamento adulto e infantil.

 

 

Confira:

 

Informações e imagens: LTE – GEFE

Cursos

Curso de “Treinamento de Emergência nas Escolas” é realizado a estudantes em Campinas /SP

Nesta quinta-feira, 24, foi realizada na Escola Americana de Campinas uma ação de orientação a estudantes do Ensino Médio da Instituição, promovendo o curso “Treinamento de Emergência nas Escolas”. Os estudantes aprenderam as técnicas de Reanimação Cardiopulmonar (RCP) e também como realizar procedimentos para desengasgar crianças, bebês e adultos, como a Manobra de Heimlich, e quais são as medidas necessárias para estancar sangramentos.

A ação contou com a presença do diretor do capítulo SP da SBAIT, Dr Bruno Pereira, como instrutor e apoio do Instituto Terzius e SBAIT.
 
A ideia do curso surgiu após a morte do menino Lucas, de Campinas, que engasgou com um pedaço de salsicha em uma excursão da escola em que estudava. Desde então, a mãe de Lucas, Alessandra Zamora, vem desenvolvendo um amplo trabalho para a sanção da Lei Lucas, que prevê que o ensino de primeiros socorros seja incluído na grade curricular dos alunos e obriga escolas, creches, berçários públicos e particulares, além de locais de recreação infantil, a proporcionarem a capacitação de seus funcionários para a prestação de primeiros socorros.
 
“Nós decidimos sair na frente e treinar os alunos da Escola Americana de Campinas. Esperamos que este trabalho cresça e alcance o maior número de pessoas. Isso vai permitir que muitas vidas sejam salvas em nosso País”, reforça Pereira.
Confira momentos do curso:
Campanhas, Prevenção

Em ação inédita, alunos de nível secundário vão receber curso de primeiros-socorros

Reanimação cardiopulmonar, manobras de desengasgos e estancamento de sangue estão entre os temas do treinamento

A SBAIT (Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado) e o Grupo Surgical, com o apoio do Instituto Terzius, vão ministrar o curso Treinamento de Emergência nas Escolas, na Escola Americana de Campinas, no próximo dia 24 de maio. Esta é a primeira vez no Brasil que uma escola faz um treinamento deste tipo direcionado a alunos. O objetivo do curso é capacitar os estudantes para agirem com primeiros-socorros, dentro ou fora do ambiente escolar, em alguns tipos de emergências médicas.

O curso foi elaborado exclusivamente para alunos. “Vão participar 20 alunos do último ano do Ensino Médio. Este é um projeto pioneiro e totalmente filantrópico. As instituições que estão organizando saíram na frente neste treinamento, colaborando com a qualificação dos alunos, como acontece nos países desenvolvidos, e com a sociedade, capacitando mais cidadãos nas ruas”, explica o cirurgião do Trauma, Bruno Pereira, que é diretor da SBAIT e CEO do Grupo Surgical.

Além de Pereira, o curso também contará com a participação da médica anestesista Clarissa Correia, do diretor do Instituto Terzius, Luiz Guilherme Calderon, e do também cirurgião do Trauma Rafael Curado. No total, serão seis horas de treinamento.

Pereira e Clarissa vão abrir o curso com o tema “Você pode salvar vidas”, quando fará uma introdução sobre os tipos de salvamento. Entre outros pontos, ela vai ensinar as técnicas de RCP (Reanimação Cardiopulmonar) e explicar aos alunos como eles podem reconhecer uma vítima que precisa ser submetida a este tipo de procedimento. Na segunda etapa do curso, Calderon vai falar sobre o uso do desfibrilador externo automático. Os alunos vão aprender a usar o equipamento tanto em adultos quanto em crianças.

A aplicação de técnicas de RCP é fundamental para salvar a vida de pacientes até a chegada de uma equipe médica. O atendimento nos primeiros dez minutos após a parada é decisivo na sobrevivência da vítima. “Dificilmente, uma equipe de resgate chega antes de dez minutos. Então, a capacitação de um leigo é decisiva neste processo. A RCP realmente pode salvar vidas”, destaca Pereira.

Os estudantes também vão aprender como realizar procedimentos para desengasgar crianças, bebês e adultos, como a Manobra de Heimlich, e quais são as medidas necessárias para estancar sangramentos.

A ideia do curso surgiu após a morte do menino Lucas, de Campinas, que engasgou com um pedaço de salsicha em uma excursão da escola em que estudava. Desde então, a mãe de Lucas, Alessandra Zamora, vem desenvolvendo um amplo trabalho para a sanção da Lei Lucas, que prevê que o ensino de primeiros socorros seja incluído na grade curricular dos alunos e obriga escolas, creches, berçários públicos e particulares, além de locais de recreação infantil, a proporcionem a capacitação de seus funcionários para a prestação de primeiros socorros.

“Nós decidimos sair na frente e treinar os alunos da Escola Americana de Campinas. Esperamos que este trabalho cresça e alcance o maior número de pessoas. Isso vai permitir que muitas vidas sejam salvas em nosso País”, reforça Pereira.

 

SERVIÇO:

Treinamento de Emergência nas Escolas

Escola Americana de Campinas – Rua Cajamar, 35

Dia 24 de maio, das 8h às 15h

News

Programa Salvando Vidas realiza mutirão de treinamento de RCP em Campinas

Mutirão orientou população a salvar vidas

Estudantes de Medicina e Enfermagem da Liga do Trauma da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) fizeram, com o apoio de professores e outros profissionais de saúde, um mutirão no dia 13 de maio, no Tênis Clube Campinas, em Campinas (SP), para ensinar a população a salvar vidas através das manobras de RCP (Reanimação Cardiopulmonar).

O evento, coordenado pela SBAIT (Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado) e Instituto Terzius, fez parte do Programa Salvando Vidas, que desenvolve ações em todo o Brasil para ensinar medidas simples para que as pessoas saibam agir em situações de urgência,  e também foi uma das ações do Movimento  Maio Amarelo na cidade.

Os participantes aprenderam, na prática as manobras de RCP

A parada cardiopulmonar é um evento súbito e imprevisível, que pode acontecer a qualquer momento e com qualquer pessoa. Consiste em uma perda abrupta das funções cardíaca e pulmonar, levando a óbito, se não for revertida. O tratamento empregado nesses casos é a reanimação cardiopulmonar. Para saber como proceder em uma situação como esta, as pessoas que participaram do treinamento aprenderam a reconhecer uma parada cardíaca, a pedir ajuda e iniciar imediatamente as compressões torácicas.

Confira imagens:

 

 

News

Concurso entre Ligas de Trauma de todo o país define o logo do Projeto “Salvando Vidas”

logo salva vidas

Logomarca vencedora do Concurso

O projeto “Salvando Vidas” CoBraLT / SBAIT teve sua logomarca definida nesta segunda-feira, 31, após votação entre os integrantes do Comitê Brasileiro das Ligas do Trauma (CoBraLT) e SBAIT . No total foram 16 sugestões de logomarcas para o concurso enviadas por seis Ligas Acadêmicas de Trauma e Emergência filiadas ao CoBraLT.

O acadêmico membro de Liga Acadêmica de Trauma e Emergência filiada ao CoBraLT vencedor do concurso foi  Victor Alexander Fialho Rocha – Presidente da LACIT-PUCGO ( Liga Acadêmica de Cirurgia do Trauma da Pontifícia Universidade Católica de Goiás) e receberá um prêmio no valor de R$500,00.

_20150901_203025

Victor Alexander Fialho Rocha (LACIT-PUCGO), criador da logomarca

Ele apresentou a explicação da marca vencedora:
“A personagem da esquerda representa um acadêmico de uma Liga do Trauma, enquanto o da esquerda, a população em geral. O CoBraLT, contendo a estrela da vida passada entre os “corredores” ilumina a linha da vida que é levada pela mão do “popular”. Tudo isso, simboliza o fato de que por meio do “Projeto Salvando Vidas”, do CoBraLT e da SBAIT, a população, assistida e orientada pelos acadêmicos de medicina das “LATES” brasileiras poderá chegar primeiro e velozmente a quem está em uma situação de emergência, mantendo-lhe a vida enquanto um serviço profissional vem logo em seguida. Quanto às cores verde, amarelo e vermelho, elas são as mesmas da logomarca da SBAIT.”
Em breve, novas informações sobre o Projeto.

_20150901_203114

Integrantes da Liga Acadêmica de Cirurgia do Trauma da Pontifícia Universidade Católica de Goiás ( LACIT-PUCGO)

O “SALVANDO VIDAS” , que já teve seu lançamento realizado em Campinas no último sábado, é um projeto do CoBraLT e SBAIT e será realizado pelas Ligas do Trauma de todas as regiões do país durante o mês de setembro, promovendo à população, conhecimento e orientações sobre RCP e noções de primeiros socorros.

A Comissão Organizadora Geral do Projeto “Salvando Vidas” parabeniza a todos pela participação!

Confira abaixo, as logomarcas que participaram do concurso:

 

News

SBAIT e CoBraLT lançam projeto “SALVANDO VIDAS”

11898516_829719777125762_260847691972416006_n (1)

O Projeto “Salvando Vidas” – uma realização da SBAIT e CoBraLT com Ligas de Trauma de todo o país

O projeto “SALVANDO VIDAS” foi lançado neste sábado (29), no Espaço das Artes e Salão Nobre da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp (Campinas). Durante o evento, realizado pela Liga do Trauma da Unicamp, durante a Universidade de Portas Abertas ( UPA), 1672 jovens aprenderam RCP e noções de primeiros socorros.

O “SALVANDO VIDAS” é um projeto do CoBraLT e SBAIT e será realizado pelas Ligas do Trauma de todas as regiões do país durante o mês de setembro.

Durante o lançamento, os participantes assistiram a um vídeo orientativo e também participaram de estações práticas. O evento contou com o apoio da CCR AutoBan.

Confira algumas imagens do Lançamento do Projeto:

 

 

Fechar