Tag

Prevenção

News

Litoral de SP registra 15 mortes por afogamento durante feriados de final de ano.

resgate afogamentoDurante o período de Revéillon e Natal de 2013,  foram registradas 15 vítimas de afogamento nas cidades de Guarujá, São Vicente, Itanhaém, Praia Grande, Mongaguá e Ilha Comprida, no litoral de SP.

Segundo os bombeiros, os afogamentos podem ser evitados com medidas simples, como procurar manter a água na cintura, não beber antes de entrar na água e não alimentar-se em demasia.

O coronel Carlos Eduardo Smicelato ressalta que “o banhista tem que ter a consciência de que deve vir a praia e ter um banho seguro”.

A segurança do banhista não depende apenas do Corpo de Bombeiros e sim, principalmente do banhista, que deve evitar a imprudência também na praia para garantir um banho seguro.

Saiba mais:

Feriado de fim de ano teve 15 mortos por afogamento no litoral de SP

Notícia relacionada:

Programa Piscina + Segura alerta sobre a prevenção de afogamentos. 

 

News

Programa PISCINA+SEGURA alerta sobre a prevenção de afogamentos

PISCINA+SEGURA_CAMPANHA_SOBRASA-640x850 (1)No Brasil, 20 pessoas morrem afogadas todos os dias, sendo que as piscinas  são responsáveis por 53% de todos os casos de óbitos por afogamento no País.

As crianças e jovens estão entre as maiores vítimas. O afogamento é a segunda causa de morte em crianças de 1 a 9 anos idade e a terceira entre 10 e 19 anos.

Com o objetivo de reduzir esses números e os casos de afogamentos em piscinas, a Sobrasa ( Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático) em aliança com o ISN (Instituto de Socorros ao Náufragos – Portugal), criaram o programa PISCINA+SEGURA , que ressalta que, com apenas cinco atitudes é possível fornecer mais de  95% de segurança contra afogamentos.

O alerta torna-se ainda mais relevante com a chegada do verão. Atitudes como cercar a piscina, manter 100% de atenção do filho, guarda-vidas sempre presente, saber agir em situações de urgência e certificar-se da existência do ralo de sucção, podem salvar vidas, especialmente de crianças e jovens, que devem, certamente, aprender a nadar.

Saiba mais sobre o Programa acessando:

http://www.sobrasa.org/piscinamaissegura/

Ajude a divulgar, uma informação pode valer vidas.

 

News

Queimaduras – Prevenção é a palavra chave

Quando o assunto é queimaduras, prevenção é a palavra-chave. E com a chegada das férias escolares, os cuidados em relação às crianças devem ser redobrados, uma vez que nesse período é registrado um aumento dos casos de queimaduras entre elas.

Curso queimaduras

Dr Flavio Nadruz Novaes, durante o Curso  Nacional de  Normatização de Atendimento ao Queimado, realizado em Campinas /SP
Imagem: divulgação FCM/Unicamp

O número de crianças vítimas de queimadura é alto: A cada quatro queimados, um possui menos de 12 anos de idade. Dessa forma, Dr  Flávio Nadruz Novaes, cirurgião plástico , coordenador da Unidade de tratamento de Queimaduras da Santa Casa de Limeira e  membro da diretoria da Sociedade Brasileira de Queimaduras, concedeu uma entrevista alertando familiares e cuidadores em relação às formas de prevenção de queimaduras entre as crianças, especialmente dentro das residências.

Dr Flávio Nadruz Novaes ministrou na Universidade de Campinas ( UNICAMP), de  agosto a outubro de 2013, o  Curso  Nacional de  Normatização de Atendimento ao Queimado (CNNAQ), com transmissão via Web e Telemedicina. Cerca de 50 profissionais da área da saúde participaram presencialmente do curso, que contou com o apoio da SBAIT na divulgação e realização. 

Confira a matéria:

Uma recordação que ninguém quer

Revista Metrópole – Campinas ( SP) – 24/11/2013

jornalista: Karina Fusco

 

News

Trauma e grandes eventos: estamos preparados? – um dos temas de destaque do II Congresso de Trauma do Rio de Janeiro

20131107_105433

Mesa-redonda: Grandes Eventos esportivos: Estamos preparados? Composta por Fernando Suarez (RJ), Luis Fernando Correa (RJ), José Alfredo Padilha ( RJ), Gustavo Fraga (SP), Rogerio Casemiro (RJ), Antonio Marttos (USA).

Os próximos eventos a serem realizados no Brasil nos próximos anos, como a Copa do Brasil (2014) e Jogos Olímpicos ( Rio 2016), já começam a mobilizar as equipes e responsáveis pelo atendimento de urgência e emergência, especialmente das cidades que receberão milhares de atletas e visitantes. O tema, muito relevante, foi um dos destaques que permeou a programação do II Congresso de Trauma do Rio de Janeiro, promovido pelo Colégio Brasileiro de Cirurgiões (CBC) e Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado (SBAIT – RJ), no Rio de janeiro  entre 06 a 09 de novembro de 2013.

20131107_091359

Luis Fernando Correa (SP): Copa das Confederações- Acertos e Erros

20131107_093936

Fernando Suarez (RJ): Copa do Mundo 2014

A mesa-redonda : Grandes eventos esportivos e o atendimento ao traumatizado – estamos preparados? Abordou de forma ampla o cenário atual e os desafios para os próximos anos. Planejamento e Organização para uma atuação eficiente no atendimento foram os pontos principais que permearam as apresentações dos convidados, como Fernando Suarez, do Corpo de Bombeiros do RJ, que ressaltou sua preocupação com a estrutura: “Será necessário distribuir os pacientes uniformemente, utilizando também a rede privada. Planejar, Coordenar e Atuar são pontos importantes para o sucesso do atendimento, que compreendem os treinamentos, planos de ação, as análises de risco. Suarez finaliza lembrando que a faculdade prepara para atender uma vítima, mas na catástrofe, o objetivo é salvar o maior número de vítimas”.

20131107_100502

Antonio Marttos (USA): Olimpíadas 2016: Como estaremos preparados?

Para Dr Gustavo Fraga, moderador da mesa redonda, “a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016 deveriam deixar um legado para a população brasileira: O legado na área de Saúde, sendo este um excelente momento para avançar nessa área no país. Trauma é uma doença e tem prevenção. Para fazer a prevenção dos desastres que podem ocorrer durante os eventos, e também no dia a dia,  é necessário ter organização, logística e planejamento”. Para finalizar, Dr Gustavo ressaltou a importância da formação do cirurgião do trauma e da capacitação dos profissionais para o atendimento de urgência e emergência, especialmente a Residência Médica. Ainda há tempo de ampliar a formação desse profissional até os Jogos Olímpicos 2016, reforça.

A mesa-redonda contou ainda com a apresentação de Luis Fernando Correa , que abordou os acertos, erros e lições aprendidas com a Copa das Confederações, o primeiro grande evento nacional que já tivemos. Dr Antonio Marttos encerrou as apresentações citando os desafios que os Jogos Olímpicos Rio 2016 trará, uma vez que a previsão é receber cerca de 1 milhão e meio de visitantes, sendo 100.000 pessoas na organização, 70.000 voluntários, 10.500 atletas.  Para ele, “deveríamos ganhar medalha de ouro não apenas nos esportes, mas também em função dos atendimentos médicos”.

News

SBAIT atenta a eventos com grande público: MP aponta falhas no atendimento de saúde do Rock in Rio

rock in rio 2A Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado (SBAIT) tem acompanhado os preparativos no Brasil para a organização de eventos com grande concentração de público, o que pode resultar no atendimento médico de múltiplas vítimas, incluindo trauma.

Existe uma grande preocupação da SBAIT quando a organização desses eventos é delegada a empresas privadas, em algumas situações sem profissionais devidamente capacitados, o que pode resultar em dificuldade no atendimento em caso de desastres.

O envolvimento conjunto do SAMU, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Policia e o governo, além de sociedades médicas e da área de saúde, mais as universidades que formam recursos humanos para a área de urgência é fundamental para minimizar os riscos, principalmente em eventos como a Copa do Mundo em 2014 e Olimpíadas de 2016.

No caso do Rock in Rio, evento realizado em setembro, na cidade do Rio de Janeiro, com uma expectativa de público de 85 mil pessoas/ dia, foram encontrados pontos a serem melhorados em relação ao atendimento de saúde. o MP encontrou 22 irregularidades na Cidade do Rock, entre elas: poucas ambulâncias, quantidade insuficiente de postos de atendimento e falta de sinalização dos mesmos , falta de leitos, equipamentos desligados,  entre outros. 

Além disso, no domingo (22/09),  uma falha na tirolesa do evento deixou um homem pendurado por 5 minutos no equipamento.

Saiba mais: Cidade do Rock é liberada pela Justiça após vistoria

News

Importância da preparação em situação de desastres

6jul2013---um-dos-passageiros-do-boeing-777-que-sofreu-um-acidente-ao-fazer-pouso-em-san-franciscoNo último dia 06 de Julho, deste ano corrente em São Francisco, EUA, um acidente com o avião modelo Boeing 777 operado pela companhia sul-coreana Asiana Airlines sofreu um pouso de Emergência, culminando no incêndio da aeronave. Até o momento da preparação desta reportagem já haviam duas mortes confirmadas e dezenas de desaparecidos, apesar da maioria das vitimas ter sofrido queimaduras leves.

No Brasil, a SBAIT já vem promovendo há aproximadamente 3 anos – em parceria com a Sociedade Pan Americana de Trauma – o curso de Resposta Médica Avançada a Desastres (ADMR). A SBAIT vê como prioridade a formação em educação em trauma e preparação através de treinamento  no atendimento ao paciente vítima de trauma, incluindo situações de desastres. O ADMR demonstra métodos de triagem, sistema de comando em incidentes e atendimento a diferentes tipos de lesões comuns em situações catastrófica.

News

SBAIT de plantão nas Confederações!

copa conf Nesse sábado, 15 de junho, começa a Copa das Confederações , com atividades em seis municípios (Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro e Salvador) e um grande número de turistas no Brasil. A SBAIT agrega atualmente mais de 500 médicos, em todos estados do país, e está lançando o projeto “SBAIT de plantão nas Confederações!”, de maneira que convocamos TODOS SÓCIOS para nos ajudarem, deixando os seus cadastros atualizados, com e-mail e celular junto a secretaria@sbait.org.br,  e se voluntariem para ficarem de sobreaviso em seus respectivos municípios e à disposição da nossa sociedade (Brasil) caso ocorra algum imprevisto que gere múltiplas vítimas de trauma. Não é necessário nenhuma confirmação e acompanhe as notícias no www.sbait.org.br .

A Força Nacional SUS do Ministério da Saúde está organizada, mas numa situação de emergência temos muitos profissionais que podem contribuir.

Ocorrendo alguma situação de urgência, o cadastro de médicos voluntários será através do diretoria@sbait.org.br

Também iremos fazer essa ação durante a Jornada Mundial da Juventude , que será realizada no Rio de Janeiro, de 23 a 28 de julho de 2013.

Contamos com você.

News

“Como organizar o hospital para o atendimento em desastres” foi tema de reunião via telemedicina

desastres2

Profª Drª Maria Cecília Damasceno, da Secretaria de Saúde de São Paulo

Na última 4ªa feira, dia 16, a Profª Drª Maria Cecília Damasceno,  da secretaria de saúde de SP, apresentou, na reunião semanal da Disciplina de Cirurgia do Trauma da Unicamp, ( Campinas – SP) um tema de grande importância para todos os profissionais que vivenciam o dia a dia dos hospitais e das emergências: “Como organizar o hospital para o atendimento em desastres”, com exemplos nacionais e internacionais de boas práticas.

No Brasil já existem várias equipes e hospitais que possuem planos de contingência para atendimento a desastres, com protocolos definidos. A meta agora é ampliar essa capacitação e organização das equipes, visando inclusive os próximos eventos internacionais no Brasil, como a Copa do Mundo e Jogos Olímpicos.

desastres3

A convidada reforça que a palavra chave é “treinar, treinar, treinar”. Constantemente.

A palestra surtiu grande interesse dos participantes, que contribuíram com suas observações e questões durante o debate.A palestra foi transmitida via telemedicina.

Uncategorized

Um quinto das vítimas bebe antes de dirigir

Um quinto das vítimas bebe antes de dirigir.

Leia mais em:

Fechar