Tag

Prevenção

Campanhas

ONSV lança a Campanha “Quando você bebe e dirige, alguém sempre se machuca.”

Bebida e direção são dois elementos que não combinam. Quando misturados causam danos, tanto físicos quanto psicológicos, em quem dirige e também em quem está ao seu lado.

Para representar os perigos da direção combinada ao álcool, o Observatório Nacional de Segurança Viária ( ONSV), parceiro SBAIT, lançou a Campanha “Quando você bebe e dirige, alguém sempre se machuca.”, a ser utilizada durante o mês de setembro em razão da Semana Nacional de Trânsito 2018.

A campanha pode ser utilizada por toda a sociedade, já que a meta é disseminar o alerta de que a combinação de álcool com a condução de veículos causa mortes. A orientação do OBSERVATÓRIO é que a campanha seja usada em conjunto com o mote definido pela resolução 722: “Nós somos o trânsito”.

Para mostrar que a mistura de bebida e direção causa traumas em quem dirige e também em quem está ao seu lado, a agência F&Q Brasil , que desenvolveu a campanha, usou a mancha de um copo de bebida sobreposta ao rosto de uma vítima, dando a impressão que se trata de um MACHUCADO gerado pelo acidente de trânsito. Dessa maneira, a campanha consegue chamar a atenção do público com imagens chocantes e que remetem à reflexão de que quem bebe pode se MACHUCAR ou ferir alguém.

“Em nossa sociedade você MACHUCAR ou ser MACHUCADO é algo repugnante, pois remete a uma agressão. Esta é a mensagem que queremos passar, que o acidente MACHUCA a todos, ou seja, a vítima se MACHUCA por lesões corporais,  o causador do acidente se MACHUCA psicologicamente, as famílias dos acidentados se MACHUCAM emocionalmente e a sociedade, além do lamento, da dor e sofrimento dos acidentados, tem um ferimento muitas vezes não evidente: a lesão financeira, já que os gastos médicos, hospitalares, previdenciários e com manutenção de bens públicos danificados, serão financiados pelos impostos pagos por todos nós”, afirma José Aurelio Ramalho, diretor-presidente do Observatório Nacional de Segurança Viária.

Ao criar a campanha, a agência parceira do OBSERVATÓRIO considerou a triste realidade brasileira, que diariamente registra acidentes de trânsito (fatais ou não) que são causados por envolvidos que fizeram uso de álcool antes de assumir a direção de um veículo e que MACHUCAM pessoas.

A campanha contempla anúncio para revistas, outdoor, busdoor, cartazes, posts e filtros para perfis das redes sociais. As peças foram feitas com vários atores representando o sentimento de tristeza causados nas vítimas de acidentes de trânsito. Qualquer entidade, órgão público ou privado e empresa pode utilizar as peças criadas.

Para baixar os materiais da campanha, acesse:

Materiais com a logo do ONSV – https://goo.gl/zNm8tQ

Materiais sem a logo do ONSV – https://goo.gl/cFMZ1v 

 

Para saber mais,  acesse: onsv.org.br

CoBraLT, Prevenção, Salvando Vidas

Vamos aproveitar o mês das Festas Juninas – Salvando Vidas edição Queimaduras.

Junho é o mês de prevenção à queimaduras. Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria, queimaduras são a quarta maior causa de morte entre as crianças, devido à falta de noção do risco e das sequelas causadas por esse trauma. De acordo com a SBAIT – Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado – a maior parte (62,1%) das ocorrências relacionadas à queimadura ocorre dentro do ambiente doméstico e através de cuidados simples, pode-se evitar a maior parte dessas ocorrências.

Como prevenção é o caminho mais seguro e menos custoso, a Liga do Trauma da Unicamp juntamente com os Bolsistas SAE – Unicamp organizaram uma campanha do Salvando Vidas para conscientizar a comunidade acerca das formas de se evitar e dos riscos de traumas causados por queimaduras.

Para atingir esse propósito, estamos lançando um vídeo que será divulgado via mídias sociais e confeccionado folders contendo dicas de prevenção e cuidados no manuseio da vítima que serão entregues à comunidade. A campanha tem por objetivo levar instruções simples que ao serem adotadas, auxiliam a evitar esses traumas e esclarecer e impedir a propagação de mitos de utilização de substâncias caseiras como borra de café e pasta de dente, muito comumente aplicados em queimaduras.

Ajude a divulgar mais esta campanha de prevenção!

 

Confira também:

Guia SBAIT de prevenção de queimaduras

Vídeo “Prevenção de Queimaduras” 

 

Ana Paula Rios

Gustavo Santos

Isaque Pires

Lucas Militão

Orientador: Dr Thiago Calderan

Campanhas, Parceiros, Prevenção

Maio Amarelo – Materiais para prevenção no trânsito envolvendo crianças e adolescentes são divulgados pela ONG Criança Segura

Você sabia?

No Brasil, o trânsito é a principal causa de morte acidental de meninos e meninas de zero a 14 anos. Todos os dias, 3 crianças dessa faixa etária morrem vítimas desse tipo de acidenteEsses são dados divulgados pela ONG Criança Segura, parceira SBAIT, que, durante o mês de maio, em razão do Movimento Maio Amarelo, divulga seus materiais com orientações de prevenção no trânsito específicos para esse público.

Segundo a ONG, “em todo o mundo, os acidentes de trânsito matam 1,25 milhão de pessoas todos os anos. E crianças e adolescentes são um dos grupos mais vulneráveis nesse ambiente. Estudos afirmam que 90% das mortes por acidentes podem ser evitadas com medidas simples de prevenção.

Pequenas ações e comportamentos que podem ser adotados no dia a dia podem salvar a vida de milhares de crianças brasileiras. Por esse motivo, a ONG Criança Segura  preparou uma seleção de conteúdos com informações para garantir a segurança de meninos e meninas no trânsito.

Confira os materiais abaixo, que estão disponíveis para download nos links abaixo:

 

Criança Segura no CarroSaiba qual é o equipamento de segurança correto para o transporte de crianças em carros em cada faixa etária 

Dicas para ser um bom pedestre: Confira dicas de comportamento seguro para pedestres e evite atropelamentos

Alerta sobre perigos em área escolar: Conheça os principais perigos de trânsito em áreas escolar e veja como evitar acidentes

Pequenos pedestres, grandes cidadãos: Gibi com histórias e jogos para abordar o comportamento seguro para pedestres com crianças.

Guia Criança Segura no Carro: Guia completo sobre todos os tipos de cadeirinha e o transporte seguro de crianças no carro.

Verificação de cadeirinha: Material com 5 dicas para te ajudar a verificar se a instalação da sua cadeirinha está correta.

Guia de Boas Práticas no Trânsito: Material de referência de boas práticas de políticas públicas para segurança no trânsito

Dicas e mais! Confira todas as dicas sobre prevenção de acidentes no trânsito com crianças e muito mais!

Saiba mais acessando: http://criancasegura.org.br

 

Eventos, Sem categoria

SBAIT participa de Fórum em Campinas (SP) sobre “Segurança nos modais de transporte: Impactos Sociais e Econômicos”

Ocorreu na manhã desta quinta-feira, 03 de maio, no hotel Royal Palm, em Campinas (SP), o Fórum RAC – capítulo VI, com o tema: “Segurança nos modais de transporte: Impactos sociais e econômicos”, reunindo especialistas dos setores público e privado em um amplo debate.

Dr Gustavo Pereira Fraga, diretor do comitê de prevenção da SBAIT e presidente do evento

A SBAIT esteve presente, representada pelo diretor do comitê de prevenção, Dr Gustavo Pereira Fraga, como presidente do painel que abordou o cenário atual, os investimentos realizados e resultados obtidos em relação a segurança nos diversos modais de transporte.

José Aurélio Ramalho, presidente do ONSV

José Aurélio Ramalho, presidente do Observatório Nacional da Segurança Viária (ONSV), parceiro SBAIT, esteve entre os convidados e apresentou dados sobre as ocorrências no trânsito e campanhas de prevenção realizadas , como o Movimento Maio Amarelo, que alerta para a importância de cada pessoa para um trânsito seguro. “O acidente não deve ser considerado acidente, pois antes dele acontecer, houve uma imprudência, uma imperícia ou uma negligência”, afirma Ramalho, sobre a importância da conscientização do papel de cada um. “O Trânsito é feito por pessoas, se tirarmos as pessoas, não há trânsito”.  reforça,apresentando o video da edição 2018 do Movimento, que traz o tema” Nós somos o trânsito”.

O evento finalizou com mesa redonda que promoveu discussão sobre medidas preventivas para os diversos modais de transporte.

 

Campanhas

SBAIT lança a campanha “Não foi acidente” para alertar a população sobre a importância de seus atos no trânsito

Peças da campanha lembram situações rotineiras de imprudência no trânsito

 
A SBAIT (Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado) está lançando a campanha “Não foi acidente!”. O objetivo é conscientizar os motoristas sobre suas decisões e responsabilidades em ocorrências de trânsito. A campanha, que será veiculada nas redes sociais, faz parte das ações da entidade para o Maio Amarelo.
 
Com os temas “Não foi acidente, se você ultrapassou em local proibido”, “Não foi acidente, se você bebeu antes de dirigir”, “Não foi acidente, se você mexeu no celular enquanto dirigia” e “Não foi acidente, se você dirigia sem cinto”, a SBAIT quer mostrar para as pessoas que todas as ocorrências de trânsito poderiam ser evitadas com prevenção e responsabilidade.
 

 

“A doença Trauma é a terceira causa de morte no Brasil, e a primeira causa de morte entre pessoas na faixa etária de 15 a 29 anos”, lembra o presidente da SBAIT, José Mauro da Silva Rodrigues. “Boa parte dos casos de Trauma é resultado de ocorrências de trânsito, por isso, decidimos fazer esta campanha, a fim de lembrar os motoristas que boas atitudes são fundamentais no trânsito”, completa.
 
De acordo com Rodrigues, 100% dos casos de trauma poderiam ser evitados. “A imprudência é o maior problema. As pessoas nunca acham que vai acontecer com elas e abusam. Usam o telefone enquanto dirigem, ultrapassam em locais proibidos, consomem bebida alcoólica antes de dirigir, não fazem manutenção no veículo, enfim, poderíamos ficar horas citando situações que deveriam ser evitadas e, consequentemente, reduziriam o número de ocorrências no trânsito”, afirma. “O Trauma acaba com vidas, destrói famílias inteiras, deixa milhares de sequelados. Já passou da hora de as pessoas entenderem que são as suas atitudes que farão diferença”, destaca.
 
De acordo com informações do DataSUS, em 2015, o Brasil registrou 152.136 mortes por traumas (causas externas). Deste total, 39.543 foram causadas por ocorrências de trânsito. “São números alarmantes. Mais de 100 pessoas morrem por dia no trânsito brasileiro. Isso sem contar na quantidade de gente que fica ferida ou com graves sequelas. É imprescindível investirmos em campanhas de prevenção.”, reforça Rodrigues. No Estado de São Paulo, o Trauma matou 23.450 pessoas em 2015, sendo 6.270 no trânsito.

 

A campanha da SBAIT está totalmente ligada ao tema do Maio Amarelo deste ano: “Nós somos o trânsito”. Em sua 5ª edição, o Movimento quer fomentar as discussões sobre a necessidade de redução do numero de mortes e feridos graves no trânsito, lembrando que todos nós somos responsáveis pelos nossos atos.
Por Assessoria de Imprensa SBAIT
News

Workshop vai ensinar leigos a salvarem vítimas de afogamento em Campinas

Evento, que faz parte da Semana Latino-americana de Prevenção em Afogamento, acontece no Tênis Clube Campinas, é gratuito e aberto ao público

 A Liga do Trauma da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), em parceria com a SBAIT (Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado), vai promover o workshop Salvamento Aquático, na próxima terça-feira, 21, às 12h30, no TCC (Tênis Clube de Campinas). O evento, que é gratuito e aberto ao público, dará instruções práticas e teóricas sobre salvamento aquático, prevenção de afogamento e treinamento de Reanimação Cardiopulmonar. A atividade faz parte da Semana Latino-Americana de Prevenção em Afogamento. As orientações serão dadas pelos alunos da Liga do Trauma, Corpo de Bombeiros e Instituto Terzius.

“Nós queremos que o leigo saiba agir em uma situação de afogamento. Neste workshop, vamos mostrar as etapas do afogamento, como as vítimas devem ser retiradas da água e quais as manobras que precisam ser feitas até que chegue uma equipe de socorro”, explica o coordenador do Comitê de Prevenção da SBAIT, Gustavo Pereira Fraga. “Na ocasião, as pessoas também vão aprender a fazer a Reanimação Cardiopulmonar. A SBAIT tem feito um grande trabalho de divulgação da RCP porque ela é fundamental para salvar a vida do paciente até a chegada do resgate”, completa.

O workshop tem duração de duas horas e meia. Após as orientações teóricas, todos vão para a piscina colocar os ensinamentos em prática. “É preciso ter técnica para retirar da água uma pessoa que está se afogando. Como ela fica desesperada, pode comprometer a segurança de quem está tentando ajudá-la. Neste workshop, as pessoas vão aprender a fazer tudo isso e quais são os primeiros procedimentos que devem ser adotados até que chegue ajuda capacitada”, antecipa um dos organizadores do evento, o orientador da Liga do Trauma Thiago Calderan.

Segundo dados da Sobrasa (Sociedade Brasileiro de Salvamento Aquático), 17 pessoas morrem, em média, por dia no Brasil, vítimas de afogamento. São seis mil pessoas por ano. Esta é a segunda causa de morte na faixa entre 1 e 9 anos; a terceira entre 10 e 19 anos e a quarta, na faixa dos 20 aos 25 anos.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas antecipadamente pelo link https://goo.gl/Pq5nuA . Os participantes devem levar traje de piscina e toalha. As vagas são limitadas.

 SERVIÇO

Workshop de Salvamento Aquático

Dia 21/11/17

Das 12h30 às 15h

Onde: Tênis Clube de Campinas – Rua coronel Quirino, 1376 – Cambuí – Campinas

Inscrições gratuitas (vagas limitadas): https://goo.gl/Pq5nuA

 

Informações à imprensa:

Capovilla Comunicação

Patrícia Capovilla

(19) 99284-1970

News

Guia SBAIT para prevenção de lesões por queimaduras é lançado, visando as festas juninas

Junho chegou e com ele, a época das festas juninas,  iniciando um período de festas e comemorações que inspira muita atenção em relação à prevenção de acidentes com fogos de artifício e fogueiras, bastante recorrentes nessa época do ano.

Por esse motivo, a SBAIT está lançando o Guia SBAIT para prevenção de lesões por queimaduras, em parceria com a Sociedade Brasileira de Queimaduras (SBQ). O objetivo é reforçar as  orientações e cuidados ao manusear fogos de artifício ou sobre os perigos da fogueira, brincadeiras mais comuns nessa época do ano, especialmente entre crianças e jovens.

Segundo a Sociedade Brasileira de Queimaduras, em torno de 1.000.000 de acidentes com queimaduras ocorrem por ano. Estudos mostram que crianças menores de 10 anos e adultos em idade produtiva (entre 20 e 29 anos) são os mais atendidos com o problema, sendo a residência o local mais frequente da ocorrência (62,1%). As queimaduras representam a segunda causa de morte na infância.

DICAS de PREVENÇÃO

O Guia também reforça que o melhor tratamento é a PREVENÇÃO, por esse motivo, além de mostrar os primeiros socorros em caso de queimadura, também orienta sobre cuidados que devem ser tomados durante todo o ano e em qualquer localidade. Assim, o Guia traz 15 dicas importantes:

  • Nunca deixe o fogão ou forno ligados sem supervisão direta. Deixe cabos e alças de panela virados para dentro do fogão.
  • Teste água do chuveiro ou banheira antes de banhar uma criança.
  • Mantenha líquidos quentes fora do alcance das crianças e animais de estimação.
  • Mantenha os aparelhos elétricos longe da água.
  • Teste a temperatura dos alimentos antes de servir uma criança.
  • Não aqueça a mamadeira no microondas.
  • Nunca cozinhe enquanto estiver usando roupas soltas que poderiam pegar fogo quando próximo do fogão. Se uma criança pequena está presente, bloquear o seu acesso a fontes de calor como um fogão, churrasqueira ao ar livre, lareira e aquecedor de espaço.
  • Antes de colocar uma criança em um assento de carro, verifique se há cintas ou fivelas quentes. Desconecte os ferros e dispositivos semelhantes quando não estiver em uso. Guarde-os fora do alcance de crianças pequenas.
  • Cubra as tomadas eléctricas não utilizadas com tampas de segurança. Mantenha cabos elétricos e fios fora do alcance de crianças.
  • Se você deve fumar, evite fumar dentro de casa e especialmente nunca fume na cama ou no sofá. Nunca acenda fogo com combustíveis líquidos como álcool e gasolina.
  • Mantenha um extintor de incêndio disponível em sua casa.
  • Mantenha os produtos químicos, isqueiros e fósforos fora do alcance das crianças.

O Guia SBAIT para prevenção de lesões por queimaduras contou com a idealização do membro SBAIT e diretor presidente do Capítulo-SP, Prof. Dr. Bruno M. Pereira e com a participação de Dr. Flavio N. Novaes – Membro e Ex-Presidente da Sociedade Brasileira de Queimaduras. O Guia contou com o apoio da diretoria SBAIT São Paulo e Nacional: Dr. Maurício Godinho (Vice Diretor Presidente SBAIT SP), Dr. José Cruvinel (Diretor Tesoureiro SBAIT SP), Dr. Persio Campos (Diretor Secretário SBAIT SP), do Presidente da SBAIT, Prof.Dr. José Mauro Rodrigues e dos coordenadores dos comitês de prevenção, Prof. Dr. Gustavo P Fraga e de Educação, Prof. Dr. Diogo Garcia.

Acesse o  Guia pelo link:  Guia SBAIT para Prevenção de Lesões por Queimaduras

News

Volta às aulas – Alerta reforça atenção sobre atropelamentos em crianças e adolescentes

Um levantamento realizado pelas  ONG Criança Segura, parceira SBAIT, alerta sobre o número de adolescentes mortos em atropelamentos no Brasil.

Esse é um tema que sempre merece a atenção de todos, especialmente com o início do ano letivo, quando os estudantes retomam sua rotina de trajetos pelo trânsito. Segundo o estudo, em 2014, houve um aumento de 10% no número de mortes de pedestres de 15 a 19 anos, o que representa sete mortes de pedestres dessa faixa etária por semana no país.

Para entender melhor os motivos que vêm gerando esse cenário de aumento no número de mortes por atropelamento, a Safe Kids, analisou o comportamento de 39 mil estudantes do ensino fundamental e médio e 56 mil motoristas em áreas escolares dos EUA. Andar distraído está entre os maiores motivos de atropelamentos. O uso de fone de ouvidos ou o hábito de enviar mensagem de texto enquanto caminha, intensifica o risco. Notou-se, também, que 80% dos estudantes se comportavam de forma insegura ao atravessar as ruas e que um em cada três motoristas tinham comportamento inseguro no embarque e desembarque dos alunos (como parar em fila dupla ou em cima da faixa de pedestre).

alerta-sobre-perigos-em-area-escolar-784x1024

Segundo a ONG Criança Segura, o trânsito é a principal causa de morte acidental de crianças e adolescentes de cinco a 14 anos no Brasil. Os dados levantados no Estudo da Safe Kids reforçam  a necessidade de medidas para garantir a segurança de adolescentes ao transitarem no entorno escolar, tais como faixa de pedestre, limitadores de velocidade, sinais visíveis e semáforos nas ruas perto da escola; impor limites de velocidade nas áreas escolares que não ultrapassem 40 km/h; educar pais e alunos sobre comportamentos seguros de pedestres e condutores; implementar políticas de embarque e desembarque nas áreas escolares. Também é importante conscientizar diretamente as crianças sobre os riscos de andarem distraídas nas ruas.

Para a coordenadora nacional da Criança Segura, Gabriela Guida de Freitas, “É importante estarmos atentos às mudanças em nosso estilo de vida que podem aumentar os riscos de acidentes, como o incremento no uso de aparelhos eletrônicos. Os adolescentes e crianças já são naturalmente mais distraídos, e a ampla utilização de celulares e tablets entre esse público pode comprometer ainda mais sua atenção no trânsito. É necessário que governo, educadores e a população em geral adotem comportamentos seguros no trânsito – seja como pedestres ou condutores de veículo – e que mostrem às crianças e adolescentes, através do exemplo, como se comportar nas ruas de maneira segura”.

Para mais informações sobre prevenção no trânsito para crianças e adolescentes, acesse: http://criancasegura.org.br/categoria-dica/area-risco/transito/.

O Infográfico sobre o estudo pode ser acessado pelo link: http://criancasegura.org.br/wp-content/uploads/2017/01/alerta-sobre-perigos-em-area-escolar.pdf

News

SBAIT participa do IV Seminário Urbanidade, em Brasília

Ocorreu em 08 de dezembro de 2016, no auditório Freitas Nobre, da Câmara dos Deputados, em Brasília, o  IV Seminário Urbanidade, uma realização do Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV), parceiro SBAIT.

O evento reuniu representantes de importantes órgãos ligados ao trânsito e de entidades ligadas a todos os usuários de vias, entre eles, o coordenador do comitê de prevenção da SBAIT, Dr. Gustavo P. Fraga, representando o grupo de Saúde.

f7333b49-c2f9-4264-89c4-f81db7af48cb

Dr. Gustavo P. Fraga, em sua participação no seminário no Eixo “Saúde”

Durante o evento foi apresentada  a campanha #Desconecta. Trânsito ON. Celular OFF, desenvolvida pelo ONSV em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), com objetivo de alertar a sociedade para os riscos da combinação celular/direção que, segundo estudos, amplia em 4 vezes a possibilidade de acidentes. A Campanha vai distribuir cerca de 100 mil adesivos aos motoristas de todo o Brasil, na malha rodoviária sob responsabilidade da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

15391217_1235369129884074_898557869233576690_n

Apresentação da campanha #Desconecta. Trânsito ON. Celular Off

Também foi apresentada pela equipe do ONSV,  a proposta de nova formação de condutores de veículos, pensada para ser implantada em todo o país e que vem sendo elaborada com a participação de representantes do segmento e que  propõe reformulação nos conteúdos dos cursos e aulas teóricas a partir da reflexão sobre ‘qual condutor desejamos nas ruas’ e segue referencial já adotado em países da União Europeia, no qual os temas são trabalhados de forma pedagógica, num processo que alinha cada etapa do aprendizado (conhecimentos/habilidades do aluno; conhecimentos e riscos envolvidos no ato de dirigir, e a autoavaliação; ou seja, chama o aluno a refletir sobre como ele escolhe agir em cada situação enfrentada no trânsito.

O Seminário também discutiu propostas que visam a melhoria no trânsito e a consequente redução de mortos e feridos graves, elaboradas pelos 15 grupos de trabalho constituídos na edição do Urbanidade do ano passado. São três grupos para cada um dos eixos de ação determinados pela ONU (Organização das Nações Unidas): infraestrutura e gestão, fiscalização, saúde, educação e segurança veicular, que elaboram propostas que possam contribuir para o trânsito e que podem se transformar em ações, campanhas ou políticas públicas para esta finalidade. Após a discussão das propostas ficou estabelecida a realização de um novo seminário, inicialmente marcado para o mês de maio de 2017, para a entrega e discussão final dos trabalhos.

Fonte: ONSV

Confira imagens do evento:

News

Tempo de férias: Como evitar acidentes com as crianças de 1 a 4 anos

criancas-300x336Afogamentos, quedas, ocorrências de trânsito, queimaduras e engasgamento vitimam muitas crianças de um a quatro anos. Essa é a faixa etária que inspira muita atenção por parte dos familiares e cuidadores. Nessa fase, a criança é curiosa e independente, mas não percebe os perigos e como evitá-los.

Por isso, sempre é bom saber como prevenir, especialmente nessa época de férias.

Confira as dicas da ONG Criança Segura, parceira SBAIT :

. Afogamento

. Queda

. Queimadura

. Trânsito

. Sufocação e Engasgamento

Fonte:  http://criancasegura.org.br/  

Fechar