Tag

P.A.R.T.Y. Brasil

P.A.R.T.Y. Brasil, Prevenção

São José dos Campos tem queda de 50% nas mortes de jovens no trânsito

São José dos Campos teve redução de 50% no número de mortes de jovens entre 18 e 29 anos no trânsito no primeiro semestre deste ano, na comparação com o mesmo período de 2018. Foram registrados 6 óbitos de janeiro a junho contra 12 do ano passado.

Os dados, divulgados são do Infosiga, banco de dados do governo do Estado de São Paulo sobre acidentes de trânsito. O balanço corresponde aos acidentes de trânsito nas vias urbanas, sob jurisdição municipal.

Várias ações de prevenção são realizadas no município, como as edições do P.A.R.T.Y. Brasil, em parceria com a SBAIT.

Confira a matéria na íntegra, no portal SP Repórter: São José dos Campos tem queda de 50% nas mortes de jovens no trânsito

Foto: PMSJC

P.A.R.T.Y. Brasil

Convite – P.A.R.T.Y. Brasil

A Liga do Trauma da Unicamp convida todas as Instituições interessadas em conhecer o Programa P.A.R.T.Y. ( Prevenção do Trauma Relacionado ao Álcool na Juventude) a comparecerem na edição especial do P.A.R.T.Y. Campinas, em 28 de maio de 2019.
Essa é uma oportunidade para conhecer na prática uma edição do Programa, que já possui núcleos em diversas regiões do Brasil: Ribeirão Preto (SP), Campinas Unicamp (SP), Campinas- PUC Campinas, (SP),
Vitória (ES), São Luis (MA), Sorocaba (SP), São José dos Campos (SP), Canoas (RS), Maceió (AL).

Sobre o programa

O Programa P.A.R.T.Y. é voltado a jovens de 15 a 18 anos, cursando o Ensino Médio. Eles são convidados a vivenciarem uma edição do P.A.R.T.Y. em sua localidade, onde participam de palestras com parceiros ( representantes do SAMU, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, profissionais do Trânsito e de áreas de saúde) que mostram a eles as consequências que uma decisão de beber e dirigir pode acarretar, já que essa é uma idade em que estão prestes a adquirirem a licença para dirigir.

O momento da vivência é um dos pontos altos do encontro, onde os alunos possuem a oportunidade de conversar com pacientes vítimas reais do Trauma e conhecer a estrutura do Hospital envolvida no atendimento a esses pacientes e sua reabilitação. Em seguida, também conversam com voluntários do programa que convivem com sequelas do trauma no trânsito.

Estão entre os objetivos do programa P.A.R.T.Y. : Educar os jovens a reconhecerem os riscos no trânsito, Conscientizar os jovens sobre a responsabilidade pessoal por suas escolhas, aumentar o conhecimento dos jovens sobre as consequências da lesão na qualidade de vida para o indivíduo, família, amigos e comunidade, promover iniciativas de prevenção de trauma e contribuir para a redução da incidência do trauma relacionada com o uso de álcool na juventude.

História

O Programa P.A.R.T.Y. – Prevenção do Risco de Trauma Relacionado ao uso de Álcool na Juventude, foi iniciado no Centro de Ciências da Saúde de Sunnybrook – Canadá, em janeiro de 1986 com a ajuda de uma enfermeira emergencista, a enfermeira Joanne Banfield.

O Programa foi moldado e desenvolvido primeiramente por membros da equipe de trauma do Hospital de Sunnybrook, onde o índice de acidentes de adolescentes mortos ou gravemente feridos em acidentes de trânsito era alto.

Desde o primeiro P.A.R.T.Y, na década de 80, o programa tem crescido imensamente. Atualmente ele é bem difundido em todo o Canadá e já se expandiu para outros países como: Austrália, Brasil, Japão, Alemanha e Estados Unidos, tendo mais de 1 milhão de jovens conscientizados; Inclui mais de 100 sites ao redor do mundo e continua a crescer e desenvolver-se tanto no Canadá quanto internacionalmente.

O P.A.R.T.Y. foi implantado no Brasil pela USP de Ribeirão Preto/SP em 2008 e na Unicamp em Campinas em 2010.

A SBAIT implantou o P.A.R.T.Y. Brasil em 2013, buscando a prevenção primária do trauma em jovens prestes a obter a Carteira Nacional de Habilitação, CNH.  O modelo seguido é utilizado em todo o mundo e seus resultados são reconhecidos pela comunidade científica internacional.

Visite o site do Programa P.A.R.T.Y. Canadá: www.partyprogram.com

Saiba mais sobre o P.A.R.T.Y. Brasil:
https://programapartybrasil.wordpress.com/


CONVITE

Conheça o P.A.R.T.Y. Brasil / Campinas – Unicamp

Data: 28/05/19
Local: Auditório do Hospital de Clínicas da Unicamp.
Informações: ligadotraumaunicamp@gmail.com

P.A.R.T.Y. Brasil

P.A.R.T.Y. Brasil completa 10 anos de atividades

No último dia 04 de outubro, o Programa P.A.R.T.Y. Brasil comemorou oficialmente 10 anos de atividades. A comemoração ocorreu em Ribeirão Preto/SP, primeiro núcleo do Programa no país, que já atendeu mais de seis mil jovens em 160 encontros.

A comemoração contou com cerca de 100 convidados e com a presença de pessoas importantes para a história do P.A.R.T.Y. no Brasil, como Dra Ana Helena Parra, coordenadora P.A.R.T.Y. Ribeirão Preto, Dr Sandro Scarpelini, atual secretário de saúde de Ribeirão Preto /SP, Dr José Mauro da Silva Rodrigues, presidente SBAIT e representantes de núcleos do P.A.R.T.Y. no país.

O evento foi realizado no Centro de Convenções Ribeirão Preto, com uma exposição de quadros do artista João Batista Elias Ribeiro, voluntário do programa, que começou a pintar quadros após um acidente que o deixou tetraplégico.

O programa, de origem canadense, tem como objetivo alertar os jovens sobre os riscos de consumir bebida alcoólica e dirigir. Através de uma parceria com várias instituições da cidade, como Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e prefeitura, os jovens assistem a várias palestras, vídeos e a depoimentos de pessoas que ficaram com sequela após algum tipo de trauma. O objetivo é que esses depoimentos sensibilizem os jovens para as consequências de seus atos e a forma como escolhas erradas podem afetar a si próprios e a seus familiares.

Desde sua implementação, em 2008  na cidade de Ribeirão Preto, o sucesso do Programa na cidade inspirou e motivou outras localidades a implantarem o P.A.R.T.Y. Hoje, além de Ribeirão Preto, ele já está presente em sete cidades e quatro Estados brasileiros: Campinas (SP), Sorocaba (SP), São José dos Campos (SP), Vitória (ES), São Luís (MA),  Canoas (RS) e Maceió (AL). Em breve, novos núcleos serão implantados no país.

O principal objetivo  é que cada pessoa sensibilizada seja capaz de reconhecer situações de risco em potencial para adotar comportamentos que minimizem exposições desnecessárias, além de multiplicar o aprendizado na família e na comunidade.

Confira as imagens do evento na galeria de imagens: Comemoração 10 anos P.A.R.T.Y. Brasil 

Dra Ana Helena Parra, coordenadora do P.A.R.T.Y. Ribeirão Preto ( ao cento), com representantes de núcleos P.A.R.T.Y. no Brasil.  (Campinas/SP , São José dos Campos/SP e Sorocaba/SP)

 

Exposição do artista João Batista Elias Ribeiro, voluntário do programa,

 

Saiba mais sobre o programa acessando:

https://programapartybrasil.wordpress.com/ 

Para saber como implantar um Núcleo P.A.R.T.Y. em sua cidade, entre em contato pelo email:  partybrasil@sbait.org.br

P.A.R.T.Y. Brasil, SBAIT

Diretor da SBAIT visita Programa P.A.R.T.Y. em Toronto, Canadá

Prof. Gustavo P. Fraga, coordenador do comitê de prevenção da SBAIT , visitou a sede do Programa P.A.R.T.Y. (Prevenção do Trauma Relacionado ao Álcool na Juventude) no Sunnybrook Health Sciences Centre, em Toronto, Canada.

A visita ocorreu em 24 de setembro e Dr Fraga foi recebido por Shari Thompson-Ricci, coordenadora da sede do Programa P.A.R.T.Y. e Sharon Ramagnano, Gerente dos Serviços de Trauma do “Programa de Trauma, Emergência e Cuidados Críticos” do Sunnybrook HSC.  Durante o encontro foi discutido sobre o Programa P.A.R.T.Y. no Brasil, lançado em 2008 em Ribeirão Preto e funcionando em Campinas/SP desde 2010, com a Liga do Trauma da Unicamp. Atualmente o Programa P.A.R.T.Y. também está implantado em outras regiões do país: Sorocaba/SP, Vitória/ES, São Luís/MA, Canoas/RS e São José dos Campos/SP.

Prof. Fraga sugeriu organizar o próximo encontro de coordenadores do P.A.R.T.Y. com cirurgiões e enfermeiros de diferentes países em Campinas/SP, em abril de 2019, com o apoio da SBAIT.

Conheça mais sobre o Programa:

http://partyprogram.com/

P.A.R.T.Y. Brasil

Internacional, P.A.R.T.Y. Brasil

SBAIT esteve representada em Reunião Internacional do Programa P.A.R.T.Y.

No mês de Fevereiro, Alcir Escocia Dorigatti, membro desde 2012, representou a SBAIT no Canadá durante o “P.A.R.T.Y. Headquarters in-person coordinators meeting”. O Programa P.A.R.T.Y. começou no Brasil há cerca de dez anos em Ribeirão Preto, sendo Campinas seu segundo núcleo; e hoje em processo de expansão para vários lugares do país. O jovem cirurgião já havia representado a SBAIT em 2013, quando foi acordado a parceria com os criadores canadenses, ficando sob responsabilidade do Comitê de Prevenção da SBAIT a organização do processo de criação e manutenção de novos lugares a executar o programa.

Nesta oportunidade, Alcir apresentou a experiência brasileira com o programa e propôs novos passos a serem dados em conjunto com os outros núcleos. Também foram reafirmados acordos firmados anteriormente; com todos os programas brasileiros atuando sob a chancela  e responsabilidade da SBAIT.

Alcir com Prof. Dr. Sandro Rizoli, durante estágio observacional no St Michael Hospital

Alcir também realizou estágio observacional de uma semana no St. Michael Hospital (SMH), vinculado à Universidade de Toronto, em Toronto, Canadá, sendo recebido pelo Prof. Dr. Sandro Rizoli, professor do Departamento de Cirurgia e de Critical Care Surgery da Universidade de Toronto. No mesmo período, participou de cursos e do TAC 2018 (Trauma Association of Canada Congress) representando o Brasil.
News

São José dos Campos lança o Programa P.A.R.T.Y. Brasil na cidade

No dia 28 de junho foi realizado o primeiro Programa P.A.R.T.Y. Brasil em São José dos Campos (SP), recebendo os alunos do primeiro ano da Faculdade de Ciências Médicas de São José dos Campos – Humanitas.

O P.A.R.T.Y São José dos Campos conta com a organização e realização do Hospital Municipal Dr José de Carvalho Florence e da Prefeitura Municipal, através das Secretarias de Saúde e de Mobilidade Urbana.

O Programa conta também com  as entidades parcerias: SAMU, GRAU, Corpo de Bombeiros, Polícia Rodoviária Estadual e Federal, Secretaria Estadual de Educação, Centro de Reabilitação Lucy Monteiro, SPDM, Câmara Municipal e o Serviço de Cirurgia do Trauma do Hospital Municipal Dr José de Carvalho Florence.

Danilo Stanzani, membro da comissão organizadora, reforça que “50% dos traumas graves por ocorrência de trânsito em SJC são em pacientes entre 14 e 29 anos. Queremos mudar esta história” .

O programa foi destaque da matéria exibida pela TV Vanguarda ( Globo): Jovens são os que mais sofrem acidente graves de trânsito em São José

A SBAIT deseja boas vindas e sucesso à equipe do Programa P.A.R.T.Y. São José dos Campos.

News

P.A.R.T.Y. Campinas especial recebe interessados em implantar o programa em diversas regiões do país

P.A.R.T.Y. Campinas especial, com 18 convidados interessados em implantar o Programa em suas cidades.

O P.A.R.T.Y. Campinas desta terça-feira, 16, foi especial. Além de receber 40 alunos da EE Carlos Gomes, também reuniu representantes de Serviços de diversas regiões do país, interessados em conhecer mais detalhadamente o funcionamento do programa com o objetivo de implantar em suas regiões.

Estiveram presentes 18 convidados de São José dos Campos (SP), Campinas (SP), Manaus (AM), Maranhão (MA), Maceió (AL), Passo Fundo (RS), Canoas (RS) e Florianópolis (SC).

Em Campinas (SP) atualmente há dois centros do Programa P.A.R.T.Y.  ( Unicamp e PUC Campinas), sendo que em breve poderá ser implantado o terceiro centro na cidade, no Hospital Mário Gatti. Dessa forma, todos hospitais terciários públicos da cidade possuirão centro ativo do Programa P.A.R.T.Y.

Thiago Calderan, orientador da Liga do Trauma da Unicamp, frisa que “é muito importante a ampliação do programa P.A.R.T.Y em outros centros do Brasil e mundo para estimular a prevenção ao trauma”. Ele ressalta ainda que “para montar um programa é essencial que os envolvidos vivenciem esta experiência e respeitem os princípios do P.A.R.T.Y., originado no Canadá. Este foi o segundo passo, segundo ele. O primeiro é querer. O terceiro está em firmar parcerias, porque nenhum centro na situação do Brasil consegue manter e crescer sem parcerias firmes”, reforça.

A edição especial do P.A.R.T.Y. Campinas fez parte da programação do Maio Amarelo na cidade, aproveitando a presença dos convidados que também participarão da II Jornada SBAIT de Prevenção ao Trauma e II Simpósio Internacional do Programa P.A.R.T.Y, que contará com a presença da fundadora do Programa P.A.R.T.Y., Joanne Benfield. Esses   eventos ocorrerão durante o “Campinas 2017”, que reunirá de 18 a 20 de maio em Campinas (SP), três grandes eventos, incluindo o XIX Congresso Brasileiro das Ligas de Trauma.

Sobre o Programa P.A.R.T.Y. 

O Programa P.A.R.T.Y.  (Prevenção do Risco de Trauma Relacionado ao uso de Álcool na Juventude) foi iniciado no Centro de Ciências da Saúde de Sunnybrook em janeiro de 1986 com a ajuda da enfermeira emergencista Joanne Banfield. Desde então, o Programa P.A.R.T.Y. foi entregue a mais de 1 milhão de jovens e já expandiu-se para mais de 100 programas ao redor do mundo.

Voltado para estudantes que cursam os últimos anos do Ensino Médio, faixa etária prestes a obter a Carteira Nacional de Habilitação – CNH, o programa propõe uma reflexão com esses jovens sobre os riscos que estão sujeitos no trânsito, caso escolhas ruins sejam feitas. Durante as oficinas, os estudantes assistem palestras e conhecem de perto a realidade de uma

P.A.R.T.Y. Brasil

O primeiro Programa P.A.R.T.Y. no Brasil  foi implantado em Ribeirão Preto no ano de 2008 e a partir daí cresceu para as cidades de Sorocaba, Vitória e Campinas, atuando com dois centros. Em 2013, tornou-se P.A.R.T.Y. Brasil, vinculado à Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado (SBAIT). Objetivo é ampliar o programa para todas as regiões do país.

Para saber mais sobre o P.A.R.T.Y., visite o site P.A.R.T.Y. Brasil ou entre em contato com o CoBraLT ( Comitê Brasileiro das Ligas de Trauma) .

Saiba mais informações sobre como implantar um P.A.R.T.Y. em sua região acessando o post: Workshop explica a acadêmicos os passos para a implantação do P.A.R.T.Y. em suas cidades

Confira momentos do P.A.R.T.Y. Campinas especial do dia 16/05.

News

SBAIT informa ocorrência fatal com colaboradora P.A.R.T.Y. Brasil

marcela-rezende-rota-das-bandeiras

Marcela Rezende, ( primeira a esquerda), faleceu no dia 03 de setembro, vítima de ocorrência no trânsito

Com pesar, a SBAIT e equipe P.A.R.T.Y. Brasil comunicam o falecimento de Marcela Resende, responsável pela área de Responsabilidade Social da Concessionária Rota das Bandeiras.

Marcela esteve envolvida diretamente em diversas ações do P.A.R.T.Y. Campinas, projeto de prevenção do trauma relacionado ao álcool na juventude. Lamentavelmente envolveu-se em uma ocorrência de trânsito no dia 03 de setembro, na rodovia MG-050 ao retornar  de um treinamento em Belo Horizonte.

A SBAIT lamenta o ocorrido, solidarizando-se com familiares e amigos e reforça que seguirá cumprindo a meta de trabalhar com a prevenção, para que tragédias como essas deixem de ocorrer em nossas estradas.

News

Workshop explica a acadêmicos os passos para a implantação do P.A.R.T.Y. em suas cidades

Objetivo é ampliar o número dos núcleos do programa no Brasil

foto party 1

Integrantes do Programa P.A.R.T.Y. Campinas compartilhando sua experiência com o programa durante o workshop

Um workshop sobre o  P.A.R.T.Y.  (Prevenção do Risco de Trauma Relacionado ao Uso de Álcool na Juventude) Brasil explicou a acadêmicos do XVII CoLT (Congresso Brasileiro das Ligas do Trauma) como funciona o programa e quais os procedimentos para implantá-lo em suas cidades.  O objetivo é despertar o interesse dos alunos para que o P.A.R.T.Y. seja levado para um número cada vez maior de universidades. Atualmente, ele funciona em cinco municípios: Ribeirão Preto (SP), Campinas (SP), Vitória (ES), Sorocaba (SP) e São Luís (MA).

party 2

Palestra recebeu grande número de Ligas interessadas na implantação do P.A.R.T.Y.

No Brasil, o P.A.R.T.Y. é coordenado pela SBAIT e executado por acadêmicos de Ligas do Trauma ou de Urgência. De origem canadense, sua primeira edição aconteceu em 1986. Em nosso País, chegou em 2008, em Ribeirão Preto, primeira cidade que desenvolveu o projeto. Ele é um programa preventivo, desenvolvido com adolescentes que ainda vão tirar a CNH (Carteira Nacional de Habilitação). O objetivo é orientá-los sobre os riscos de ingerir bebida alcoólica e dirigir entre outros riscos no transito decorrentes de suas escolhas.

Os resultados são tão positivos que, no Canadá,  a participação no programa fica registrada na carteira de habilitação, o que permite monitorar sua eficiência. Estudos apontam que as pessoas que participam do P.A.R.T.Y. se envolvem menos em acidentes ao longo da vida.

Basicamente, o programa é feito em um único dia, por meio período. Os adolescentes vão até um auditório dentro da universidade/hospital  participante onde assistem a várias palestras, com Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, alunos da Liga do Trauma e órgãos locais de trânsito, além de palestras com sequelados de acidentes, que contam o impacto que uma paralisaria, por exemplo, teve em sua vida. Esses depoimentos costumam sensibilizar os estudantes sobre o tema. Na sequência, eles visitam a enfermaria do hospital, momento em têm contato com outras vítimas de trauma.

Para viabilizar o P.A.R.T.Y., são fechadas parcerias com órgãos que possam fornecer o transporte e o lanche dos adolescentes, além dos que serão responsáveis pelas palestras. Em Campinas, por exemplo, o programa é desenvolvido com as escolas públicas e o transporte é feito pela empresa municipal de trânsito. Não é permitido vincular o programa a algum benefício econômico, já que ele é sem fins lucrativos, e nem a empresas de bebida alcoólica, bares, etc.

O primeiro passo para implantar o P.A.R.T.Y. em uma cidade é procurar a regional mais próxima do CoBralt (Comitê Brasileiro das Ligas do Trauma) para agendar uma visita a um P.A.R.T.Y. que funciona no Brasil, momento em que será possível conhecer o programa na prática. É importante destacar que o programa só pode ser implantado por alunos que não são de ligas acadêmicas quando a cidade não tiver nenhuma Liga. Se a cidade tiver Liga do Trauma ou de Urgência, a implantação deverá ser feita através da Liga, que precisa ser filiada ao CoBralt.

Após conhecer um núcleo do programa, os interessados precisam enviar uma carta ao Comitê de Prevenção da SBAIT, com todas as informações de como será feita a implantação: local (hospital), parceiros (PM, Bombeiros, etc.), público-alto (alunos, de que idade, que tipo de escola), como será feito o transporte do público-alvo, se será servido lanche, se há auditório para receber os visitantes, qual a periodicidade, etc. Enfim, é necessário informar toda a estrutura para a implantação.

É importante destacar que todas as parcerias feitas, inclusive com os órgãos públicos, precisam estar devidamente documentadas para que o programa realmente aconteça sem falhas. Outra dica interessante é definir o papel de cada um dentro do processo, principalmente dos acadêmicos que vão desenvolver o projeto, e um calendário prévio de visitas, de preferência semestral, para que todos os envolvidos possam se programar com antecedência.

News

P.A.R.T.Y. vira tema de programa de televisão e é veiculado para 300 cidades

DSC_0228

Maíra, Rafael e Melissa, integrantes da Liga do Trauma da Unicamp, a apresentadora do programa, Hebe Rios, Dr Gustavo P. Fraga e o piloto Tiago Rodrigues de Souza

A combinação álcool e direção foi abordada pelo EPTV Comunidade no último sábado

O P.A.R.T.Y.  (Prevenção do Risco de Trauma Relacionado ao Uso de Álcool na Juventude) Brasil foi tema do EPTV Comunidade, exibido no último sábado pela EPTV (Afiliada à Rede Globo) a 300 municípios das regiões Central, Campinas, Ribeirão Preto e Sul de Minas. Durante 40 minutos, foram abordados os riscos da combinação álcool e direção e a importância de ações preventivas como as do P.A.R.T.Y., que acontece em Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), Sorocaba (SP), São Luís (MA) e Vitória (ES).

DSC_0220O programa foi transmitido, ao vivo, diretamente de uma pista de arrancada localizada em Campinas. No local, estavam o Dr. Gustavo Fraga, professor da Unicamp e presidente da SBAIT (Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado) e os membros da Liga do Trauma da Unicamp Renato Schneider Laurito,Melissa de Barros Meneghetti e Maíra Bianquim Torrezan. Eles foram entrevistados pela apresentadora Hebe Rios durante todo o programa para explicar como funciona o P.A.R.T.Y. e como é feita a abordagem de um tema tão importante com os jovens.

Além deles, também foram entrevistados o piloto Tiago Rodrigues de Souza, que abordou os efeitos do álcool nos reflexos do motorista, e a psicóloga Aline Alves de Lima, que estava no estúdio para explicar a parte psicológica da prevenção e dos traumas sofridos após um acidente. A repórter Fernanda Câmara, da EPTV São Carlos, também teve uma participação ao vivo ao lado do advogado Eduardo Burihan, que falou sobre os aspectos legais de um acidente de trânsito envolvendo pessoas embriagadas.

Durante o programa, foram veiculadas várias reportagens com diferentes abordagens DSC_0224acerca do tema direção e álcool. Entre elas, uma que foi gravada no Hospital de Clínicas da Unicamp na última edição do P.A.R.T.Y. em Campinas, no dia 21 de outubro, quando 80 alunos da Escola Estadual Felipe Cantúsio visitaram o local.

A ideia de fazer um EPTV Comunidade sobre este tema foi sugerida à produção do programa pela SBAIT, com o objetivo de ampliar a divulgação de um assunto tão importante. Para se ter uma ideia, segundo levantamento o Observatório Nacional de Segurança Viária, em 2013, 284.061 pessoas ficaram inválidas e outras 38.011 morreram em decorrência de acidentes de trânsito no Brasil.

O P.A.R.T.Y. é um programa de origem canadense e tem como objetivo desenvolver um trabalho preventivo com adolescentes, a fim de orientá-los sobre os riscos de ingerir bebida alcoólica e dirigir. Ele foi trazido ao Brasil pelo vice-presidente da SBAIT, Dr Sandro Scarpelini, e pela Dra Ana Helena Parra, em 2008. Inicialmente, foi implantado em Ribeirão Preto, mas logo despertou interesse de outros municípios.

DSC_0225Em Campinas, o P.A.R.T.Y. chegou em 2010 e é organizado na Unicamp pela Liga do Trauma, coordenada pelo Dr. Thiago R. A. Calderan. Patrocinado pelo PET (Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde), do Ministério da Saúde,  o programa trabalha diretamente com jovens que ainda vão tirar a Carteira Nacional de Habilitação. Através de uma parceria com a EMDEC (Empresa de Desenvolvimento de Campinas) e a Prefeitura Municipal de Campinas, os jovens são levados ao auditório do HC da Unicamp, onde assistem a várias palestras com outros parceiros do programa: Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, SAMU e a concessionária Rota das Bandeiras.

DSC_0217Após as palestras, os estudantes tem a oportunidade de visitar as enfermarias do hospital e conversar com pacientes vítimas de diversos tipos de trauma. É uma forma de o assunto sair da teoria e conscientizar de forma mais produtiva esses adolescentes. Em um terceiro momento, os participantes são convidados e ouvir o depoimento de dois voluntários, a Joyce Aparecida Lino Almeida  e o WashingtonConceição de Moura. Ela ficou paralítica após um acidente de trânsito e ele, depois de sofrer uma lesão na coluna após um mergulho na piscina. De uma maneira muito humana, que emociona a maior parte dos alunos, eles falam sobre suas vidas e sobre como superaram as limitações impostas pelas sequelas que sofreram.

Em cada uma das cidades onde o P.A.R.T.Y. é realizado, há parceiros e voluntários diferentes, mas o objetivo e o roteiro do programa sempre são padronizados para que os objetivos iniciais sejam atingidos.

Confira os quatro blocos do programa EPTV Comunidade ( 25/10/2014) acessando os links:

EPTV Comunidade – Perigos de direção após consumo de álcool – Bloco 1

EPTV Comunidade – Perigos de direção após consumo de álcool – Bloco 2

EPTV Comunidade – Perigos de direção após consumo de álcool – Bloco 3

EPTV Comunidade – Perigos de direção após consumo de álcool – Bloco 4

Fechar