Tag

Curso Desastres

News

Curso ADMR é realizado em São José do Rio Preto (SP)

Curso ADMR realizado em São José do Rio Preto 04/05/17

Foi realizado no dia 04 de maio mais uma edição do Curso ADMR – Resposta Médica Avançada a Desastres. O curso foi realizado na FAMERP, em São José do Rio Preto (SP) e reuniu 8 alunos , contando com a participação dos instrutores Dr Elcio Hirano, Dr Antonio Onimaru e Dra Josiene Germano.

O Curso ADMR é composto por  aulas teóricas, com oito horas de duração, abordando os seguintes temas: gestão e sistema de comando em situação de desastres; ABC de resposta a desastres; descontaminação; agentes radioativos, biológicos e químicos; lesões por explosão e por esmagamento; resposta psicológica em desastres; além da atuação do SAMU no atendimento em desastres.

Para saber mais, acesse: http://www.cursosbait.com.br/

News

Curso de Desastres é realizado em Botucatu (SP)

Bom público participou do curso

Bom público participou do curso

Foi realizado no dia 14 de junho na Faculdade de Medicina de Botucatu (UNESP), em Botucatu, SP,  mais um Curso de Resposta Médica Avançada em Desastres (ADMR), que é promovido pela SBAIT e Sociedade Panamericana de Trauma (SPT). O curso foi organizado pela Liga de Pediatria da UNESP sob coordenação da Dra Joelma Martin.

O curso teve como instrutores o Dr. José Cruvinel Neto, Dr. Bruno M. T. Pereira e o Dr Cesar V. Carmona e reuniu 98 participantes.

Abaixo, galeria de imagens do evento:

 

News

O plano da SBAIT na coordenação da resposta a catástrofes foi apresentado nesta quarta-feira, na última aula do Curso de Desastres

Na última aula do Curso Internacional de Resposta Médica Avançada, realizada nesta quarta-feira (30/04), o presidente da SBAIT, Dr Gustavo P. Fraga apresentou o plano da SBAIT na coordenação da resposta a catástrofes.

Dr Jorge Cury, vice-presidente da AMB, em sua participação durante a aula

Dr Jorge C. M. Curi, vice-presidente da AMB, em sua participação durante a aula

Inicialmente foi apresentada uma breve retrospectiva das iniciativas relacionadas à capacitação em atendimento em múltiplas vítimas e desastres no Brasil. O lançamento do Manual de Treinamento – Atendimento em Desastres (1999)  e a realização do Projeto Trauma, uma iniciativa da SBAIT em parceria com outras Entidades, com apoio do Colégio Brasileiro de Cirurgiões (CBC), Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT), Corpo de Bombeiros, Ministério da Saúde, CFM e Fundação Faculdade de Medicina USP, marcaram o início dessa história. Lembrando que também em 1999 foi realizado em SP o primeiro grande simulado do Brasil, reunindo cerca de 500 pessoas, em um momento em que a rede SAMU encontrava-se ainda em implantação. Na época o simulado gerou grande repercussão, muitos municípios começaram a realizar simulados locais e iniciou-se, desde então,  discussão  sobre a importância desse tema. Pode-se concluir, portanto, que há 15 anos o assunto “Desastres” é abordado no Brasil.

INTO-RJ

INTO-RJ

A parceria entre a SBAIT e a SPT ( Sociedade Panamericana do Trauma), em junho de 2008 ampliou a capacitação dos profissionais no atendimento em Desastres, com a realização do Curso de Resposta Médica Avançada em Desastres (ADMR) em todo o país. O início das reuniões via telemedicina, em 2010 e a realização de vários congressos e eventos também foram um destaque para a capacitação dos profissionais

UFC -CE

UFC -CE

A Residência Médica é a melhor maneira de capacitar um médico portanto, a SBAIT tem trabalhado para difundir programas de Residência Médica em Cirurgia do Trauma em todo o país e ampliar o programa de Residência Médica para dois anos, o que propiciará o aprimoramento da formação dos futuros profissionais e consequentemente, a qualidade do atendimento ao traumatizado, inclusive em situações de Desastres.

Em relação ao plano da SBAIT na coordenação da resposta a catástrofes, algumas ações já estão previstas e serão implantadas a partir desse momento, como:

  • definir um curso/ treinamento padrão para todo Brasil
  • envolver várias Sociedades Médicas e Entidades que possuem interesse no assunto.
  • treinamentos práticos/simulações.
  • cadastro de sócios voluntários para a Copa do Mundo.
  • reuniões semanais via telemedicina até o final da Copa.
  • criar SIG na Rede RUTE

Participaram da décima primeira aula, os Centros:

UFSC (SC), UJFJ ( Juiz de Fora-MG), HULW-UFPB ( João Pessoa-PB), Hospital José Frota (Fortaleza-CE), UFTM (Uberaba – MG) , Hospital das Clínicas -UNICAMP ( Campinas – SP),  UFU (Uberlândia -MG), Hospital Miguel Arraez – (Recife- PE), Hospital Risoleta Neves (MG) , INTO ( RJ) e Unifesp – HSP ( São Paulo- SP).

O curso foi realizado em parceria com a SPT (Sociedade Panamericana do Trauma) e RUTE (Rede Universitária de Telemedicina).

A SBAIT agradece aos Centros e profissionais que participaram do Curso e informa que os encontros semanais serão retomados em junho e mantidos até o final da Copa do Mundo. Em breve, novas informações.

News

“Experiência no Atendimento do Desastre em Santa Maria”, tema da aula do Curso Internacional de Resposta Médica Avançada em Desastres

“Experiência no Atendimento do Desastre em Santa Maria”foi o tema da aula desta quarta-feira (16) no Curso Internacional de Resposta Médica Avançada em Desastres, que reuniu, via telemedicina, 12 Centros de diversas regiões do País.

curso desastres sta maria

Centros reunidos via telemedicina

O incêndio na Boate Kiss, ou tragédia de Santa Maria, como ficou conhecida, ocorreu em 27 de janeiro de 2013, deixou 242 mortos, 116 sobreviventes e muitas lições aprendidas referentes à segurança em casas noturnas e especialmente no preparo do atendimento de urgência à múltiplas vítimas no país.

Os convidados Daniel Fiterman Molinari e Rubem A. Citton Jr, médicos emergencistas de Porto Alegre, RS, que participaram diretamente do atendimento às vítimas da Boate Kiss, compartilharam com os participantes da aula, detalhes da experiência vivida durante o desastre, desde o cenário encontrado no local da cena, as horas iniciais do atendimento, as dificuldades e lições aprendidas.

Foi apresentada também a experiência no manejo hospitalar, detalhando as equipes, recursos envolvidos no atendimento e protocolos estabelecidos.

Finalmente, os convidados reforçaram a necessidade de se estudar mais prevenção e manejo de desastres, sugerindo inclusive que o termo manejo de desastres seja substituído por preparação para o desastre. Na verdade, segundo eles, ” o preparo é o que separa o desastre do incidente de múltiplas vítimas.”

frase4

” Espere o melhor, prepare-se para o pior”

Participaram da nona aula, os Centros:

UFSC (SC), UJFJ ( Juiz de Fora-MG), HULW-UFPB ( João Pessoa-PB), Hospital José Frota ( Fortaleza-CE), UFTM (Uberaba – MG) , Hospital das Clínicas -UNICAMP ( Campinas – SP),  UFU (Uberlândia -MG), Hospital Miguel Arraez – (Recife- PE), INTO – RJ, Hospital Risoleta Neves ( MG), Hospital Moinhos de Vento- RS e Unifesp – HSP ( São Paulo- SP).

O curso é realizado em parceria com a SPT (Sociedade Panamericana do Trauma) e RUTE (Rede Universitária de Telemedicina). As aulas ocorrem sempre às quartas-feiras, das 11h30 às 13h00. Os inscritos recebem o Manual de Resposta Médica Avançada.

A próxima aula será dia 23/04 . Saiba como inscrever seu Centro clicando aqui.

 

News

Vídeo apresenta o Sistema de Comando de Incidentes na Colômbia

Na quarta-feira (2), o  Major Juan Carlos Gomez-Rodriguez, Cirurgião de Trauma, Chefe do Departamento de Emergência do Hospital Militar Central e Integrante do Grupo Avançado de Cirurgia do Exército Nacional da Colômbia, apresentou a aula  “Sistema de Comando Intra Hospitalar e Simulações em Desastres” no Curso Internacional de Resposta Médica Avançada em Desastres via telemedicina.

A fim de exemplificar a importância de um Sistema de Comando Estruturado no caso de ocorrências de Desastres com múltiplas vítimas, apresentada durante a aula, o Major Juan compartilhou conosco um vídeo em que  ” Charlie, o  Comandante de Incidente ante una emergência o desastre”, mostra como o Sistema de Comando de Incidente é estruturado e aplicado na Colômbia.  O vídeo é uma realização do Hospital Militar Central de Bogotá e Universidad Militar Nueva Granada.

Confira, clicando na imagem abaixo:

Video Charlie

 

News

Sistema de Comando Intra Hospitalar e Simulações em Desastres, na oitava aula do Curso Internacional de Resposta Médica Avançada em Desastres

centros dia 020414

Centros de Diversas regiões do país participaram da oitava aula do Curso

Nesta quarta-feira (02), o Curso de Resposta Médica Avançada em Desastres contou com a presença do convidado internacional Major Juan Carlos Gomez-Rodriguez, Cirurgião de Trauma, Chefe do Departamento de Emergência do Hospital Militar Central – Bogotá – Colômbia e Integrante do Grupo Avançado de Cirurgia do Exército Nacional da Colômbia.

Apresentando o tema: “Sistema de Comando Intra Hospitalar e Simulações em Desastres”, Dr Juan apresentou pontos importantes em situações de desastres, como a estruturação de um sistema de comando intra hospitalar e a importância de treinamento e simulação para essas

frase kofi

Frase apresentada pelo Major Juan em sua aula

ocorrências.

Dr Juan também compartilhou com os participantes durante a aula,  a experiência do Exército colombiano em desastres e terrorismo.

Para saber mais, acesse o Vídeo ” Charlie – Comandante de Incidente ante una emergência o desastre”, do Hospital Militar Central de Bogotá e Universidad Militar Nueva Granada.

Participaram da oitava aula, os Centros:

UFSC (SC), UJFJ ( Juiz de Fora-MG), HULW-UFPB ( João Pessoa-PB), Hospital José Frota ( Fortaleza-CE), UFTM (Uberaba – MG) , Hospital das Clínicas -UNICAMP ( Campinas – SP),  UFU (Uberlândia -MG), Hospital Miguel Arraez – (Recife- PE), Hospital Risoleta Neves ( MG) e Unifesp – HSP ( São Paulo- SP).

O curso é realizado em parceria com a SPT (Sociedade Panamericana do Trauma) e RUTE (Rede Universitária de Telemedicina) e abordará temas relevantes para o atendimento em desastres, como resposta psicológica, agentes radioativos, biológicos e químicos,  entre outros.

As aulas ocorrem sempre às quartas-feiras, das 11h30 às 13h00. Os inscritos recebem o Manual de Resposta Médica Avançada.

A próxima aula será dia 09/04 . Saiba como inscrever seu Centro clicando aqui.

 

News

“Lesões por esmagamento”, foi o tema da sétima aula do Curso Internacional de Resposta Médica Avançada em Desastres

Sandro Rizoli, curso desastres

Dr Sandro Rizoli ( ao centro), diretamente do Canadá, durante sua aula.

“Lesões por esmagamento” foi o tema da sétima aula do Curso Internacional de Resposta Médica Avançada em Desastres, com o convidado Dr Sandro Rizoli , cirurgião do trauma, atual chefe do serviço de Trauma and Acute Care do St. Michael’s Hospital e Professor Titular de Cirurgia e Medicina Intensiva da Universidade de Toronto. Dr Sandro é membro honorário da SBAIT e apresentou sua aula diretamente do Canadá.

Dr. Sandro iniciou sua aula esclarecendo que na verdade, “Esmagamento não é tão incomum, podendo ocorrer em grandes catástrofes, como terremotos, uma erupção de vulcão, mas também devido a desmoronamentos, desabamento de casas ou um prédio ou até mesmo no caso em que um indivíduo encontra-se entre dois carros ou entre um carro e uma parede, por exemplo”.

Na sequência, Dr Sandro abordou os pontos principais da aula, como a resposta fisiopatológica  e o tratamento médico de lesão por esmagamento, compreendendo a lesão em si, a síndrome do esmagamento e complicações secundárias. Dr Sandro lembrou ainda que a incidência nas lesões por esmagamento é de 74% nas extremidades inferiores, 10% nas extremidades superiores e 9% no tronco.

Finalizando, Dr Sandro ressalta a importância  do rápido e efetivo tratamento às vítimas, desde a cena: “Quanto mais rápido o indivíduo for tratado, maiores as chances dele sobreviver, e sobreviver sem consequências”.

Participaram da sétima aula, os Centros:

UFSC (SC), INTO (RJ), UJFJ ( Juiz de Fora-MG), HULW-UFPB ( João Pessoa-PB), Hospital José Frota ( Fortaleza-CE), Hospital Miguel Arraes (Grande Recife-PE), UFTM (Uberaba – MG) , Hospital das Clínicas -UNICAMP ( Campinas – SP), Hospital Risoleta Neves ( MG) e Unifesp – HSP ( São Paulo- SP).

O curso é realizado em parceria com a SPT (Sociedade Panamericana do Trauma) e RUTE (Rede Universitária de Telemedicina) e abordará temas relevantes para o atendimento em desastres, como resposta psicológica, agentes radioativos, biológicos e químicos,  entre outros.

As aulas ocorrem sempre às quartas-feiras, das 11h30 às 13h00. Os inscritos recebem o Manual de Resposta Médica Avançada.

A próxima aula será dia 02/04 . Saiba como inscrever seu Centro clicando aqui.

News

Lesões por explosões – Tema da sexta aula do Curso Internacional de Resposta Médica Avançada em Desastres

aula 6 curso desastres dr mario

Dr Mário Eduardo Mantovani, durante sua aula sobre “Lesões por explosão”

Nesta quarta-feira (19) foi realizada a sexta aula do Curso Internacional de Resposta Médica Avançada em Desastres via telemedicina, com o tema “Lesões por Explosão”, com o convidado Dr Mário Eduardo Mantovani, instrutor do curso ADMR SPT/ SBAIT.

Foram apresentados durante a aula os tipos de lesões, a fisiopatologia e complicações secundárias das lesões por explosão.

Dr Mário lembrou aos participantes que as lesões por explosões podem ser causadas por diferentes tipos de catástrofes, mas o terrorismo, entretanto, é o mais desafiador para a equipe de atendimento, pois  o objetivo do terrorista nem sempre é causar óbitos, mas sim, uma comoção geral da população e gerar pânico, o que dificulta o atendimento.

Foram exemplificadas ainda as características das diferentes categorias de explosivos ( alta e baixa energia), bem como as lesões primárias, secundárias e terciárias por explosão.  

centros dia 19

Centros participantes

Participaram da sexta aula, os Centros:

UFSC (SC), INTO (RJ), UJFJ ( Juiz de Fora-MG), HULW-UFPB ( João Pessoa-PB), Hospital José Frota ( Fortaleza-CE), Hospital Miguel Arraes (Grande Recife-PE), UFTM (Uberaba – MG) , Hospital das Clínicas -UNICAMP ( Campinas – SP), Hospital Risoleta Neves ( MG) e Unifesp – HSP ( São Paulo- SP).

O curso é realizado em parceria com a SPT (Sociedade Panamericana do Trauma) e RUTE (Rede Universitária de Telemedicina) e abordará temas relevantes para o atendimento em desastres, como resposta psicológica, agentes radioativos, biológicos e químicos, lesões por por esmagamento, entre outros.

As aulas ocorrem sempre às quartas-feiras, das 11h30 às 13h00. Os inscritos recebem o Manual de Resposta Médica Avançada.

A próxima aula será dia 26/03 . Saiba como inscrever seu Centro clicando aqui.

Uncategorized

Descontaminação – tema da quinta aula do Curso Internacional de Desastres via telemedicina

aula 5 curso desastres

Centros participantes do Curso

Nesta quarta-feira (12), Centros de várias regiões do país reuniram-se via telemedicina para acompanhar a quinta aula do Curso Internacional de Resposta Médica Avançada em Desastres, que teve como convidado o Dr Ricardo Galesso (GRAU-SP) com o tema “Descontaminação”.

Dr. Ricardo abordou durante a aula os tipos e técnicas de contaminação ressaltando que “Segurança é fundamental durante o processo de descontaminação. É preciso preocupar-se em realizar a remoção de uma maneira segura, tanto para a vítima, a equipe e o meio ambiente”. O ideal é que a descontaminação seja realizada em ambiente externo e as equipes possuam equipamentos de proteção adequados, porém, em alguns casos pode-se encontrar um grau de dificuldade em realizar o processo de descontaminação pelo alto custo dos equipamentos.

JF MG

Participantes do HU/UFJF – MG

Existem outras possibilidades de contaminação sem ser exatamente o terrorismo, como as catástrofes naturais   (liberação descontrolada de agentes tóxicos (químicos, biológicos ou radioativos) ou causadas por seres humanos, como no caso da Union Carbide (India), que resultou em 500 mil pessoas expostas a gases tóxicos e 8 mil óbitos em poucas semanas.

Dr Ricardo lembrou também que os princípios do atendimento às vítimas são os mesmos, independentemente do agente envolvido.

Participaram da quinta aula, os Centros:

UFSC (SC), INTO (RJ), UJFJ ( Juiz de Fora-MG), HULW-UFPB ( João Pessoa-PB), Hospital José Frota ( Fortaleza-CE), Hospital Miguel Arraes (Grande Recife-PE), UFTM (Uberaba – MG) , Hospital das Clínicas -UNICAMP ( Campinas – SP), Hospital Risoleta Neves ( MG) e Unifesp – HSP ( São Paulo- SP).

O curso é realizado em parceria com a SPT (Sociedade Panamericana do Trauma) e RUTE (Rede Universitária de Telemedicina) e abordará temas relevantes para o atendimento em desastres, como resposta psicológica, agentes radioativos, biológicos e químicos, lesões por explosão e por esmagamento, entre outros.

As aulas ocorrem sempre às quartas-feiras, das 11h30 às 13h00. Os inscritos recebem o Manual de Resposta Médica Avançada.

A próxima aula será dia 19/03 . Saiba como inscrever seu Centro clicando aqui.

News

“Sistema de Comando de Incidentes” foi o tema da quarta aula do Curso Internacional de Resposta Médica Avançada

20140226_114932

Dr. José Cruvinel Neto, durante a apresentação da aula ” Sistema de Comando de Incidentes”

“Sistema de Comando de Incidentes” foi o tema da quarta aula do Curso Internacional de Resposta Médica Avançada, com o convidado Dr. José Cruvinel Neto, médico cirurgião do trauma.

Dr. Cruvinel compartilhou com os participantes os princípios-chave do Sistema de Comando de Incidentes, ressaltando a importância dos hospitais também possuírem um plano de contingência, integrando o Sistema de Comando de incidentes na área com o ambiente hospitalar. Para ele, o maior desafio é conseguir diminuir o tempo da Resposta Inicial e isso só é possível com muitos treinamentos e simulados. “Precisamos treinar mais, para obter sucesso”, enfatiza.

20140226_115045

Centros de diversos estados do país participaram da quarta aula.

Segundo Dr José Cruvinel, o importante, além de treinar muito é possuir um Sistema já estabelecido, com as funções e responsáveis pelo comando já designados, com base em competência e não apenas em cargos. “Quanto mais precoce for instalado o Comando de Incidente, mais precoce resolvemos o desastre”, finaliza.

Dr Gustavo P. Fraga,  presidente da SBAIT, ressaltou a importância da realização de treinamentos multiprofissionais, envolvendo SAMU, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e Hospitais, focando não apenas no Pré-Hospitalar, mas especialmente também integrando com o ambiente hospitalar. “As equipes, já previamente articuladas, estarão preparadas para agir no caso de um fato real”, ressalta.

Participaram da quarta aula, os Centros:

UFSC (SC), INTO (RJ), UJFJ ( Juiz de Fora-MG), HULW-UFPB ( João Pessoa-PB), Hospital José Frota ( Fortaleza-CE), Hospital Miguel Arraes (Grande Recife-PE), UFTM (Uberaba – MG) , Hospital das Clínicas -UNICAMP ( Campinas – SP), Hospital Risoleta Neves ( MG) e Unifesp – HSP ( São Paulo- SP).

O curso é realizado em parceria com a SPT (Sociedade Panamericana do Trauma) e RUTE (Rede Universitária de Telemedicina) e abordará temas relevantes para o atendimento em desastres, como descontaminação, resposta psicológica, agentes radioativos, biológicos e químicos, lesões por explosão e por esmagamento, entre outros.

As aulas ocorrem sempre às quartas-feiras, das 11h30 às 13h00. Os inscritos recebem o Manual de Resposta Médica Avançada.

A próxima aula será dia 12/03 . Saiba como inscrever seu Centro clicando aqui.

Fechar