Tag

Acidentes

News

Balanço da PRF registra redução nos acidentes nas rodovias durante final de ano

estradas brasileirasBalanço divulgado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nesta quinta-feira (2), aponta queda de 10% nos acidentes nas estradas brasileiras durante os feriados de final de ano em relação ao mesmo período de 2012.

Apesar da redução, os números permanecem altos  quando pensamos em prevenção do Trauma: Foram registrados, de 20 de dezembro de 2013 a 1º de janeiro de 2014, 7.407 acidentes, que ocasionaram 420 mortes e 4352 feridos. A estradas 2013maior causa de mortes foram as colisões frontais, que resultaram em 83 vítimas fatais. Resultados da imprudência dos motoristas durante as viagens.

Minas Gerais registrou o maior número de acidentes: 1.102. Em segundo lugar,  Santa Catarina, com 751 acidentes, e depois o Paraná, com 750.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, a redução deve-se à intensificação da fiscalização, ao planejamento e implantação da Lei Seca.

Saiba mais:

Balanço da PRF aponta queda nos acidentes nas rodovias no fim de ano

News

Trauma é doença e tem prevenção – Consequências da imprudência nas estradas brasileiras

materia fantastico

Matéria exibida no programa Fantástico (29/12) retrata as consequências da imprudência nas estradas brasileiras

Uma reportagem especial no Programa Fantástico, desse domingo (29), mostrou  os custos dos acidentes nas estradas brasileiras, uma situação que, infelizmente já tornou-se rotina para as equipes de resgate de todo o país. A imprudência dos motoristas, associada ao hábito de beber e dirigir, estão entre as maiores causas dos acidentes fatais.

Operações especiais reunindo equipes aéreas e terrestres da Polícia Rodoviária Federal flagram os motoristas imprudentes e orientam sobre os comportamentos de risco.

Os números são altos: Em 2012, cerca de 8,6 mil pessoas morreram em acidentes nas estradas federais. No trânsito como um todo, são 43 mil mortos por ano, mortes que poderiam ser evitadas.

Em 2002, havia no Brasil, 33 mil pessoas com invalidez permanente por causa do trânsito. Em 2012, esse número chegou em 352 mil. Acidentes com vítimas fatais e feridos graves, causam sofrimento a milhares de pessoas e custam muito caro ao país.

“Nós estimamos que a sociedade tem que arcar com um custo na ordem de R$ 40 bilhões por ano”, aponta Carlos Henrique de Carvalho, técnico do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada). Esse cálculo faz parte de um estudo chamado Custos de Acidente de Trânsito no Brasil. “O principal  componente de custo desses acidentes de trânsito é a perda de produção, ou seja, quando a pessoa, no auge da sua vida profissional, perde a vida ou vem a sofrer uma lesão permanente”, explica o técnico.

Um acordo entre o INSS e a Polícia Rodoviária Federal foi firmado com o objetivo de diminuir as despesas com acidentes e fazer o motorista pensar duas vezes antes de colocar vidas em risco. Para isso, a Polícia Federal disponibiliza ao INSS todos os registros sobre acidentes em estradas federais. O causador do acidente que levar a morte ou invalidez será processado e, se condenado, o INSS cobrará dele a pensão da vítima ou da família da vítima.

Caso o motorista infrator não tenha condições financeiras para  realizar o pagamento, “Ele vai ter seu nome inscrito nos órgãos de controle de crédito, ele vai ficar impedido de comprar a crédito na praça, ele vai ficar inclusive impedido de exercer alguns cargos públicos até que quite seu débito, afirma Lindolfo Neto de Oliveira, presidente do INSS.

Assista à reportagem completa, exibida no Programa Fantástico, em 29/12, acessando a imagem acima ou http://glo.bo/1h7j0H8 

Uncategorized

Participação SBAIT no programa Bem Estar, comentando ao vivo, sobre o desabamento em SP.

sobe-para-sete-o-numero-de-mortos-em-desabamento-em-sao-paulo_1Dia 27 de agosto de 2013. Uma manhã gelada em São Paulo, Dr Gustavo Fraga , presidente da SBAIT, chegava aos estúdios da Rede Globo em SP como convidado do Programa Bem Estar, cujo tema seria prevenção de acidentes dentro e fora de casa, como evitar e agir em situações de tombos, quedas e queimaduras.

Porém, um incidente mudou a programação prevista – o desabamento ocorrido na zona Mulher foi a quarta pessoa a ser resgatadaleste de SP, na manhã desta 3a feira, surpreendeu a todos. Dessa forma, com link ao vivo direto do acidente, os Drs Convidados do programa comentaram o resgate , o atendimento inicial às vítimas, e todo o processo pré-hospitalar indicado para essa situação. Cerca de 35 pessoas trabalhavam na construção do prédio no momento do desabamento.

Até a manhã da 4a feira(28/8), os números dessa tragédia apontavam 8 mortos e 26 pessoas resgatadas com vida, sendo duas em estado grave, que foram levadas ao Hospital Santa Marcelina ( SP), pelo helicóptero Águia da Polícia Militar. Os bombeiros ainda procuravam por duas vítimas desaparecidas.

Confira o programa, acessando o link abaixo:

Médicos comentam resgate e falam de riscos em caso de desabamento.

Fechar