Posts Populares

News

Trauma será o tema central do XX COMAPI – Congresso Médico Acadêmico do Piauí

logoDe 20 a 23 de março será realizado em Teresina-PI,  o XX COMAPI – Congresso Médico Acadêmico do Piauí, que terá o Trauma como tema central. Dr Gustavo Pereira Fraga, presidente da SBAIT será o convidado para a conferência de abertura: “Trauma: o momento no Brasil”.

 O curso “Abordagem Multidisciplinar ao Politraumatizado: da admissão à alta” contará com a presença de vários profissionais de renome nacional e internacional e uma programação voltada praticamente para o Trauma, abordando aspectos importantes da área.

O evento conta com a parceria da SBAIT  e é voltado aos estudantes e profissionais da área da saúde.

Informações adicionais:

XX COMAPI – Congresso Médico Acadêmico do Piauí

Data: 20 a 23 de março de 2014
Local: Auditório do Hospital de Olhos Francisco Vilar, Teresina- Piauí.
Inscrições: Galeno do Riverside Shopping ou com os membros da Comissão Organizadora.

http://www.comapi.org/

Clique aqui e faça sua inscrição online

News

Cidades-sede da Copa capacitam seus profissionais da Rede de Urgência para a Copa do Mundo 2014

copa do mundoUma série de Workshops estão sendo realizados em algumas capitais do país visando a capacitação de cerca de 600 profissionais dos hospitais da Rede de Urgência em função da Copa do Mundo, a ser realizada a partir de junho.

O objetivo é preparar o Brasil para desafios relacionados a realização de grandes eventos como o enfrentamento de ameaças, vulnerabilidades e organização da Rede de Atenção à Saúde no Brasil, por ocasião da realização da Copa do Mundo 2014 e Olimpíadas 2016.

Os Workshops são realizados por meio do Host City Programm (HCP), programa alemão de cooperação do BMZ (Ministério Federal de Cooperação Econômica e Desenvolvimento da Alemanha) e da Engagement Global que visa promover intercâmbio de experiências entre os municípios que sediaram a Copa da Alemanha em 2006 e as cidades-sede brasileiras.

Equipes compostas por médicos especialistas em resgate e situações de emergência, bombeiros e paramédicos – funcionários das cidades-sede da Copa do Mundo da Alemanha serão enviados pelas empresas parceiras do projeto. Participarão dos cursos as cidades de São Paulo, Cuiabá, Porto Alegre, Salvador, Natal e Fortaleza. A capital paulista foi a primeira a receber o workshop em treinamento realizado em 10 a 14 de março.

A iniciativa do Ministério da Saúde, por meio da Força Nacional do SUS (FN-SUS), é realizada em parceria com o governo alemão e a Filantropia do Hospital Sírio-Libanês (HSL).

Segundo o  presidente da SBAIT, Dr Gustavo Fraga, “diversos médicos membros da SBAIT estão participando desses treinamentos em seus respectivos municípios ajudando no processo de capacitação e da qualificação da rede de urgência brasileira para atendimento às vítimas de traumatismo. O importante é pensarmos nisso não só para a Copa, mas um processo de educação continuada que esteja integrado à Linha de Atenção ao Trauma, com a participação das sociedades médicas e universidades”.

Programação – Capacitação:

CIDADE DATA
São Paulo 10/03 a 14/03/2014
Cuiabá 17/03 a 21/03/2014
Porto Alegre 24/03 a 28/03/2014
Salvador 17/03 a 21/03/2014
Natal 24/03 a 28/03/2014
Fortaleza 31/03 a 04/04/2014

 

Fonte de referência:

www.blog.saude.gov.br

News

Lais Souza já encontra-se em reabilitação nos EUA

lais recuperacao

Lais Souza com equipe do hospital Jackson Memorial
(divulgação)

O quadro de Laís Souza, atleta brasileira que teve a terceira vértebra fraturada durante um treino para os Jogos Olímpicos de Inverno 2014 ( Socchi), evolui, permitindo que ela já frequente a Unidade de Reabilitação do Hospital Jackson Memorial, nos Estados Unidos.

Dr Antonio Marttos, membro honorário da SBAIT e médico do COB ( Comitê Olímpico Brasileiro), que acompanha a atleta desde os primeiros dias após o acidente, concedeu uma entrevista em que considera todos os procedimentos realizados durante esse primeiro mês de tratamento, fundamentais para se diminuir os riscos de morte e principalmente para oferecer a ela, qualidade de vida dentro de suas condições atuais.

Lais segue atualmente uma rotina intensa e diária de fisioterapia motora, respiratória e ocupacional. Também está treinando para ter autonomia em sua cadeira de rodas elétrica, além de receber acompanhamento psicológico.

Segundo Dr Antonio Marttos,  Laís permanecerá em tratamento nos EUA o tempo necessário até que possa retornar ao Brasil sem riscos. 

Matérias relacionadas:

Lais aparece em, foto pela 1ª vez após acidente e diz: ‘Continuem torcendo’. ( Portal Globo Esporte (13/03/14)

Ainda no hospital, Lais Souza agradece apoio e carinho dos fãs. – Galeira de imagens ( Portal Uol Esporte, 13/03/14)

Médico diz que Lais sorri, toma sol,  fala muito e canta: ‘Vitórias’ (Portal Globo Esporte, 27/02/14)

Uncategorized

Descontaminação – tema da quinta aula do Curso Internacional de Desastres via telemedicina

aula 5 curso desastres

Centros participantes do Curso

Nesta quarta-feira (12), Centros de várias regiões do país reuniram-se via telemedicina para acompanhar a quinta aula do Curso Internacional de Resposta Médica Avançada em Desastres, que teve como convidado o Dr Ricardo Galesso (GRAU-SP) com o tema “Descontaminação”.

Dr. Ricardo abordou durante a aula os tipos e técnicas de contaminação ressaltando que “Segurança é fundamental durante o processo de descontaminação. É preciso preocupar-se em realizar a remoção de uma maneira segura, tanto para a vítima, a equipe e o meio ambiente”. O ideal é que a descontaminação seja realizada em ambiente externo e as equipes possuam equipamentos de proteção adequados, porém, em alguns casos pode-se encontrar um grau de dificuldade em realizar o processo de descontaminação pelo alto custo dos equipamentos.

JF MG

Participantes do HU/UFJF – MG

Existem outras possibilidades de contaminação sem ser exatamente o terrorismo, como as catástrofes naturais   (liberação descontrolada de agentes tóxicos (químicos, biológicos ou radioativos) ou causadas por seres humanos, como no caso da Union Carbide (India), que resultou em 500 mil pessoas expostas a gases tóxicos e 8 mil óbitos em poucas semanas.

Dr Ricardo lembrou também que os princípios do atendimento às vítimas são os mesmos, independentemente do agente envolvido.

Participaram da quinta aula, os Centros:

UFSC (SC), INTO (RJ), UJFJ ( Juiz de Fora-MG), HULW-UFPB ( João Pessoa-PB), Hospital José Frota ( Fortaleza-CE), Hospital Miguel Arraes (Grande Recife-PE), UFTM (Uberaba – MG) , Hospital das Clínicas -UNICAMP ( Campinas – SP), Hospital Risoleta Neves ( MG) e Unifesp – HSP ( São Paulo- SP).

O curso é realizado em parceria com a SPT (Sociedade Panamericana do Trauma) e RUTE (Rede Universitária de Telemedicina) e abordará temas relevantes para o atendimento em desastres, como resposta psicológica, agentes radioativos, biológicos e químicos, lesões por explosão e por esmagamento, entre outros.

As aulas ocorrem sempre às quartas-feiras, das 11h30 às 13h00. Os inscritos recebem o Manual de Resposta Médica Avançada.

A próxima aula será dia 19/03 . Saiba como inscrever seu Centro clicando aqui.

News

INTERVIAS sedia curso sobre Desastres

IMG_2338 (2)Nos dias 9 e 10 de março aconteceu na INTERVIAS, concessionária do grupo ARTERIS, com sede em Araras, SP, o curso de RESPOSTA MÉDICA AVANÇADA EM DESASTRES (ADMR). 

O curso é organizado pela Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado (SBAIT) e Sociedade Panamericana de Trauma (SPT) e baseia-se na discussão de temas como gerenciamento de incidentes com múltiplas vítimas, sistemas de comando em incidentes, descontaminação, IMG_2328 (1)lesões por esmagamento entre outros.

O curso foi solicitado pela Coordenadora Médica Dra. Josiene Germano, por julgar que são temas importantes, principalmente agora que estamos próximos a datas de grandes eventos que acontecerão no Brasil. Esse curso foi realizado para 76 colaboradores da equipe de atendimento pré-hospitalar, sendo que 20 alunos realizaram pela primeira vez o curso e 56 alunos aproveitaram para reciclar o conhecimento, entre eles estavam médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e motoristas.

IMG_2303 (1)Segundo os Instrutores da SBAIT / SPT Dr. Gustavo P. Fraga, Dr. Bruno M. T. Pereira, Dr. Élcio S. Hirano e a Dra. Josiene Germano, nas aulas e dinâmicas de grupo o aproveitamento dos alunos foi excelente, gerando importante oportunidade para discussão sobre o tema “Desastres” em rodovias.

IMG_2328 (1) IMG_2321 (1)

Imagens e Textos: Arquivo Intervias

News

Campanha mundial para redução de desastres – Construindo cidades resilientes

banner-izq

A Campanha mundial para redução de desastres – construindo cidades resilientes faz parte da Estratégia Internacional para Redução de Desastres (Eird), coordenada pela Organização das Nações Unidas (ONU) e possui como objetivo aumentar o grau de consciência e compromisso em torno de práticas de desenvolvimento sustentável, diminuindo as vulnerabilidades e propiciando bem estar e segurança aos cidadãos, além de contar com uma rede participativa mundial de cidades de diferentes tamanhos, características e perfis de risco e conseguir que o maior número de governos locais estejam preparados para eventuais ocorrências.

A construção de uma cidade resiliente envolve 10 providências essenciais a serem implementadas por prefeitos e gestores públicos locais. Cinco delas tem como origem as prioridades estabelecidas em 2005 pelo Marco de Ação de Hyogo (Japão), quando 168 países se comprometeram a adotar medidas para reduzir o risco de desastres até 2015.

A campanha define “Cidade Resiliente” como sendo aquela que tem capacidade de resistir, absorver e se recuperar de forma eficiente os efeitos de um desastre e, de maneira organizada, prevenir que vidas e bens sejam perdidos.

regioes brasil

cidades brasil

quadro geral

Para saber detalhes sobre a campanha:

www.unisdr.org

www.eird.org

News

Balanço da PRF registra redução da violência no trânsito nas rodovias durante 2013 e Carnaval 2014.

estradaA Polícia Rodoviária Federal (PRF) apresentou o balanço dos dados da violência no trânsito nas rodovias federais no ano de 2013 e também durante o Carnaval 2014.

A intensificação da fiscalização e as novas tecnologias são apontadas como fatores decisivos para a redução dos números em ambos os períodos.

Balanço 2013 

De acordo com a PRF, foi registrada, em 2013, uma queda de 10% no número de mortes (8415), 8% no índice de feridos (103.559) e 6% na taxa de acidentes (186.474) em relação a 2012.

Os fatores comportamentais são apontados como os maiores responsáveis pelos acidentes de trânsito. Dos acidentes que resultaram em mortes, 1.333 aconteceram por falta de atenção, 939 por velocidade incompatível e 536 por ultrapassagens indevidas.

numeros 2013

Raio – X estradas brasileiras em 2013.
Crédito: Polícia Rodoviária Federal

A colisão frontal é o tipo de acidente que mais matou em 2013, correspondendo a 3% do total de acidentes e 32% das mortes do ano.

A colisão traseira aparece como o principal tipo de acidente, causado principalmente pela falta de atenção, por não se guardar distância de segurança e por se manter uma velocidade incompatível. A maioria dos acidentes aconteceu durante o dia, em retas, com tempo bom e no perímetro urbano. Já os acidentes que resultaram em mortes ocorreram durante a noite, em retas e na área rural.

Verificou-se ainda que os condutores infratores não respeitam os limites de velocidade, fazem ultrapassagens proibidas, não usam o cinto de segurança e não cuidam de seus veículos, sendo as ultrapassagens e excesso de velocidade, as principais causas dos acidentes registrados.

Carnaval 2014

Também foi registrada pela PRF uma redução de 9% no número de acidentes (3201), de 16% na taxa de feridos (1823) e 6% no índice de óbitos (155) durante o feriado de Carnaval, considerado o mais “etílico” do ano.

Os estados de Minas Gerais e Bahia, que concentravam a maioria das ocorrências no Carnaval, apresentaram reduções históricas de 23% e 38% no índice de mortes, respectivamente. Minas Gerais alcançou um recorde nunca antes registrado: três dias (sexta, terça e quarta) sem mortes na maior malha viária do país.

Na opinião de Gustavo Pereira Fraga, presidente da SBAIT, “a educação no trânsito e a fiscalização rigorosa, principalmente identificando e punindo motoristas que dirigem alcoolizados, são medidas efetivas que fazem diminuir o número de eventos com vítimas no trânsito.A SBAIT está criando um Comitê de Prevenção com o objetivo de desenvolver ações para a população a fim de, junto com outros parceiros, contribuir para a reduzir o impacto da doença trauma em nosso país”

 Confira detalhes:

Esforço de fiscalização reduz violência nas rodovias ( Portal Polícia Rodoviária Federal, 06/03/14)

Caem números de mortos, acidentes e feridos em 2013 ( Portal Polícia Rodoviária Federal, 28/02/14)

News

Carnaval 2014: Campanha busca conscientização dos motoristas ao utilizar cenas de grande impacto


cidades_carnaval_post-fb_Page_2 “Não seja vítima do álcool. Seu carnaval não precisa acabar assim”, é o slogan da campanha do Movimento Parada- Um pacto pela vida e faz analogia entre os símbolos que representam o carnaval e cenas de acidentes e resgates.
A meta do Governo Federal  com a campanha é reduzir no mínimo 18% dos acidentes no período do Carnaval em relação ao igual período de 2013  “Tivemos reduções sucessivas nos últimos carnavais. Em 2013, chegamos a reduzir 18% (o número de acidentes) em relação a 2012. Então, nosso piso neste ano é redução de 18%, em relação a 2013”, ressalta o ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro. A campanha, que entrou no ar dia 25 de fevereiro, irá até o dia 9 de março, com ampla divulgação na TV, rádio, outdoor, entre outros meios. 
O diretor do Comitê Pré-Hospitalar da SBAIT e coordenador geral do SAMU-DF, Dr Rodrigo Caselli, esteve presente no lançamento da campanha e acredita que a iniciativa procura buscar a conscientização dos motoristas. ” Quando falamos em 80 mil mortos, os números não tem o mesmo significado para população do que essas cenas representadas no vídeo. Infelizmente precisamos conscientizar que isso acontece. Nós sabemos que cada número desse representa um sofrimento, uma vida que está sendo perdida”, afirmou.
A campanha de carnaval também integra  a Operação RodoVida, que começou em 19 de dezembro de 2013 e vai até 10 de março de 2014. Dados da Operação mostram uma queda significativa de menos de 15% de feridos e menos de 18% de mortes. A expectativa é que com essas campanhas esses índices diminuam cada vez mais, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).
Além da campanha publicitária, ações de fiscalização serão intensificadas pela Polícia Rodoviária Federal e órgãos de trânsito nas cidades, com blitz da Lei Seca, uso do bafômetro e verificação de documentação.
Confira o vídeo da campanha Carnaval 2014:

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=lm5uzIIhQXY]

Making Of:

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=o_F7fSFVwHM]

Outros vídeos relacionados:
[youtube http://www.youtube.com/watch?v=PiBdvcSTdEU]
Fonte de referência: 
Campanha de Carnaval 2014 impacta com cenas fortes de acidentes de trânsito ( Portal Parada pela Vida, 26/02/14)
News

I Congresso de Atendimento Pré-Hospitalar da Zona da Mata é realizado em Juiz de Fora (MG)

2014 4 Abril Congresso em Juiz de Fora - Evento recebeu publico aproximado de 150 pessoas

Evento recebeu público aproximado de 150 pessoas

Aconteceu nos dias 20, 21 e 22 de fevereiro de 2014 o I Congresso de Atendimento Pré-Hospitalar da Zona da Mata na Sociedade de Medicina e Cirurgia de Juiz de Fora. O evento foi realizado pela Liga Acadêmica de Atendimento Pré-Hospitalar (LAAPH) da Faculdade Ciências Médica e da Saúde de Juiz de Fora –(FCMS) e contou com a presença de ilustres palestrantes e a realização de workshops ministrados por Dra. Eveline Montessi e Dr. Marcelo Weiss sobre Acesso Venoso Central e Intubação Rápida, respectivamente. Houve, ainda, apresentação de trabalhos no formato pôster com temas relacionados à área de atendimento pré-hospitalar (APH)

2014 4 Abril Congresso em Juiz de Fora - Palestrante Cesar Carmona

Palestrante Cesar Carmona

O congresso foi iniciado com a mesa de abertura composta por Dr. Cléber Soares Júnior, orientador da LAAPH, Dr. Jorge Montessi, Diretor geral da FCMS, Dr. Djalma Rabelo, Diretor de ensino, pesquisa e projeto de extensão da FCMS e Juliana Santos, presidente da LAAPH. Durante a cerimônia foi enfatizada a importância do APH, assim como a do congresso, que acompanha a regionalização do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) na Zona da Mata Mineira. Em seguida Dr. Cláudio Reis, coordenador médico do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Sudeste (CISDESTE) de Juiz de Fora, deu sua palestra sobre o SAMU regionalizado da Zona da Mata, esclarecendo o que consiste a regionalização, as cidades que compreende, o modo de funcionamento e os gastos, além do papel fundamental que o APH exerce. Para finalizar o dia, Dr. Bruno Schroder, ortopedista contemplado com o prêmio Jorge Paulo Lemann do Instituto Brasileiro de Tecnologia e Saúde, ministrou uma palestra sobre Trauma Pediátrico, diferenciando o trauma pediátrico do adulto bem como a prevenção e abordagem do primeiro.

O segundo dia foi iniciado pela manhã com o tema Intoxicação Exógena dado pelo Dr. Cléber Soares Júnior, orientador da LAAPH, abordando as drogas e o tratamento da intoxicação. Ainda durante a manhã, Dr. Cesar Carmona, Instrutor e Diretor do ACLS – SOCESP, Coordenador da UTI do Trauma do Hospital de Clinicas da UNICAMP, Instrutor do ATLS e Diretor Científico da Helpmóvel, falou sobre Hipotensão Permissiva. À noite Dr. Carlos Yoshimura, médico, atual Secretário Municipal de Saúde de Cubatão e Membro do Comitê Internacional em Queimaduras Químicas da PREVOR (França), ministrou duas palestras: APH e Queimaduras Químicas, destacando a relevância desse tipo de atendimento, além da importância da compreensão das queimaduras químicas e seu tratamento correto, melhorando a sobrevida e a recuperação do paciente.

2014 4 Abril Congresso em Juiz de Fora - Atividades praticas no evento

Atividades práticas no evento

No último dia houve a palestra sobre Urgências e Emergências Cervico-Faciais dada por Dr. Francisco Sales, médico otorrinolaringologista e cirurgião de cabeça e pescoço com Mestrado pela PUC/RJ e Doutorado pela USP/SP. Para finalizar o congresso, Dr. David Szpilman, médico especialista em clínica médica e terapia intensiva com foco em afogamento, atual Diretor Médico da Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático (SOBRASA) e com produção de mais de cento e vinte artigos sobre afogados, ministrou uma palestra sobre Atendimento ao Afogado, diferenciando esse tipo de atendimento do usual do APH e estabelecendo suas etapas.

O objetivo do congresso consistiu em oferecer a oportunidade aos acadêmicos e aos profissionais da área da saúde de conhecerem e aprofundarem no APH. As palestras abordaram assuntos fundamentais no APH, mas que muitas vezes são negligenciados ou por falta de domínio ou por fugirem ao trauma exclusivamente. O evento foi essencial e irá contribuir para a formação de profissionais da saúde mais capacitados indubitavelmente, evitando que esses marginalizem o APH no seu conceito mais amplo, buscando maior conhecimento durante o exercício de sua profissão. Nesse sentido, o congresso não foi só um evento científico-acadêmico, mas também social devido sua relevância nos momentos mais frágeis da vida.

Durante todo o evento o anfiteatro se manteve cheio, prestigiando as palestras. Dessa forma, a qualidade do APH irá melhorar e contribuir para o aumento das chances de sobrevivência nesse tipo de atendimento.

Agradecemos a toda comissão organizadora, aos congressistas e aos palestrantes pelo tempo dedicado ao congresso, como bem disse Dr. Carlos Yoshimura, “para plantar uma sementinha nos futuros profissionais da saúde”. Patrocinaram o evento: Hospital Mont Sinai, Suprema, Santalmas, GJO, Hotel Victory, Idem per Idem, Inove máquinas, Copemed, Toninho Aleixo, Bacco bar e restaurante e Casa das Trufas Delivery.

Texto e imagens: Liga Acadêmica de Atendimento Pré-Hospitalar (LAAPH)

News

“Sistema de Comando de Incidentes” foi o tema da quarta aula do Curso Internacional de Resposta Médica Avançada

20140226_114932

Dr. José Cruvinel Neto, durante a apresentação da aula ” Sistema de Comando de Incidentes”

“Sistema de Comando de Incidentes” foi o tema da quarta aula do Curso Internacional de Resposta Médica Avançada, com o convidado Dr. José Cruvinel Neto, médico cirurgião do trauma.

Dr. Cruvinel compartilhou com os participantes os princípios-chave do Sistema de Comando de Incidentes, ressaltando a importância dos hospitais também possuírem um plano de contingência, integrando o Sistema de Comando de incidentes na área com o ambiente hospitalar. Para ele, o maior desafio é conseguir diminuir o tempo da Resposta Inicial e isso só é possível com muitos treinamentos e simulados. “Precisamos treinar mais, para obter sucesso”, enfatiza.

20140226_115045

Centros de diversos estados do país participaram da quarta aula.

Segundo Dr José Cruvinel, o importante, além de treinar muito é possuir um Sistema já estabelecido, com as funções e responsáveis pelo comando já designados, com base em competência e não apenas em cargos. “Quanto mais precoce for instalado o Comando de Incidente, mais precoce resolvemos o desastre”, finaliza.

Dr Gustavo P. Fraga,  presidente da SBAIT, ressaltou a importância da realização de treinamentos multiprofissionais, envolvendo SAMU, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e Hospitais, focando não apenas no Pré-Hospitalar, mas especialmente também integrando com o ambiente hospitalar. “As equipes, já previamente articuladas, estarão preparadas para agir no caso de um fato real”, ressalta.

Participaram da quarta aula, os Centros:

UFSC (SC), INTO (RJ), UJFJ ( Juiz de Fora-MG), HULW-UFPB ( João Pessoa-PB), Hospital José Frota ( Fortaleza-CE), Hospital Miguel Arraes (Grande Recife-PE), UFTM (Uberaba – MG) , Hospital das Clínicas -UNICAMP ( Campinas – SP), Hospital Risoleta Neves ( MG) e Unifesp – HSP ( São Paulo- SP).

O curso é realizado em parceria com a SPT (Sociedade Panamericana do Trauma) e RUTE (Rede Universitária de Telemedicina) e abordará temas relevantes para o atendimento em desastres, como descontaminação, resposta psicológica, agentes radioativos, biológicos e químicos, lesões por explosão e por esmagamento, entre outros.

As aulas ocorrem sempre às quartas-feiras, das 11h30 às 13h00. Os inscritos recebem o Manual de Resposta Médica Avançada.

A próxima aula será dia 12/03 . Saiba como inscrever seu Centro clicando aqui.

Fechar