Posts Populares

News

8º Congresso do Trauma e Emergência da Zona da Mata Mineira é realizado em Juiz de Fora (MG)

14118642319_fe80e743da

Workshop sobre urgência e emergência realizado durante o evento. (Foto: Stefânia Sangi)

Foi realizado entre os dias 29 e 31 de maio, em Juiz de Fora (MG),  o 8º Congresso do Trauma e Emergência da Zona da Mata Mineira e a 11ª Semana do Trauma e Emergência, uma realização da Liga Acadêmica do Trauma e Emergência da Universidade Federal de Juiz de Fora (Late/UFJF).

O congresso, considerado o maior evento acadêmico da região, reuniu  700 alunos e profissionais das áreas de medicina e enfermagem e contou com uma ampla programação, que incluiu workshop sobre urgência e emergência, apresentações de trabalhos e palestras com professores da UFJF e de outras cidades.

Para a enfermeira e uma das instrutoras do evento, Quenfins Almeida, “Todo profissional de saúde deve passar por eventos como este para aprender noções básicas de atendimento em casos graves. Afinal, quem nasce para urgência e emergência, descobre aqui”.

Saiba mais sobre o evento, acessando o link e vídeo abaixo:

Liga do Trauma realiza workshop sobre urgência e emergência

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=2f6_OXLjnLk]

 

News

Saúde define plano inédito para atender a vítimas de desastres em eventos de massa

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo definiu um Plano de Contingência para garantir o eventual atendimento médico de vítimas em caso de desastres nos eventos de massa ocorridos no Estado, a exemplo da Copa do Mundo da FIFA, que começa no próximo dia 12 de junho.

Durante os jogos da Copa, equipes da Saúde estarão de prontidão nas imediações e dentro da Arena Corinthians com diversos equipamentos, que podem ser utilizados durante eventuais situações de contingência, incluindo tendas que podem servir como hospitais de campanha, antídotos e equipamentos especiais para assistência a vítimas de bioterrorismo e emergências químicas; unidades de saúde receberão dicionário de termos médicos em 11 línguas.

Durante todos os dias da Copa do Mundo, os médicos do GRAU (Grupo de Resgate e Atenção às Urgências e Emergências) da Secretaria, “tropa de elite” do resgate médico estadual, além de estarem equipados com uma mochila contendo os principais materiais de atendimento pré-hospitalar, terão à mão kits com diferentes tipos de antídotos para a desintoxicação dos pacientes no caso de ataques ou acidentes com produtos tóxicos ou mesmo no caso de emergências químicas e bioterrorismo.

Nas partidas, dois médicos e dois enfermeiros do GRAU irão atuar dentro do “Itaquerão” e estarão de prontidão para auxiliar a equipe da FIFA em casos de contingências, na prestação do primeiro atendimento, com apoio de um médico na Central de Regulação para o encaminhamento de vítimas aos hospitais da região. Também haverá um médico no Centro Integrado de Comando e Controle Regional.

Para facilitar o atendimento médico a turistas estrangeiros, a Secretaria confeccionou um manual de palavras e termos médicos traduzidos em 11 idiomas, com cinco mil exemplares, a serem usados pelas equipes do GRAU e pelos hospitais definidos como referência para o atendimento. Esse manual será utilizado como um “dicionário” e inclui palavras como partes do corpo humano, doenças, sintomas, diagnósticos e outras expressões usadas por médicos e enfermeiros.

Duas barracas-chuveiro e 10 chuveiros infláveis irão garantir o processo de descontaminação de eventuais vítimas de emergências químicas e bioterrorismo, apoiando o Corpo de Bombeiros e as Forças Armadas. Os chuveiros serão distribuídos a hospitais considerados estratégicos, definidos pela Secretaria. Além disso, os hospitais irão receber antídotos específicos, como para casos de envenenamento por cianeto e até mesmo por armas químicas, como gás sarin.

A Secretaria também providenciou compra de botas, luvas, máscaras e roupas especiais para emergências químicas e biológicas, tenda de pressão negativa e macas para transporte de vítimas contaminadas, entre outros materiais.

Todos os hospitais sob gestão estadual da região metropolitana entregaram à Secretaria seus respectivos Planos de Contingência para atendimento de vítimas de desastres. A Fundação Pró-Sangue, responsável pelo abastecimento de 128 hospitais na Grande São Paulo, elaborou também um plano para gerenciamento de atendimento a desastres e catástrofes.

Quinze hospitais, em princípio, serão utilizados para encaminhamento de torcedores feridos no caso de alguma contingência. Eles estão situados na zona leste de São Paulo ou em cidades do entorno, como Guarulhos, Santo André, Itaquaquecetuba e Ferraz de Vasconcelos (veja lista abaixo).

Outros 11 também poderão ser utilizados, dependendo do número de acidentados, incluindo o Hospital das Clínicas, a Santa Casa de São Paulo e o Hospital São Paulo, da UNIFESP/SPDM (Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina).

Em uma situação excepcional, com milhares de vítimas, todos os hospitais da região metropolitana serão acionados. O hospital mais próximo do estádio é o Santa Marcelina de Itaquera.

O plano de contingência contempla, ainda, um planejamento de fluxo de solicitações e atendimento constituído entre o Aeroporto de Guarulhos e Viracopos, Porto de Santos e a Secretaria da Saúde. Com o estabelecimento deste fluxo, a pasta manterá canal direto com o aeroporto, prestando orientações e enviando médicos e enfermeiros para o local, se necessário.

Em 2013 a pasta organizou e realizou 13 treinamentos, teóricos e práticos, nas áreas de atendimento a emergências químicas, bioterrorismo, ações táticas, emergências nucleares e comando de incidentes. No total, 120 médicos e enfermeiros foram capacitados.

“A Copa é um evento de massa gigantesco, atraindo torcedores brasileiros e turistas dos quatro cantos do mundo. Os olhos de três bilhões e meio de pessoas se voltarão para o que acontecer no Brasil e em São Paulo. Por isso São Paulo se preparou para garantir a devida estrutura de resgate e atendimento a eventuais vítimas de desastres, com diversos profissionais altamente preparados para agir de forma rápida e eficiente”, afirma David Uip, Secretário de Estado da Saúde de São Paulo.

Hospitais referência para feridos do “Itaquerão” (1ª linha de atendimento)

Hospital Santa Marcelina (Itaquera) – zona leste
Hospital Geral de Vila Alpina – zona leste
Hospital Geral do Itaim Paulista – zona leste
Hospital Geral de São Mateus – zona leste
Hospital Estadual de Sapopemba – zona leste
Hospital Geral de Guaianases – zona leste
Hospital Municipal do Tatuapé – zona leste
Hospital Municipal Prof. Alípio Correa Neto – zona leste
Hospital Municipal Tide Setúbal – zona leste
Hospital Municipal Valdomiro de Paula – zona leste
Hospital Estadual de Santo André (Grande ABC)
Hospital Estadual de Diadema (Grande ABC)
Hospital Geral de Guarulhos
Hospital Padre Bento (Guarulhos)
Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos

Fonte: Secretaria de Estado da Saúde – Governo do Estado de São Paulo

News

SBAIT oferece curso a dois sócios acadêmicos

DSC04535

O curso foi realizado no Instituto Sírio Libanês

A SBAIT apoiou institucionalmente o Curso Teórico-Prático “Atendimento ao Traumatizado – Recentes Avanços”, realizado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, no dia 17 de maio de 2014. A Sociedade recebeu duas inscrições cortesia e para prestigiar os seus sócios acadêmicos, realizou um sorteio entre os que estavam adimplentes com as anuidades 2014 e 2013. Os dois premiados foram Clayton Póvoa Cassiano (Faculdade de Medicina UNIPAC, Araguari, MG) e Marcus Vinícius B. Cezillo (UNIFESP).

Para o acadêmico Marcus, “Foi muito proveitoso participar de palestras com pessoas bastante reconhecidas dentro do tema Trauma. As discussões sobre os mais recentes protocolos e as adaptações em cada realidade é algo que acrescenta muito na formação. Além disso, as estações práticas dão oportunidade de simular casos que frequentemente encontramos em um Pronto Socorro e as possibilidades da correta abordagem”.

DSC04530

Clayton com o Prof. Birolini

O acadêmico Clayton também registrou seu depoimento: “O curso que participei teve carga horária total de 8h. A programação abordou o atendimento ao trauma, seguindo os critérios do Advanced Trauma Life Support (ATLS) com novas atualizações. Após esse upgrade teórico, nós cursistas passamos por estações práticas de vias aéreas, trauma de crânio, imobilizações, avaliação radiológica e triagem de múltiplas vítimas. Participar deste curso foi importante, pois me proporcionou o contato com novos conceitos de atendimento ao trauma baseado nas últimas edições do ATLS/PHTLS de forma a complementar minha formação acadêmica. Além disso, conhecer e me relacionar com grandes nomes do cenário de Trauma no país como o Prof. Dr. Dario Birolini, o qual me motivou e inspirou a me dedicar cada vez mais pelo Trauma, foi muito importante. Por fim, gostaria de agradecer e elogiar a SBAIT pela iniciativa e apoio prestados, com a certeza de que estas endossam a presença da associação em eventos relacionados ao Trauma por meio da representação exercida pelos sócios acadêmicos, e ratificam parcerias tão importantes com grandes centros como o Instituto Sírio Libanês”, conta o acadêmico.

News

Sessão da SBAIT no II WTC na Alemanha

Bom público acompanhou a sessão.

Bom público acompanhou a sessão

Palestrantes brasileiros na sessão da SBAIT

Palestrantes brasileiros na sessão da SBAIT

Prof. Fraga durante a apresentação

Prof. Fraga durante a apresentação

Na manhã da terça feira 27/05, durante o 15th European Congress of Trauma and Emergency Surgery (ECTES) e o II World Trauma Congress (WTC), em Frankfurt, Alemanha, a SBAIT organizou uma sessão com a presença de aproximadamente 200 participantes. Denominada de “Preparo e atendimento em eventos com múltiplas vítimas” a primeira aula foi ministrada pelo Dr. Tercio De Campos, Secretário da SBAIT e Professor da Santa Casa de São Paulo, que falou sobre “World Soccer Cup Mania”, mostrando a expectativa do país para a Copa do Mundo e como o sistema de saúde se preparou (?) para o atendimento à múltiplas vítimas. O Dr. Sandro Scarpelini, Primeiro Vice Presidente da SBAIT e Professor da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto – USP, falou sobre o “Sistema de pré hospitalar em eventos com múltiplas vítimas”, focando mais na experiência no Brasil. O Dr. José Mauro S. Rodrigues, Segundo Vice Presidente da SBAIT e Professor da PUC São Paulo, em Sorocaba, ministrou a palestra sobre “Triagem para centros de trauma em eventos com múltiplas vítimas”, focando na experiência internacional e o aprendizado no Brasil após a explosão no Shopping de Osasco em 1996. O Dr. Gustavo P. Fraga, Presidente da SBAIT e Professor da FCM – Unicamp, falou sobre o “Uso de telemedicina no atendimento às vítimas do incêndio em Santa Maria”, mostrando o trabalho realizado pelos colegas no sul do país e agradecendo à SBAIT RS, especialmente ao Dr. Luciano S. Eifler, pela mobilização realizada em Santa Maria e Porto Alegre, com discussão de casos e um grande e triste aprendizado para todos. A sessão foi finalizada com mais duas palestras: o Dr. Tarek Razek, de Montreal, Canadá, ministrou a palestra sobre “Desastre com trem no Canadá” e o Dr. I. Ashkenazi, de Israel, ministrou o tema “Armadilhas na reanimação de vítimas de explosão no ambiente civil”.

Prof. Leenen (com o microfone) e Prof. Marzi (segundo da dir. para esq.) saudando os brasileiros no jantar. (2)

Prof. Leenen (com o microfone) e Prof. Marzi (segundo da esq. para dir.) saudando os brasileiros no jantar

O ECTES 2014 e II WTC recebeu um público de quase 1700 participantes, provenientes de 80 países, de todos os continentes do globo, sendo 230 palestrantes. No jantar de confraternização do evento realizado no dia 26/05, com mil participantes, a SBAIT prestou uma homenagem ao presidente da European Society for Trauma and Emergency Surgery (ESTES), Dr. Luke Leenen, e ao Dr. Ingo Marzi, presidente do ECTES 2014 e II WTC, presenteando cada um deles com uma camisa oficial da seleção brasileira de futebol, o que foi um dos destaques nos agradecimentos feitos ao alemães pelo Dr. Raul Coimbra, representando a World Coalition for Trauma Care (WCTC). O III WTC, será realizado em agosto de 2016 em New Dheli, India.

 

News

SBAIT presente na abertura do II World Trauma Congress

Dr. Coimbra na abertura do II WTC

Dr. Coimbra na abertura do II WTC

Ocorreu em Frankfurt, Alemanha, nesse último domingo 25/05, a cerimônia de abertura do 15th European Congress of Trauma and Emergency Surgery (ECTES) e o II World Trauma Congress (WTC).

A SBAIT é uma das 70 entidades médicas que está apoiando esse evento, sendo que a primeira edição do WTC foi realizada no Rio de Janeiro, em agosto de 2012.

Diretores e sócios da SBAIT na abertura do congresso

Diretores e sócios da SBAIT na abertura do congresso

Até o momento da abertura do congresso já haviam registrados 1650 inscritos, provenientes de 80 países, de todos os continentes do globo, sendo 230 palestrantes. O Brasil foi o nono país em número de inscritos no evento, com 45 participantes, sendo superado pela Alemanha (quase 900 participantes), Holanda, República Checa, Estados Unidos, Itália, Japão, Suíça e Reino Unido. A maioria dos brasileiros participantes do congresso é associado da SBAIT, e a sociedade vai ter uma sessão especial no evento no dia 27/05.

Dr. Abreu-Reis entre os ganhadores do prêmio (terceiro da esq. para dir.)

Dr. Abreu-Reis entre os ganhadores do prêmio (terceiro da esq. para dir.)

Durante a abertura as boas vindas à Frankfurt foram feitas pelo governador local, sr. Markus Frank, e o presidente da European Society for Trauma and Emergency Surgery (ESTES), Dr. Luke Leenen, falou sobre a situação do trauma na Europa. O Dr. Ingo Marzi, presidente do ECTES 2014 e II WTC agradeceu a dedicação da diretoria da ESTES para organizar o evento, o apoio das sociedades da Alemanha e as internacionais, e ao público que resultou no maior número de participantes do ECTES nesses quinze anos.

Dr. Peitzman (no pódium) e Dr. Leenen

Dr. Peitzman (no pódium) e Dr. Leenen

Na abertura foi feita a entrega do prêmio a cinco jovens médicos que concorreram submetendo seus currículuns para apoio financeiro para apresentarem trabalho científico no evento, sendo um deles o Dr. Phillipe Abreu-Reis, sócio da SBAIT. Dois professores foram homenageados como membros Honorários da ESTES: o cirurgião ortopédico Dr. Thomas Rüedi e o norte americano Dr. Andrew Peitzman, que é também Membro Honorário da SBAIT.

No final o Dr. Raul Coimbra, Membro Honorário da SBAIT falou sobre a World Coalition for Trauma Care  –WCTC  e os avanços que já ocorreram após o WTC no Rio, agradeceu ao apoio da ESTES e demais entidades, e anunciou a sede do III WTC, em agosto de 2016: New Dheli, na India. O congresso em Frankfurt continua até 27/05.

News

Campanha Piscina + Segura: Avanços na regulamentação da Lei de segurança em piscinas

A Campanha Piscina + Segura segue com notícias importantes para a prevenção de campanha_piscina+segura1-640x850afogamentos em piscinas. Uma delas refere-se à regulamentação da Lei de segurança em piscinas, que passou pela comissão na Câmara Federal e deverá seguir em breve para o Senado.

A semana de 10 a 14 de novembro será marcada pela – Semana PISCINA+SEGURA – Uma semana inteira de “comemoração da vida” em clubes, escolas e academias de natação, em que serão realizadas atividades lúdicas de prevenção em afogamento nas piscinas de todo Brasil com crianças e pais/responsáveis.

Foram divulgados ainda novos cursos de suporte básico de vida e emergências aquáticas com parte online gratuita – teste seus conhecimentos. Para saber mais, basta acessar o link: Cursos Informativos Gratuitos.

Outras novidades sobre a Campanha Piscina + Segura podem ser conferidas acessando o site oficial:  http://www.sobrasa.org/piscinamaissegura/

News

Movimento Maio Amarelo invade o país em prol da atenção pela vida no trânsito

240x400 vertical rectangleO Movimento Maio Amarelo, que busca chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito de todo o mundo, contagiou empresas e entidades de diversos segmentos e portes, levando às cidades o laço amarelo, símbolo do Movimento. De escolas e estabelecimentos comerciais e empresariais a órgãos governamentais, a mensagem transmitida é a mesma – a redução dos acidentes de trânsito fatais ou com vítimas.

Já são mais de 25.000 apoiadores do movimento que buscam por meio de diversas ações, mobilizar suas comunidades e ampliar o alcance da mensagem. Caminhadas, Eventos e Iluminações de pontos turísticos, como Cristo Redentor (RJ), Jardim Botânico (Curitiba, PR), FIESP (SP), o Bondinho do Pão de Açúcar (RJ), são alguns exemplos de ações realizadas em prol do movimento.

10314754_597167577058115_3948335919992215797_n

Apoio da Seleção Brasileira de Vôlei durante jogo da Liga Mundial

Ações individuais, como a do piloto Felipe Nasr, que levou para o GP de Mônaco em seu carro o laço amarelo, também inspira mundialmente a sociedade e traz cada vez mais adeptos. O Movimento ainda contou com a divulgação pela mídia de alguns formadores de opinião, como a apresentadora Ana Maria Braga que dedicou espaço em seu programa para a divulgação e apoio ao Movimento. Entre as ações coletivas, a Seleção Brasileira Masculina de Vôlei mostrou seu apoio durante jogo pela Liga Mundial.

images

Iluminação do Jardim Botânico (Curitiba-PR)

 

A SBAIT é apoiadora do Movimento Maio Amarelo. Junte-se a nós, saiba como participar acessando o site oficial do movimento: www.maioamarelo.com

Confira em imagens e vídeos as ações e repercussão do Movimento Maio Amarelo em todo o país.

 

fiesp

Iluminação Prédio FIESP ( SP)

GSszYM6pImP6tCQBN6q9

Iluminação Bondinho do Pão de Açúcar (RJ)

download

Iluminação do Cristo Redentor (RJ)

News

P.A.R.T.Y. Campinas recebe visita da Liga Acadêmica de Trauma e Emergência do Maranhão

IMG_0760

Representantes da LATE-MA com integrantes do P.A.R.T.Y. Campinas

Nesta terça-feira, 20 de maio, o P.A.R.T.Y. Campinas recebeu representantes da Liga Acadêmica de Trauma e Emergência do Maranhão (LATE – MA). O ligante Filipe Camargo veio acompanhado do professor Santiago Servin para conhecer ativamente o projeto com o intuito de criarem o P.A.R.T.Y. Maranhão.

Os representantes da LATE – MA acompanharam todas as atividades do P.A.R.T.Y. Campinas, vivenciado tanto a visão dos alunos que visitam o programa pela primeira vez, quanto os bastidores, na organização desse programa tão importante na Prevenção do Trauma relacionado ao álcool e juventude.

Atualmente existem quatro núcleos do P.A.R.T.Y. no Brasil, em Campinas – SP, Ribeirão Preto – SP, Sorocaba – SP e Grande Vitória – ES. A LATE será a primeira a levar o P.A.R.T.Y. para fora da região sudeste brasileira, instituindo o primeiro núcleo no norte-nordeste.

É essencial que o projeto seja expandido para todo o Brasil de forma a conscientizar os jovens sobre a responsabilidade pessoal por suas escolhas no trânsito e contribuir para a minimizar as suas consequências.

Interessados em  levar o projeto para outros locais do país podem entrar em contato conosco através do site do P.A.R.T.Y. Brasil, SBAIT ou COBRALT.

Por Vitória Gimenes

News

II World Trauma Congress – WTC, continuando em Frankfurt o ideal realizado no Rio em 2012.

facebook_1542177763 (1)

Phillipe Abreu, R2 Cirurgia Geral – UNESP/Botucatu

Se em diversas áreas da medicina o Brasil não ocupa um lugar de destaque mundial devido a falta de investimentos em pesquisa e a falta de tecnologia para competir, na Cirurgia do Trauma desenvolvemos o que de melhor existe para o diagnóstico e tratamento dos pacientes. Esta é uma área que se desenvolveu essencialmente em torno das Guerras, tendo sempre grandes avanços em períodos de conflito. Apesar de nunca termos liderado um combate contra povos adversários, a constante guerra cotidiana que enfrentamos nessa selva de pedras permitiu sermos referência para o tratamento de emergências cirúrgicas.

Em 2012 sediamos no Rio de Janeiro o 1o Congresso Mundial de Trauma, fruto do empenho pessoal de grandes especialistas brasileiros e institucional das sociedades da área de diversos países. Marcado por ampla participação, em especial estudantil, possibilitou a organização de um segundo evento mundial, tendo como palco a cidade de Frankfurt, Alemanha.

Concomitante ao Congresso Europeu de Cirurgia de Emergência e Trauma, o II WTC irá reunir novamente os grandes nomes Brasileiros e mundiais da especialidade, trazendo os temas que vem sendo aplicados no cotidiano americano e brasileiro, a medicina do velho continente, que não possui a mesma tradição no cuidado de emergência.

Como forma de estimular a participação de estudantes e residentes, a Sociedade Europeia de Cirurgia de Emergência e Trauma – ESTES, promoveu uma seleção de trabalhos científicos conferindo bolsa de viagens a alguns participantes para levarem suas publicações a Frankfurt. Com o apoio da SBAIT e da Sociedade Panamericana de Trauma – SPT, conseguimos ganhar este prêmio, e com muito orgulho e responsabilidade, apresentaremos os estudos desenvolvidos no Hospital do Trabalhador da UFPR, através da Liga Acadêmica do Trauma – LiAT, e no Hospital das Clinicas da UNESP.

Os congressos de trauma e cirurgia geral sempre são repletos de estudantes, principalmente por ser uma especialidade ligada diretamente com a graduação, independente da intenção de seguir uma carreira cirúrgica. Geralmente há prêmios para trabalhos de estudantes e residentes, que certamente devem ser disputados por nós, Brasileiros. Ganhamos o primeiro lugar no prêmio da Panamerican Trauma Society – PTS nos últimos 3 anos consecutivos, disputando com americanos, canadenses e toda América Latina. Com o prêmio no Congresso Mundial, fica a mensagem de que devemos sempre mandar nossos trabalhos e disputar os prêmios disponíveis.

O simples que fazemos no dia-a-dia de nossas faculdades pode ser inovador no mundo da Cirurgia do Trauma.  A abertura a participação que nossos docentes nos proporcionam no Brasil permite que o trabalho de estudantes e residentes alcance projeções inimagináveis em outros países.

Isso e a Cirurgia do Trauma, a especialidade que mais encanta os alunos de medicina e que mais nos ensina para a prática em prontos-socorros após o término da graduação.

Por Phillipe Abreu, R2 Cirurgia Geral – UNESP/Botucatu

News

Em Intercâmbio no Brasil, alunos de Medicina avaliam ensino no país

Muitos estudantes de Medicina escolhem o Brasil para aperfeiçoar sua graduação, como o alemão Johannes Friedrich, 26 anos, estudante do 7° semestre na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). Para ele, aqui, os estudantes aprendem a atender “em áreas com circunstâncias precárias, como também pode ser o caso desses cenários de catástrofe”. Johannes compara sua experiência brasileira com a alemã, onde os alunos preparam seus próprios planos de estudo, conferindo maior flexibilidade ao curso. Segundo ele, na Alemanha, “as aulas são de menor duração e talvez mais intensivas”. O intercambista elogia ainda a parte prática da graduação brasileira .“Há (disciplinas) eletivas interessantes. Além de muitos cursos em que se atende pacientes reais sob supervisão de médicos”. 

O estudante haitiano  T-Hercule Louis Jr., 23 anos, decidiu recomeçar sua graduação no Brasil, através de bolsa de estudos, depois que o terremoto que atingiu o Haiti, em janeiro de 2010, destruiu parte das estruturas da Universidade onde estudava. Louis estuda há quase três anos na UFRGS. Para ele, a parte prática da graduação brasileira também é um diferencial, enfatizando que as salas de aula brasileiras são ideais para o ensino de anatomia e histologia, por exemplo.

Já para o americano Daniel Sean Minney, 28 anos, estudante de medicina da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas), a prova de admissão das universidades deveria envolver entrevistas e análise de currículo. Atividades sociais e extracurriculares, como projetos de pesquisa e extensão, também são critérios que defende para uma seleção mais adequada dos candidatos. Para ele, apenas o vestibular é muito pouco para avaliar todo o conhecimento do candidato. Outra grande diferença apontada por Daniel em relação à graduação americana, refere-se à grade horária. “Aqui no Brasil você escolhe o curso. Nos Estados Unidos, você escolhe a universidade”.

Saiba mais, lendo a matéria na íntegra:

Em Intercâmbio no Brasil, alunos avaliam ensino de medicina ( Portal Terra, 18/05/2014)

Fechar