Posts Populares

News

Cursos de Ultrassom em Emergência e Trauma (USET) são realizados em Maringá-PR.

Aula pratica de FAST

Aula prática de FAST

A SBAIT e a Sociedade Panamericana do Trauma (SPT) realizaram no Brasil mais dois Cursos de Ultrassom em Emergência e Trauma (USET). Dessa vez, em Maringá-PR. Os cursos foram realizados nos dias 31/10, com 13 inscritos  e  dia 01/11, com 18 inscritos.

Participaram como instrutores Dr. José Crubinel Neto (Hospital das Clínicas – Unicamp -SP), Dr. Claudio Bogdan (Cirurgião Vascular do Hospital Universitário da Universidade Estadual de Maringá) e o Dr. Lucio Vicencio (radiologista do Hospital Universitário da Universidade Estadual de Maringá).

O organizador do curso foi o Dr. Claudio Bogdan, membro da SBAIT. Para ele, é necessário iniciar medidas para qualificação dos médicos da região do norte do Paraná visando a melhora do atendimento ao politraumatizado.

Aula pratica de Avaliação do Tórax e Cava

Aula prática de Avaliação do Tórax e Cava

Este curso, segundo ele, “foi o primeiro de muitos que virão, pois como professor da faculdade de medicina, acho importante que o ensino do ultrassom na emergência e trauma comece na graduação”. Dr Claudio também possui interesse em promover os outros cursos da SBAIT para 2015, como o DSTC, ADMR e Qualidade, pois considera um programa de educação médica continuada muito importante para a região.

O curso contou mais uma vez com o apoio da SonoSite que mantém a parceria desde o início para a divulgação da prática do ultrassom em urgência e emergência.

Confira galeria de imagens dos dois cursos:

 

News

Em dois dias, trânsito mata no Brasil mais pessoas que uma tragédia aérea

ibitinga

Colisão entre um ônibus escolar e carreta em Ibitinga (SP) deixou 13 vítimas fatais entre estudantes, professores e diretora da escola, além de 24 feridos.

Na semana em que o Brasil deparou-se com mais uma tragédia no trânsito, dessa vez no interior de SP, onde uma colisão entre uma carreta e um ônibus que transportava estudantes e professores de uma escola, deixou 13 mortos e 24 feridos, a Folha de São Paulo divulga dados que apontam que no Brasil, o trânsito mata mais que uma tragédia aérea.

De acordo com os dados mais recentes do DataSUS, foram 44,8 mil vítimas em 2012, sendo que as principais vítimas foram motociclistas (28%) e pedestres (20%), totalizando uma média de 123 vítimas por dia, representando um aumento de 35% em dez anos, o maior desde 1979.

Em comparação, os números de dois dias seriam suficientes para superar a tragédia da TAM, que matou 199 pessoas em 2007.

Alguns fatores são apontados por especialistas para esse aumento, como o crescimento das estatísticas ao aumento da frota, que dobrou em dez anos, sem um reforço compatível na fiscalização, problemas de infraestrutura nas cidades e estradas e na formação dos condutores.

Leia a matéria na íntegra: 

Em dois dias, trânsito mata no Brasil mais pessoas que uma tragédia aérea- Portal Folha de São Paulo ( 29/10/2014)

News

Membros da SBAIT participam do curso anual do CBC-SP como palestrantes

cbcsp2Neste sábado (25), os membros da SBAIT, Dr. Marcelo Augusto F. Ribeiro, Dr. José César Assef e  Dr. José Cruvinel Neto participaram como palestrantes do Curso Continuado de Cirurgia Geral do CBC-SP, realizado no Auditório Nobre da Associação Paulista de Medicina, em São Paulo-SP.

Este mês foi dedicado ao módulo de Trauma, que faz parte da programação anual do CBC. Dr Marcelo Ribeiro tratou sobre o tema ” Controle de Danos”,o Dr. Assef sobre “Trauma pelviperineal”e Dr José Cruvinel, sobre “Atendimento inicial” e “Atendimento das catástrofes”.

Participaram também do evento a Dra. Samiris Farrath e o Dr. Rogério Saad Hosne.

cbcsp1

 

News

P.A.R.T.Y. vira tema de programa de televisão e é veiculado para 300 cidades

DSC_0228

Maíra, Rafael e Melissa, integrantes da Liga do Trauma da Unicamp, a apresentadora do programa, Hebe Rios, Dr Gustavo P. Fraga e o piloto Tiago Rodrigues de Souza

A combinação álcool e direção foi abordada pelo EPTV Comunidade no último sábado

O P.A.R.T.Y.  (Prevenção do Risco de Trauma Relacionado ao Uso de Álcool na Juventude) Brasil foi tema do EPTV Comunidade, exibido no último sábado pela EPTV (Afiliada à Rede Globo) a 300 municípios das regiões Central, Campinas, Ribeirão Preto e Sul de Minas. Durante 40 minutos, foram abordados os riscos da combinação álcool e direção e a importância de ações preventivas como as do P.A.R.T.Y., que acontece em Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), Sorocaba (SP), São Luís (MA) e Vitória (ES).

DSC_0220O programa foi transmitido, ao vivo, diretamente de uma pista de arrancada localizada em Campinas. No local, estavam o Dr. Gustavo Fraga, professor da Unicamp e presidente da SBAIT (Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado) e os membros da Liga do Trauma da Unicamp Renato Schneider Laurito,Melissa de Barros Meneghetti e Maíra Bianquim Torrezan. Eles foram entrevistados pela apresentadora Hebe Rios durante todo o programa para explicar como funciona o P.A.R.T.Y. e como é feita a abordagem de um tema tão importante com os jovens.

Além deles, também foram entrevistados o piloto Tiago Rodrigues de Souza, que abordou os efeitos do álcool nos reflexos do motorista, e a psicóloga Aline Alves de Lima, que estava no estúdio para explicar a parte psicológica da prevenção e dos traumas sofridos após um acidente. A repórter Fernanda Câmara, da EPTV São Carlos, também teve uma participação ao vivo ao lado do advogado Eduardo Burihan, que falou sobre os aspectos legais de um acidente de trânsito envolvendo pessoas embriagadas.

Durante o programa, foram veiculadas várias reportagens com diferentes abordagens DSC_0224acerca do tema direção e álcool. Entre elas, uma que foi gravada no Hospital de Clínicas da Unicamp na última edição do P.A.R.T.Y. em Campinas, no dia 21 de outubro, quando 80 alunos da Escola Estadual Felipe Cantúsio visitaram o local.

A ideia de fazer um EPTV Comunidade sobre este tema foi sugerida à produção do programa pela SBAIT, com o objetivo de ampliar a divulgação de um assunto tão importante. Para se ter uma ideia, segundo levantamento o Observatório Nacional de Segurança Viária, em 2013, 284.061 pessoas ficaram inválidas e outras 38.011 morreram em decorrência de acidentes de trânsito no Brasil.

O P.A.R.T.Y. é um programa de origem canadense e tem como objetivo desenvolver um trabalho preventivo com adolescentes, a fim de orientá-los sobre os riscos de ingerir bebida alcoólica e dirigir. Ele foi trazido ao Brasil pelo vice-presidente da SBAIT, Dr Sandro Scarpelini, e pela Dra Ana Helena Parra, em 2008. Inicialmente, foi implantado em Ribeirão Preto, mas logo despertou interesse de outros municípios.

DSC_0225Em Campinas, o P.A.R.T.Y. chegou em 2010 e é organizado na Unicamp pela Liga do Trauma, coordenada pelo Dr. Thiago R. A. Calderan. Patrocinado pelo PET (Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde), do Ministério da Saúde,  o programa trabalha diretamente com jovens que ainda vão tirar a Carteira Nacional de Habilitação. Através de uma parceria com a EMDEC (Empresa de Desenvolvimento de Campinas) e a Prefeitura Municipal de Campinas, os jovens são levados ao auditório do HC da Unicamp, onde assistem a várias palestras com outros parceiros do programa: Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, SAMU e a concessionária Rota das Bandeiras.

DSC_0217Após as palestras, os estudantes tem a oportunidade de visitar as enfermarias do hospital e conversar com pacientes vítimas de diversos tipos de trauma. É uma forma de o assunto sair da teoria e conscientizar de forma mais produtiva esses adolescentes. Em um terceiro momento, os participantes são convidados e ouvir o depoimento de dois voluntários, a Joyce Aparecida Lino Almeida  e o WashingtonConceição de Moura. Ela ficou paralítica após um acidente de trânsito e ele, depois de sofrer uma lesão na coluna após um mergulho na piscina. De uma maneira muito humana, que emociona a maior parte dos alunos, eles falam sobre suas vidas e sobre como superaram as limitações impostas pelas sequelas que sofreram.

Em cada uma das cidades onde o P.A.R.T.Y. é realizado, há parceiros e voluntários diferentes, mas o objetivo e o roteiro do programa sempre são padronizados para que os objetivos iniciais sejam atingidos.

Confira os quatro blocos do programa EPTV Comunidade ( 25/10/2014) acessando os links:

EPTV Comunidade – Perigos de direção após consumo de álcool – Bloco 1

EPTV Comunidade – Perigos de direção após consumo de álcool – Bloco 2

EPTV Comunidade – Perigos de direção após consumo de álcool – Bloco 3

EPTV Comunidade – Perigos de direção após consumo de álcool – Bloco 4

News

Estágio de Preparação de Missões de Paz (EPMP) é realizado no RJ

IMG_5824No período de 22 setembro a 17 outubro, aconteceu o Estágio de Preparação de Missões de Paz (EPMP), no Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil (CCOPAB), no Rio de Janeiro, local em que geralmente são ministradas instruções em diversos cursos para militares e civis que farão parte de missões de paz pela ONU.

A concessionária Intervias, a convite do Major Igor Cabral (FAB), apoiou o evento com instrução de primeiros socorros no dia 08 outubro.

Estiveram na base militar (RJ), cinco funcionários da Intervias – Dra Josiene Germano, Aida Milani (enfermeira líder), Marcos Theodoro (enfermeiro), Serafim Santos (técnico de enfermagem) e Cláudio Metzner (motorista de ambulância).

Com uma turma composta por 15 militares (oficiais superiores) de várias unidades (EB, MB, FAB, PM, etc), foram ministradas instruções teóricas sobre atendimento ao traumatizado e a múltiplas vítimas, animais peçonhentos e suporte básico de vida, além de um período para treinamento prático de RCP (ressuscitação cardio-pulmonar), imobilização com colar cervical e prancha longa, e retirada rápida de vítimas traumatizadas de veículos.

“Ficamos muito contentes pela forma e respeito como fomos recebidos. A turma interagiu, participou, enfim, foram algumas horas que passaram rapidamente. É uma grande satisfação saber que reconhecem e apoiam o trabalho que estamos desenvolvendo no APH da Intervias. Informalmente nos foi falado que o convite para outras instruções chegarão, fato que comprova que ficaram satisfeitos com a instrução que ministramos para eles”, completa Dra. Josiene Germano.

News

Em Teresina (PI), foi realizada a II Jornada de Medicina da UNINOVAFAPI

image3

Dr. José Cruvinel Neto, membro da SBAIT, durante sua aula

Foi realizada nos dias 22 e 23 de outubro, a II Jornada de Medicina da UNINOVAFAPI, em Teresina-Pi.

O evento reuniu 45 participantes e contou com a participação do membro da SBAIT Dr José Cruvinel Neto na programação científica, com os temas:  “Atendimento ao traumatizado na sala de emergência” e “Medicina de aventura: Rally dos sertões”.

A Jornada foi organizada pelo Centro Acadêmico da Faculdade de Medicina da UNINOVAFAPI, representado pela acadêmica Rayra Pureza.

News

Capítulo SBAIT – Bahia promove evento com presença de convidado internacional

DSC04993

Evento reuniu um público de 160 pessoas

O Capítulo Bahia da SBAIT promoveu, em parceria com o Hospital do Subúrbio (HS) e a Fiocruz-Bahia no último dia 22, palestra sobre a qualidade de atendimento ao paciente traumatizado. O evento, o primeiro do Capítulo BA, foi realizado no Hotel Mercure, em Salvador, reunindo 160 participantes entre estudantes, acadêmicos e profissionais da área de saúde e contou com a participação de Dr. Selwyn O. Rogers, professor e chefe do departamento de cirurgia na Temple University, na Filadélfia.

De acordo com Dr. Rogers, alguns aspectos devem ser levados em consideração pelas organizações e profissionais de saúde na assistência aos pacientes que sofrem traumas. “Há muitos fatores que interferem no desfecho dos tratamentos. E, nesse processo, temos que destacar a importância do trabalho de equipe”, afirmou.

DSC04979

Dr. Selwyn O. Rogers, professor e chefe do departamento de cirurgia na Temple University, na Filadélfia, em sua aula.

Para o médico, além de reunir a equipe correta, que interage entre si, a organização de saúde deve oferecer uma boa estrutura e possuir modelo assistencial adequado, com protocolos bem definidos. Conforme Rogers, os traumas são decorrentes, em sua grande maioria, de acidentes automobilísticos, e configura-se como a 7ª principal causa de mortalidade nos países de baixa renda.

“No mundo, 16 mil pessoas vão a óbito por dia em função do trauma. Por isso, como escreveu Donald Trunkey, é preciso ficar atento à hora dourada (golden hour)”, disse, referindo-se aos primeiros minutos e horas após o acidente, o trauma, quando as possibilidades da vítima sobreviver são maiores.

Controlar corretamente sangramentos internos, evitar complicações como o choque e utilizar corretamente os antibióticos e a dosagem de fluidos no organismo são questões, na avaliação do especialista, que devem sempre ser observadas pelos profissionais de saúde.

Ao término da palestra, Dr. Roger participou de uma mesa redonda juntamente com os médicos do HS, Dr. Leonardo Canedo e Dr. Ralph, momento em que houve interação entre o médico americano e os participantes e foram debatidas diversas questões sobre o trauma.

Estiveram presentes no evento Dr. Jorge Motta, diretor médico do HS, que fez a abertura juntamente com Dr. André Gusmão, médico do HS e diretor do Capítulo Bahia da Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado (SBAIT), Dr. Mitermayer Reis, pesquisador da Fiocruz-Bahia, integrantes da Laeme (Liga Acadêmica do Trauma e Emergências da Ufba), dentre outros profissionais de saúde do HS e de outras instituições.

Ver matéria completa em:

Médico e professor da Temple University, na Filadélfia, ministra palestra em evento promovido pelo Hospital do Subúrbio (Portal Hospital do Subúrbio, 23/10/14)

News

Movimento Maio Amarelo é indicado ao prêmio “Mobilidade Minuto”.

1962715_678466045594934_7609880579590026063_nO Movimento Maio Amarelo, parceiro da SBAIT, que incentiva toda a sociedade a um comportamento seguro no trânsito, foi indicado por internautas a concorrer ao Prêmio Mobilidade Minuto, promovido pelo IVM (Instituto Cidade em Movimento). O objetivo é identificar e divulgar iniciativas que melhorem as condições dos deslocamentos diários de todo cidadão, em qualquer parte do país.

Serão premiadas sete iniciativas, em seis categorias distintas. Será dado também um prêmio especial de inovação em mobilidade a ser definido por voto popular entre todos os concorrentes.

O Movimento Maio Amarelo concorre na categoria “Qualidade do espaço público da Mobilidade”, onde serão avaliadas as ações pela melhoria dos espaços públicos de espera e acesso aos sistemas de transportes, convivência entre os modais, cultura de paz no trânsito e na cidade, novas cortesias e o resgate do sentido de comunidade no trânsito e na cidade.

Reconhecimento

O Movimento Maio Amarelo já foi reconhecido pelo Instituto Ibero-americano de Segurança Viária, com sede em Madri (Espanha) como a melhor prática em segurança viária da América Latina e Caribe, no fator humano em 2014 ao receber o prêmio internacional “Boas Práticas de Segurança Viária”, durante a realização do IV CISEV (Congresso Ibero-americano de Segurança Viária), realizado em Cancun, no México entre 30 de setembro e 2 de outubro. O Movimento Maio Amarelo concorreu com 108 iniciativas inscritas por 21 países da América Latina e do Caribe.

Para ajudar o Movimento Maio Amarelo conquistar também o prêmio “Mobilidade Minuto”, basta acessar o link abaixo e votar.

Conheça o Prêmio:

http://cidadeemmovimento.org/premiomobilidademinuto/
E vote aqui:

www.bit.ly/premiomovimento

News

Residente de Trauma realiza estágio em Toronto

st michaelsNo final do mês de setembro e início de outubro,  a Dra. Cecília Araújo Mendes, R4 de Cirurgia Geral Avançada e Trauma da Disciplina de Cirurgia do Trauma da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp, realizou um estágio de observação (observership) de duas semanas no St. Michael`s Hospital, em Toronto, no Canadá. Lá ela pode acompanhar  a rotina de residentes e de toda equipe envolvida no atendimento aos pacientes vítimas de trauma ou com doenças cirúrgicas de urgência. E ela relata que “embora as patologias sejam as mesmas, as indicações cirúrgicas idênticas, o sistema organizacional é diferente. É a perspectiva de um país com maiores recursos logísticos e humanos, onde  o paciente  é atendido por uma equipe multidisciplinar que conta com cirurgião, anestesista, ortopedia, emergencista e radiologista. Em que a equipe de enfermagem está fortemente envolvida no processo de reabilitação e alta do paciente”.

O serviço do St. Michael’s é fortemente envolvido com pesquisa,  produção científica e padrão de qualidade para o atendimento. Essa experiência possibilita novas  idéias para melhorar e otimizar o atendimento ao traumatizado no Brasil, de acordo com nossa realidade. E acima de tudo é importante valorizar e investir na adequada formação do cirurgião de trauma, que no cenário internacional já está bem definido e vem ganhando papel de destaque nos hospitais terciários.

Deixamos aqui registrado o agradecimento ao Prof. Dr. Sandro Rizoli, chefe do serviço de trauma do St. Michael´s Hospital, que possibilitou esse intercâmbio.

News

Profissionais do SAMU de Sergipe visitam CCR AutoBAn

image002

Grupo conheceu o trabalho desenvolvido pelo Resgate da concessionária

Com o objetivo de conhecer o trabalho realizado pelo Atendimento Pré-Hospitalar (APH) da CCR AutoBAn, referência em todo o país em Resgate em rodovias, um grupo de profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência  (SAMU) de Sergipe (SE), composto pelo superintendente do órgão, o médico Victor Vilhena Barroso, e dos diretores da Fundação Hospitalar de Saúde em Sergipe, Luciana Prudente Franco e Luiz Hamilton Santana, visitou a sede da CCR AutoBAn, em Jundiaí, hoje, segunda-feira, 13. O grupo foi recebido pelo coordenador-médico da concessionária, Mário Jorge de Castro Kodama, que falou sobre a estrutura do APH, os recursos utilizados pela equipe, e como é realizado o atendimento no Sistema Anhanguera-Bandeirantes.

“Com esta visita, queremos levar um pouco da experiência e das tecnologias aplicadas pela CCR AutoBAn para a nossa nova central de regulação, que deve ser inaugurada em breve. Ficamos impressionados com a estrutura e com os modernos recursos que são utilizados pelo APH da concessionária”, disse Luiz Hamilton Santana, diretor geral da Fundação Hospitalar de Saúde em Sergipe. “Tenho certeza de que muito do que vimos aqui e também nas visitas aos Samu de Jundiaí e de Campinas será utilizado”, completou.

O Atendimento Pré-Hospitalar (APH) da CCR AutoBAn, nome técnico do Resgate, é um dos mais conceituados do país. Foi o primeiro a obter a certificação da National Association of Emergency Technicians, instituição americana referência mundial no protocolo de atendimento pré-hospitalar. Composto por 13 unidades móveis de resgate, incluindo  viatura de apoio de uso exclusivo da equipe médica, o resgate da CCR AutoBAn conta com cerca de 100 profissionais – entre médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, condutores – em constante processo de aperfeiçoamento e certificados internacionalmente.

Fechar