Posts Populares

News

Espaço do Trauma SBAIT – dezembro 2015

imagem41

Confira a coluna “Espaço do Trauma – SBAIT” – Revista Emergência, edição n. 81, de dezembro de 2015.

Alguns destaques dessa edição:

  • SBAIT presente no XXVIII Congresso Panamericano de Trauma
  • Telemedicina: SBAIT recebe prêmio em encontro mundial
  • Linha do Trauma: Hospital do interior de SP é cadastrado
  • DSTC: Cursos são realizados em São Paulo e em Portugal
  • Trânsito: SBAIT orienta como agir
  • Estudo: Trânsito brasileiro entre os mais violentos

Confira a versão online acessando:

Participe enviando notícias de eventos sobre cirurgia do trauma e emergência, sobre Liga de Trauma, projetos de prevenção, residência médica e outros para serem divulgados pela SBAIT para secretaria@sbait.org.br

News

SBAIT alerta sobre os principais ferimentos traumáticos nas férias

Na maioria das vezes, é possível evitar as ocorrências com medidas simples de prevenção

mergulho rioA SBAIT (Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado) está fazendo um alerta sobre os principais ferimentos traumáticos registrados durante as férias. O objetivo da entidade é orientar as pessoas para que elas se previnam, com medidas simples, mas que podem reduzir os riscos tanto para crianças quanto para adultos.

As lesões por trauma mais comuns nesta época do ano, segundo a SBAIT, são afogamentos, traumatismo raquimedular por mergulho em águas rasas, ferimentos leves em crianças com objetos cortantes, ocorrências automobilísticas em estradas, quedas de motocicleta e ocorrências envolvendo ciclistas.

“Nesta época, as pessoas saem da rotina. Viajam mais, ficam fora do ambiente em que estão acostumadas, muitas consomem mais bebida alcoólica. Tudo isso reflete nos casos dos ferimentos traumáticos, alguns fatais. Queremos que a população entenda que a maioria das lesões por trauma poderia ser evitada, não são acidentes, mas situações que poderiam ser prevenidas com medidas simples”, explica o presidente da SBAIT, Sandro Scarpelini.

Para evitar afogamentos, é importante que quem não sabe nadar não entre sozinho na água, independentemente de ser adulto ou criança. Além de acompanhada, a pessoa também deve usar boias e coletes salva-vidas. “Outra grande característica dos afogamentos é o local do mergulho. Por isso, quem sabe nadar também precisa tomar cuidado. No rio, por exemplo, na maioria das vezes, não conseguimos saber o que está embaixo d´ água, se existe uma pedra ou algo do tipo. Ao mergulhar, a pessoa pode se acidentar e sofrer uma lesão na medula”, destaca Scarpelini.

Com as crianças em casa em tempo integral, os pais devem redobrar os cuidados com facas e outros objetos que possam causar ferimentos. O mesmo cuidado deve ser tomado em hotéis, casas de parentes e amigos ou casas alugadas para temporadas. “As crianças são muito curiosas e não têm noção do perigo. Por isso, este tipo de objeto deve estar longe do alcance delas. É importante que os responsáveis façam uma vistoria no local para ver se não tem nada que ofereça perigo”, orienta o presidente a entidade.

O trânsito, um dos maiores causadores de ferimentos por trauma, é o local que merece maior atenção. “As dicas são as mesmas de sempre, mas é preciso segui-las. As pessoas têm a falsa impressão de que, com elas, não vai acontecer, mas acontece. Por isso, é fundamental não ingerir bebida alcoólica antes de dirigir, fazer manutenção no veículo, não dirigir com sono, não usar celular ao volante, seja para falar, ler ou passar uma mensagem de texto. Somos um dos países que mais matam no trânsito. Precisamos reverter essa situação e isso depende muito da conscientização do motorista”, destaca Scarpelini.

Ainda no trânsito, outro problema preocupante são os ciclistas. “O ciclista costuma estar muito vulnerável, já que nem sempre é respeitado nas ruas. Além disso, há o risco de queda. É fundamental que ele esteja com todos os equipamentos de segurança: capacete, joelheira, cotoveleira e luvas. E isso vale para crianças e adultos. À noite, é muito importante que a bicicleta seja vista, através de lanternas, roupas ou objetos refletores”, comenta o presidente da SBAIT.

Por Assessoria de Imprensa SBAIT

News

Em novembro, projeto Salvando Vidas levou à população orientações sobre “Ressuscitação Cardiopulmonar”

12226931_907542889323093_1323615948930668976_n

Ação da Liga Araguainense do Trauma (LAT) na Praça das Bandeiras – Centro – Araguaína (TO) em 18/11/15

Durante o mês de novembro, o Projeto “Salvando Vidas” (CoBraLT/SBAIT) orientou a população sobre o tema “Ressuscitação Cardiopulmonar”, alcançando no total cerca de 1000 pessoas presencialmente em shoppings, praças, escolas e universidades. Além disso, aproximadamente  5.700 pessoas foram alcançadas nas redes sociais, com a ações de orientações online.

Membros de 11 Ligas Acadêmicas de Trauma e Emergência de diversas regiões do país participaram das ações neste mês de novembro: 

  • Liga do Trauma e Emergência da Universidade Federal de Juiz de Fora (LATE-UFJF);
  •  Liga do Trauma de Roraima (LTRR);
  • Liga do Trauma, Emergências e Terapia Intensiva da Universidade de Ribeirão Preto (LiTETI-UNAERP);
  • Liga Araguainense do Trauma (LAT);
  • Liga do Trauma da Universidade Luterana do Brasil do Rio Grande do Sul (LT-ULBRA);
  • Liga de Emergência e Trauma da Escola Superior de Ciências da Saúde do Distrito Federal (LETES-DF);
  • Liga Araguainense do Trauma de Enfermagem (LATE);
  • Liga do Trauma da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas (LT da UNICAMP);
  • Liga Acadêmica de Trauma e Emergência e Simulação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (LATES-UFRJ);
  • Liga Universitária de Trauma e Emergência da Universidade Estácio de Sá Campos João Pessoa (LUTREC-UNESA);
  • Liga Acadêmica de Emergências Médicas do Centro Universitário de Volta Redonda (LAEM- UniFOA).

Para dezembro, o tema proposto é “Técnicas básicas para imobilização de vítimas de trauma” e já conta com a participação de membros de Ligas do Trauma de diversas regiões do país.

No total, 34 Ligas Acadêmicas de Trauma e Emergência participam do projeto “Salvando Vidas – CoBraLT/SBAIT”. As ações estão previstas para acontecerem em 28 cidades brasileiras: Brasília (DF), Gama (DF), Goiânia (GO), Campo Grande (MS), Rio de Janeiro (RJ), Volta Redonda (RJ), Botucatu (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), São José do Rio Preto (SP), Catanduva (SP), Belo Horizonte (MG), Alfenas (MG), Viçosa (MG), Juiz de Fora (MG), Porto Alegre (RS), Passo Fundo (RS), Canoas (RS), Curitiba (PR), Vila Velha (ES), Araguaína (TO), Manaus (AM), Boa Vista (RR), Terezina (PI), Pinheiro (MA), Maceió (AL), João Pessoa (PB), Salvador (BA). 

Confira algumas imagens das ações realizadas em novembro/ 2015:

News

“Manutenção Preventiva” é o tema da Agenda Positiva de dezembro

4 - 2 (1)Dezembro é sinônimo de festas, férias escolares e viagens. E nada melhor do que viajar com segurança. Desse modo, neste mês, “Manutenção Preventiva” é o tema de destaque das ações da Agenda Positiva Maio Amarelo, que traz à discussão um tema de prevenção no trânsito a cada mês.

Todo condutor deve estar atento e cuidadoso para que seu veículo circule em condições adequadas. Assim, algumas orientações são importantes, como ficar atento aos prazos indicados pela montadora do veículo e fazer a revisão respeitando as datas, verificar o nível de água do radiador, nível de óleo, calibragem e condições dos pneus e luzes do veículo. Uma revisão completa no seu veículo contribui para uma viagem tranquila e segura.

A campanha  “Manutenção Preventiva” possui peças publicitárias que podem ser utilizadas para divulgação. Acesse o link abaixo para saber detalhes sobre o tema e fazer o download das peças:

Agenda Positiva Dezembro 2015 – “Manutenção Preventiva” – download das peças

2 - 2 (1)

News

Seminário Urbanidade – Vídeos com resumo dos debates já estão disponíveis

painel urbanidade

Dr Gustavo P. Fraga entre os convidados do painel Saúde do Seminário. ( segundo, da dir. para esq.)

O Seminário Urbanidade, por uma mobilidade segura foi realizado em Brasília, no dia 3 de novembro passado,reunindo representantes dos poderes executivo,legislativo e iniciativa privada para a análise do cenário e atual e levantamento de propostas para ampliar a segurança viária em todo o país.

O debate realizado foi distribuído em cinco painéis, retratando os cinco eixos norteadores das ações de prevenção estabelecidas e assinadas na declaração de Moscou, em 2009 pelos quase 200 países participantes: fortalecimento da gestão da segurança no trânsito (fiscalização), infraestrutura viária adequada (gestão), segurança veicular, comportamento e segurança dos usuários (educação) e atendimento ao trauma, assistência pré-hospitalar, hospitalar e à reabilitação (saúde).

O Seminário reuniu presencialmente 130 pessoas e 700 participantes via internet. Mesmo assim, muitas pessoas não puderam acompanhar em detalhes levantamento de propostas para ampliar a segurança viária em todo o país.  Dessa forma, os organizadores disponibilizam vídeos com o resumo do seminário, com os principais momentos das discussões, nos cinco painéis.

Abaixo, o vídeo da abertura do evento , que expõe a problemática do trânsito no país, e os vídeos do painel 5 – Saúde, que contou com a participação do coordenador do comitê de prevenção da SBAIT, Dr Gustavo P. Fraga.

Cenário:

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=pvzCkemrB6w]

Painel saúde: Abertura – contexto:

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=Foi8n5btTHs]

Debate- Painel saúde

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=pYBEHy_af4w]

Confira também o resumo dos outros painéis, acessando o link:

ONSV disponibiliza vídeos com debates do Seminário Urbanidade ( Portal ONSV, 30/11/15)

News

Aliança da SBAIT com ALTEC é oficializada durante cerimônia em Portugal

IMG-20151130-WA0007

Oficialização da Aliança entre SBAIT e ALTEC em 13 de novembro

No dia 13 de novembro, foi celebrado em Portugal a Aliança da ALTEC (Associação Lusitana de Trauma e Emergência Cirúrgica) com a SBAIT.

A cerimônia ocorreu durante o  8º Encontro Internacional de Trauma e Cirurgia de Emergência,  realizado de 7 a 18 de novembro em Viseu e Coimbra, (Portugal), em comemoração aos 10 anos da ALTEC (Associação Lusitana de Trauma e Emergência Cirúrgica).

IMG-20151130-WA0010A parceria é importante da SBAIT com a ALTEC é importante para  incrementar os cursos de capacitação profissional, que passam a contar com um corpo de instrutores de ambos os países, comprometidos com os mesmos objetivos e com agendas que não concorrem entre si, além de internacionalizar as duas sociedades.

Para a SBAIT, fica estabelecida uma âncora na União Européia, da qual Portugal faz parte. Para a ALTEC, aumenta-se o número de associados de língua portuguesa, ampliando o espaço da lusofonia, relata o dr, José Mauro da Silva Rodrigues, vice-presidente da SBAIT , que esteve presente no evento.

Também estiveram presentes os membros da SBAIT, Dr. Hamilton Petry, Dr. Tércio de Campos.

News

Pós Graduação em Atendimento Pré-Hospitalar e Emergência – Inscrições Abertas

pos graduação emergenciaEstão abertas as inscrições para 2ª turma do Curso de Pós-Graduação em Atendimento Pré-Hospitalar e Emergência do Instituto Terzius.

Com carga horária de 400 horas, o curso é composto por aulas teóricas e práticas e é voltado a médicos que atuam em campo, no atendimento pré-hospitalar e/ou em salas de emergência.

O curso possui como objetivos  promover atividades científicas e propiciar o aperfeiçoamento em Medicina de Emergência e Atendimento Pré-Hospitalar, desenvolver no médico, em seus aspectos conceituais e práticos, a liderança necessária para o trabalho em equipe, próprios da multiprofissionalidade e transdisciplinaridade assistencial do paciente grave, fomentar o conhecimento e a prática dos preceitos éticos e humanitários, propiciar o aumento de eficiência dos procedimentos da cena, melhoria de índices de prognósticos positivos e abordagem do ato médico e da regulação médica em APH, além de desenvolver um espírito profissional observador e crítico capaz de promover mudanças da realidade, pesquisa e educação continuada em Medicina de Emergência e Atendimento Pré-Hospitalar.

A Prof. Dra. Josiene Germano, coordenadora do comitê de desastres da SBAIT, é a coordenadora do curso.

Inicio do curso: março de 2016

Carga Horária: 400 horas
Duração do Curso: 20 meses
Informações (19) 3231-8232 / contato@terzius.com.br

https://www.terzius.com.br/pos_graduacao2.php?pos=1

News

SAMU transporta 75% das vítimas graves do trânsito no país

Relatório da Organização Mundial de Saúde também destaca que o Brasil é um dos 116 países com telefone de emergência universalimagem relatorio onu

As ambulâncias do SAMU (Serviços de Atendimento Móvel de Urgência) transportam mais de 75% das vítimas seriamente feridas em acidentes de trânsito no país. O índice coloca o Brasil no mesmo patamar dos Estados Unidos, Espanha, França, Suécia, Suíça. As informações são do recém lançado Global Status Reporton Road Safety 2015, da Organização Mundial de Saúde (OMS). O documento registra, também, que o Brasil está entre os 116 que possuem um número de telefone universal e gratuito para chamados de emergência, em vez de múltiplos números.

A resposta pós-acidente, um dos cinco pilares do Plano Global para a Década de Ação para a Segurança no Trânsito 2011-2020, foi amplamente debatido no dia 17 de novembro, durante a “Jornada do Modelo Viário da Espanha”, evento realizado pela Embaixada do país ibérico no Instituto Cervantes de Brasília. O encontro reuniu representantes do setor público de diversos países e de organismos internacionais, como o Banco Mundial de Desenvolvimento e a Organização Mundial de Saúde. A Espanha é um dos cinco países do mundo com menores índices de vítimas fatais no trânsito.

A representante da Organização Mundial de Saúde, Teri Reynold, destacou que o atendimento pré-hospitalar adequado e o transporte rápido para uma unidade de saúde são essenciais para evitar óbitos no trânsito, visto que a maior parte das vítimas fatais de acidentes– 1,25 milhão por ano em todo o mundo – morre antes de chegar a um hospital. “Uma resposta organizada para o trauma pode salvar vidas e é fundamental para o sucesso da recuperação de um acidentado”, frisou.

O Brasil, de acordo com o Global Status Reporton Road Safety 2015, é também um dos 139 países com treinamento disponível em atendimentos de emergência para médicos e um dos 113 com esse tipo de treinamento para enfermeiros – perfilando-se, também neste item, entre as nações com as melhores práticas.

Investimento – Discar 192 para receber atendimento pré-hospitalar do SAMU é possível hoje para 154,9 milhões de brasileiros – um crescimento superior a 20% entre 2011 e 2014. O número de unidades móveis em todo o país, 3.340, cresceu nada menos que 42% no mesmo período. O gasto anual do Ministério da Saúde com o serviço – R$ 947,3 milhões registrados em 2014 -, foi R$ 515,3 milhões a mais que em 2011, um incremento de 119,2%.

O serviço funciona 24 horas com ambulâncias (entre unidades de suporte básico, suporte avançado, motolâncias, equipes de embarcação e aeromédicas) e equipes de profissionais de saúde compostas de médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e condutores.

Além das ocorrências de ordem traumática, o serviço também está disponível para chamados de emergência em atendimento clínico, pediátrico, cirúrgico, ginecológico, obstétrico e de saúde mental da população.

As ambulâncias do SAMU 192 são dotadas de equipamentos para vias aéreas e acesso venoso, medicações, monitor cardíaco, desfibrilador e material para imobilização, como colar cervical e prancha longa.

Atualmente são 188 Centrais de Regulação para onde as chamadas, gratuitas, são direcionadas e onde um médico regulador faz a avaliação das solicitações de socorro a partir de perguntas-chave dirigidas ao solicitante.

 

Fonte:  Portal da Saúde ( 18/11/2015)

News

Com a Declaração de Brasília, países se comprometem a priorizar pedestres, ciclistas e motociclistas

RoadSafetyA “Declaração de Brasília” foi aprovada pelos mais de 130 países membros da Organização das Nações Unidas (ONU) reunidos na 2ª Conferência Global de Alto Nível sobre Segurança no Trânsito, realizado durante os dias 18 e 19 de novembro, em Brasília (DF).

O documento traz como prioridade a segurança de pedestres, ciclistas e motociclistas – usuários mais vulneráveis do trânsito. Os países reafirmaram também, reduzir à metade, até 2020, as mortes causadas por acidentes de trânsito.

Entre as ações recomendadas no documento está a adoção, implementação e cumprimento de políticas e medidas voltadas a proteger e promover, de forma ativa, a segurança de pedestres e a mobilidade de ciclistas – como calçadas, ciclovias e/ou ciclofaixas, iluminação adequada, radares com câmeras, sinalização e marcação viária.

Uso de motocicletas – No que diz respeito aos motociclistas, que figuram entre as vítimas mais vulneráveis do trânsito em todo o mundo, a Declaração de Brasília registra entre suas recomendações a de desenvolver e implementar legislação e políticas abrangentes sobre o uso de motocicletas – incluindo educação e formação, licenciamento do condutor, registro do veículo, condições de trabalho, uso de capacetes e de equipamentos de proteção individual. Pedestres, ciclistas e motociclistas, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) perfazem atualmente metade das 1,25 milhão de vítimas fatais do trânsito no mundo.

“Mortes e lesões no trânsito são também uma questão de equidade social, já que as pessoas pobres e vulneráveis são, com maior frequência, também usuários vulneráveis das vias (pedestres, ciclistas, motoristas de veículos motorizados de duas e/ou três rodas e passageiros de transporte público inseguro)”, afirma a declaração. “Eles são desproporcionalmente afetados e expostos a riscos e lesões e mortes no trânsito, que podem levar a um ciclo de pobreza exacerbada pela perda de renda”, assinala o documento.

Para proteção desses usuários, um dos compromissos assumidos pelos países na carta é o de estabelecer e implementar limites de velocidade seguros e adequados acompanhados de medidas apropriadas de segurança – como sinalização de vias, radares com câmeras e outros mecanismos de restrição de velocidade, particularmente perto de escolas e de zonas residenciais, de modo a ampliar a segurança de todos os usuários das vias.

METAS REAFIRMADAS – As metas de reduzir à metade, até 2020, o número de mortes e lesões causadas pelo trânsito em todo o mundo, e de aumentar de 15% para 50% o percentual de países com legislação abrangente sobre os cinco fatores-chaves de risco – não uso de cinto de segurança, de capacete e de dispositivos de proteção para crianças, mistura álcool/direção e excesso de velocidade -, são reafirmadas na declaração. O acesso das populações a sistemas de transporte seguros, acessíveis e sustentáveis, melhorando a segurança no trânsito notadamente por meio da expansão do transporte público – conforme incluído pela Cúpula da ONU sobre o Desenvolvimento Sustentável 2015 na nova agenda global -, é também uma meta saudada pelo documento.

O reforço dos países a estratégias de policiamento nas vias e medidas de fiscalização com foco na redução de acidentes também está entre as recomendações, assim como incentivar os Estados a introduzirem novas tecnologias de gestão do trânsito e de sistemas de transporte inteligente, para mitigar os riscos de lesões e mortes.

Na área da saúde, o documento aponta a necessidade de fortalecer os cuidados pré-hospitalares, incluindo serviços de saúde de emergência e resposta imediata pós-acidente, diretrizes ambulatoriais e hospitalares para cuidado do trauma, além de serviços de reabilitação.

A Declaração de Brasília sobre Segurança no Trânsito reconhece que a maioria expressiva das mortes e lesões no trânsito é previsível e evitável – e, na metade da Década de Ação, há muito a ser feito apesar dos progressos e melhorias em vários países.

A íntegra do documento pode ser lida aqui.

Fonte: Assessoria de Comunicação – MS

News

I Jornada Acadêmica de Trauma e Emergências Clínicas será realizada em Ouro Preto ( MG)

12227790_1200354409979649_4251219025900607743_n (1)A Liga do Trauma da Universidade Federal de Ouro Preto – UFOP realizará, nos dias 12 e 13 de dezembro, a I Jornada Acadêmica de Trauma e Emergências Clínicas da UFOP. O evento será realizado no auditório da Escola de Farmácia, Campus Morro do Cruzeiro – UFOP em Ouro Preto (MG).

A jornada contará com palestras ministradas por professores e profissionais da saúde, minicursos opcionais (“ECG no Trauma” ,“Sutura” e “ACLS (Advanced Cardiac Life Support)” , além de temas livres e pôsteres a serem apresentados por estudantes da área da saúde.

Informações e inscrições:  jatecinscricoes2015@gmail.com 

Saiba detalhes sobre o programa:

 

 

Fechar