Posts Populares

News

COVID-19 : Membro da SBAIT participa de Missão em Manaus

O membro da SBAIT, Luciano Eifler,  embarcou no dia 05 de maio com equipe médica do Rio Grande do Sul para Manaus (AM), em  apoio às vítimas da COVID-19.

A equipe retornou dia 13 de maio à Porto Alegre, depois de ter atuado em dois hospitais, sendo um de campanha.

Luciano Eifler, membro da SBAIT, com equipe médica do RS em Manaus apoiando as vítimas da COVID-19

 

Imagem: Arquivo pessoal

 

Salvando Vidas

Programa Salvando Vidas: “Prevenção em casa” é o tema de maio

O Programa Salvando Vidas, uma iniciativa do Comitê Brasileiro de Ligas de Trauma (CoBraLT), e SBAIT junto às Ligas de Trauma trabalhará durante o mês de maio com o tema “Prevenção em casa”, reforçando o alerta e cuidados durante a quarentena.

Um dos cuidados é em relação ao álcool em gel. Hoje ele é um grande aliado no combate ao COVID-19, porém trata-se de um produto inflamável , o que requer atenção no seu uso e armazenamento.

A campanha online, realizada pelas Ligas do Trauma pelas redes sociais,  alerta sobre o perigo do álcool em gel e orienta sobre algumas dicas para o seu uso de maneira segura, chamando atenção de todos para potenciais acidentes que podem ser evitados e SALVAR VIDAS!

Confira as imagens da campanha:

Campanhas

Maio Amarelo 2020 terá atuação online em maio e ações presenciais são transferidas para setembro

Com  o  tema “Perceba o risco, proteja a vida”, o Movimento Maio Amarelo 2020 precisou também se adaptar, em razão da pandemia do novo coronavírus.  As ações presenciais, como caminhadas, blitz no trânsito, orientações diretas à população e comunidades, que geralmente são as estratégias mais usadas nos meses de maio para transmitir as informações de prevenção à vida no trânsito, esse ano serão transferidas para o mês de setembro, juntamente com as atividades da Semana Nacional de Trânsito. Com isso, o Maio Amarelo 2020 acontecerá somente de forma online durante o mês de maio.

Segundo a coordenação do Movimento Maio Amarelo nacional, realizada pela equipe do Obervatório Nacional de Segurança Viária (ONSV), parceiro SBAIT, a ideia do tema foi exatamente passar à sociedade uma fala já comum entre os técnicos de segurança viária que é a tal percepção de risco. “Quando o cidadão entende que, usar o cinto pode salvar a vida dele, ele passa a usá-lo sem esquecer nos mais curtos deslocamentos. E assim é com o celular, com a manutenção preventiva, com o respeito a velocidade máxima permitida, etc. E foi pensando em ampliar esse conceito junto à sociedade que nasceu o tema de 2020: Perceba o risco. Proteja a vida”, explica José Aurelio Ramalho, diretor-presidente do Observatório.

Para o diretor geral do Denatran ( Departamento Nacional de Trânsito), Frederico de Moura Carneiro, o “importante é preservar a vida de todos no trânsito. Por isso, vamos fazer uma campanha digital para levar informação principalmente para quem não pode parar, que são os caminhoneiros e entregadores, seja de motocicleta, seja de bicicleta, além dos profissionais da segurança pública e de saúde”.

Essa será a sétima edição do Movimento, que já conta com o apoio de 27 países e participação oficial de 423 cidades brasileiras.

A abertura oficial do Movimento Maio Amarelo 2020, sempre realizada presencialmente, nessa edição também foi transferida para o formato online, com a realização de uma live realizada no dia 29 de abril, marcando o lançamento oficial do Movimento Maio Amarelo 2020 pelas redes sociais. Estavam previstas duas aberturas presenciais : uma nacional que seria realizada em Blumenau/SC e outra, internacional, em Montevidéu/Uruguai.

O material do Movimento em 2020, que poderá ser usado por qualquer pessoa, empresa ou entidade já está disponível com versões para que o apoiador insira seu logo na peça, no vídeo ou mesmo nos banners ou stories. “Temos certeza que, por meio das redes sociais e dos apps de mensagens pelo celular, faremos nossa mensagem de segurança no trânsito chegar a mais e mais brasileiros, trazendo mais consciência e responsabilidade a todos que transitam”, finaliza Ramalho.

Conheça e compartilhe os materiais do Movimento Maio Amarelo:

Vídeo:

Artes: 

Saiba mais em: https://maioamarelo.com/perceba-o-risco-proteja-a-vida/

Plano Nacional de Catástrofes

Covid-19 | SBAIT começa implantar Plano de Ação no Estado do Pará.

A SBAIT iniciou nessa semana uma nova etapa em suas ações no enfrentamento ao novo coronavírus no país.

As reuniões por telemedicina, que ocorrem todas as 2as e 5as feiras, reunindo profissionais de todas as reuniões do país tem demonstrado as demandas específicas de cada localidade.

E Belém/PA é uma delas.

A situação atual de Belém, vivenciada diretamente por quem está vivenciando e superando as dificuldades dia a dia, foi compartilhada por uma médica em nossas reuniões. Prontamente os membros SBAIT presentes compartilharam sugestões de ações para contribuir com a colega e população afetada por essa pandemia.

Dessa forma, o Pará é o primeiro Estado a contar com ações práticas e focadas do time SBAIT.

Após detectar as necessidades mais urgentes, foi realizado um plano de ação, contando com a parceria local da Deputada Heloísa Guimarães, que abrangerá:

  •  Treinamento continuado sobre paramentação e desparamentação de EPIs, aos médicos do estado do Pará, com Dr. Tércio de Campos – presidente da SBAIT. A importância deste treinamento, que será ao vivo e online, se dá uma vez que muitos casos de contaminação ocorrem justamente quando o profissional desparamenta-se de seus EPIs.
  • Atendimento gratuito 0800 da SBAIT diário, das 8h às 20h, para auxiliar a população que busca informações sobre a doença.

Outros locais, em breve,  também podem precisar da participação efetiva dos membros SBAIT. Junte-se a nós:

– Participando das reuniões via telemedicina, todas as 2as r 5as feiras, às 18h . Acesso pelo link: https://us04web.zoom.us/j/114819646…

– Cadastrando-se no Plano Nacional de Catástrofes SBAIT, http://www.sbait.org.br/br/plano-nacional

 

SBAIT

COVID-19 | Reuniões por telemedicina reúnem membros de todas as regiões do país

Com a pandemia do novo coronavírus, o time SBAIT está alerta a todas as necessidades e oportunidades de atuação em prol dos associados, colegas e população em geral.

Uma das ações contínuas são as Reuniões por Telemedicina COVID-19, que ocorrem desde o dia 19 de março, duas vezes por semana, reunindo os membros para apresentação e discussão de temas específicos e de grande interesse e relevância para os profissionais, uma oportunidade única para os profissionais compartilharem suas experiências e desafios no dia a dia dos atendimentos, contando com a experiência de colegas de profissão de diversas regiões do Brasil e do exterior.

Em abril, por exemplo, uma das médicas presentes, compartilhou sua experiência no dia a dia de seus plantões em Belém/PA, uma das regiões mais afetadas pela pandemia no país. Ela relatou suas dificuldades e superações. Prontamente, os colegas presentes já mobilizaram-se com sugestões e foi criado um plano de ação que já está em prática na região, contribuindo com os colegas médicos e profissionais do atendimento e também com a população local.

Participe também, compartilhando sua realidade local e também sua experiência e sugestões, que podem auxiliar colegas de todo o país.

As reuniões online são realizadas às 2as e 5as feiras, das 18h às 19h.

Para participar acesse o link: https://us04web.zoom.us/j/114819646?pwd=QStEQ1p1eWVOeU1mN21IaGx4MzRxZz09&status=success  

 

*para participar via celular, é necessário baixar o app Zoom. 

 

News

Nota de Pesar – Dr. Nilton Roberto Martines

A SBAIT lamenta profundamente o falecimento do Dr. Nilton Roberto Martines nesta segunda-feira, 20 de abril, em Olímpia/SP.

Aos 70 anos de idade, tendo dedicado mais de 45 deles ao exercício da medicina, Dr Nilton sempre foi um grande Cirurgião do Trauma e de Urgências, com participação ativa em congressos e eventos médicos de todo o país, sempre mostrando os casos tratados na sua querida Olímpia. Ficará registrado na história da SBAIT por sua competência, sabedoria e amizade.

Registramos nossa gratidão por todos os momentos compartilhados e nossos sentimentos à família.

Campanhas

Casos de Trauma precisam ser prevenidos para não sobrecarregar hospitais

Casos de trauma no trânsito, que ocupam leitos de enfermarias e UTI´s, podem ser evitados com prudência dos motoristas 

A SBAIT  faz um alerta à população sobre a importância de prevenir os casos de trauma para evitar que hospitais fiquem sobrecarregados com o aumento dos casos de COVID19 no País.

A orientação é para que as pessoas redobrem, principalmente, os cuidados no trânsito, já que este é um dos principais responsáveis pelos casos de trauma, que levam pacientes a precisarem de leitos em enfermarias e UTI´s (Unidades de Terapia Intensiva).

“Se considerarmos a progressão geométrica dos casos em outros países, o Brasil deve registrar um aumento considerável do número de pessoas com COVID-19. Uma parte desses pacientes vai precisar de internação hospitalar. Nossa preocupação é otimizar a estrutura hospitalar disponível”, explica do presidente da SBAIT, Tércio de Campos, que também é cirurgião do Trauma. “Como o trauma é uma doença prevenível, as pessoas precisam se conscientizar. Com menos acidentes de trânsito, teremos menos leitos ocupados por pacientes traumatizados e, consequentemente, mais vagas
disponíveis para pacientes com COVID-19”, afirma.

De acordo com ele, pelo mesmo motivo, é provável que algumas cirurgias eletivas sejam desmarcadas. “Precisamos ser cautelosos neste momento. Não é o caso de pânico, mas de prudência. Caso haja um aumento significativo de COVID-19, como é esperado, precisamos tirar o máximo de gente possível dos hospitais, por dois motivos:  disponibilizar mais leitos para quem estiver contaminado e evitar que outros pacientes tenham contato com o vírus”, comenta.

Entre as recomendações para evitar novos casos de trauma, estão: não usar celular enquanto dirige, não dirigir após consumir bebida alcoólica e respeitar as leis de trânsito. “Cada um precisa fazer a sua parte. É hora de unirmos forças para evitar a propagação do coronavírus no país e também para deixar todos os recursos possíveis disponíveis aos pacientes que apresentarem sintomas mais graves da doença”, reforça.

O presidente da SBAIT disse, ainda, que a rede de Telemedicina está disponível para os profissionais de saúde que precisarem trocar experiência com profissionais de outras regiões. “Nós também temos centenas de profissionais de saúde cadastrados no nosso Plano Nacional de Catástrofes para trabalhar como voluntários. Se for necessário, podemos acioná-los para ajudar no atendimento às vítimas também”, finaliza.

Campanhas

COVID-19 – SBAIT faz campanha reforçando a importância da doação de sangue

Com cinco peças, a campanha, que circula nas redes sociais, reforça sobre a importância do isolamento para conter o coronavírus

A SBAIT (Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado) acaba de lançar uma campanha para incentivar as pessoas a ficarem em casa, com uma única exceção: doar sangue. O objetivo da entidade é conscientizar a população sobre a importância do isolamento para conter o coronavírus, já que a classe médica está preocupada com um possível colapso do sistema de saúde.
“Que as pessoas precisam ficar em casa é um fato. Esta, sem dúvida, é a melhor maneira de evitar o contágio. E nós, como cirurgiões e profissionais de saúde, realmente estamos trabalhando forte para frear o coronavírus. No entanto, também temos uma outra preocupação, a doação de sangue. As doações caíram muito e alguns bancos já estão em situação bem crítica. Como os casos de trauma e urgência e emergência não param, não podemos correr o risco de ter mais este problema de falta de sangue, quando atingirmos o pico do COVID-19”, explica o presidente da SBAIT, Tércio de Campos, que também é cirurgião do trauma.

A campanha, divulgada nas redes sociais da sociedade, tem como tema “Fique em casa” e é formada por cinco peças. Uma delas fala sobre a importância de a pessoa se proteger; outra, sobre a importância de proteger quem amamos; uma terceira reforça que precisamos proteger os idosos; e uma quarta lembra que é importante protegermos os profissionais que não podem parar, como médicos, enfermeiros, repórteres, pessoal da limpeza dos hospitais, funcionários de supermercados e farmácia. “E uma quinta peça pede para as pessoas doarem sangue. Ou seja, fique em casa, mas abra essa exceção e depois volte para a segurança do seu isolamento”, destaca Campos.

De acordo com ele, os cirurgiões de trauma e aqueles que trabalham com urgência e emergência já estão tomando uma série de cuidados extras para atender às vítimas. “As cirurgias eletivas já pararam, mas as de trauma, urgência e emergência não podem parar. Já divulgamos uma série de orientações para que os cirurgiões saibam como se proteger e proteger a equipe no atendimento a um traumatizado, que pode estar contaminado. Este é um momento delicado e as equipes médicas precisam estar em segurança, afinal, muito provavelmente, em pouco tempo, vamos precisar de todo mundo para atender a população”, reforça o presidente da sociedade.

“É muito, mas muito importante que cada um faça a sua parte. E, para a maioria, a maior contribuição é o isolamento. Estamos diante de uma situação nova e sem precedente recente. Não podemos chegar a uma situação semelhante à Itália, em que temos de escolher os pacientes que serão atendidos. Isso afetaria não apenas quem está contaminado pelo coronavírus, mas todos os outros que precisam de qualquer tipo de atendimento médico”, reforça.

Para dar suporte aos cirurgiões do trauma, a SBAIT está realizando duas reuniões semanais, via telemedicina, para trocar experiência com médicos do Brasil e do exterior. “É uma forma de estarmos atentos à situação no nosso país e também de aprender com a experiência dos países que já enfrentam picos maiores que o nosso”, explica Campos. “Estamos monitorando tudo de perto e tentando nos antecipar ao máximo para estarmos preparados para qualquer situação”, finaliza.

Informações: Assessoria de Imprensa SBAIT 

 

SBAIT

Recomendações SBAIT COVID-19 para profissionais de saúde

A SBAIT – Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado, informa as recomendações para os profissionais de saúde nesse momento de pandemia do COVID-19:

1. Todos os procedimentos cirúrgicos eletivos devem ser adiados.

2. Os procedimentos de urgência que podem ser postergados como colecistite aguda não complicada e pancreatite aguda biliar, dentre outros deverão ser postergados.

3. A cirurgia laparoscópica deverá se evitada, e quando necessária, o paciente deverá ser submetido a Tomografia de Tórax para descartar alterações compatíveis com o COVID-19 e toda a equipe deverá ser protegida devido à geração de aerossóis.

4. Todo paciente suspeito de COVID-19 que precisar ser submetido a procedimento de urgência deverá, se possível, ter uma tomografia de tórax para descartar alterações compatíveis com o COVID-19.

5. Os pacientes instáveis que precisarem de procedimento de urgência, deverão ser considerados como portadores de COVID-19, no que consta a paramentação e cuidados peri-operatórios.

6. Pacientes com febre, diarreia e vômitos que chegam ao PS devem ser atendidos com a mesma proteção de quem atende um quadro gripal (máscara cirúrgica, gorro, óculos e avental).

7. Pacientes traumatizados que chegam ao PS devem ser atendidos com a mesma proteção de quem atende um quadro gripal (máscara cirúrgica, gorro, óculos e avental).

8. Uma sala cirúrgica deverá ser exclusiva para o tratamento de doentes contaminados ou suspeitos.

9. Todos os profissionais envolvidos no procedimento cirúrgico do paciente deverão usar a Máscara N95, avental, gorro e óculos (pelo risco de geração de aerossóis pelo eletrocautério). Enquanto não estiverem com a paramentação completa, não devem entrar na sala operatória, especialmente se o paciente estiver em processo de intubação.

10. As orientações para paramentação estão no link: https://www.cdc.gov/hai/pdfs/ppe/ppe-sequence.pdf

11. A SBAIT está disponível para orientar os profissionais que tiverem qualquer dificuldade.

12. Estamos com um plantão de dúvidas pelo site, mídias sociais e através do e-mail: tercio.decampos@sbait.org.br

 

Fechar