Categoria

Plano Nacional de Catástrofes

Plano Nacional de Catástrofes

Covid-19 | SBAIT começa implantar Plano de Ação no Estado do Pará.

A SBAIT iniciou nessa semana uma nova etapa em suas ações no enfrentamento ao novo coronavírus no país.

As reuniões por telemedicina, que ocorrem todas as 2as e 5as feiras, reunindo profissionais de todas as reuniões do país tem demonstrado as demandas específicas de cada localidade.

E Belém/PA é uma delas.

A situação atual de Belém, vivenciada diretamente por quem está vivenciando e superando as dificuldades dia a dia, foi compartilhada por uma médica em nossas reuniões. Prontamente os membros SBAIT presentes compartilharam sugestões de ações para contribuir com a colega e população afetada por essa pandemia.

Dessa forma, o Pará é o primeiro Estado a contar com ações práticas e focadas do time SBAIT.

Após detectar as necessidades mais urgentes, foi realizado um plano de ação, contando com a parceria local da Deputada Heloísa Guimarães, que abrangerá:

  •  Treinamento continuado sobre paramentação e desparamentação de EPIs, aos médicos do estado do Pará, com Dr. Tércio de Campos – presidente da SBAIT. A importância deste treinamento, que será ao vivo e online, se dá uma vez que muitos casos de contaminação ocorrem justamente quando o profissional desparamenta-se de seus EPIs.
  • Atendimento gratuito 0800 da SBAIT diário, das 8h às 20h, para auxiliar a população que busca informações sobre a doença.

Outros locais, em breve,  também podem precisar da participação efetiva dos membros SBAIT. Junte-se a nós:

– Participando das reuniões via telemedicina, todas as 2as r 5as feiras, às 18h . Acesso pelo link: https://us04web.zoom.us/j/114819646…

– Cadastrando-se no Plano Nacional de Catástrofes SBAIT, http://www.sbait.org.br/br/plano-nacional

 

Plano Nacional de Catástrofes

Tragédia em Suzano – SBAIT aciona Plano Nacional

A SBAIT lamenta profundamente a tragédia que ocorreu nesta quarta-feira (13), na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP), que deixou dez pessoas mortas e mais de 15 feridas.

Estamos solidários às vítimas e às suas famílias, neste momento tão difícil.
Informamos que nossa sociedade já entrou em contato com médicos que estão prestando atendimento aos feridos e disponibilizou o Plano Nacional de Catástrofes, que tem médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, bombeiros e emergencistas cadastrados para trabalhar de forma voluntária em situações como esta.

Caso haja necessidade, esses profissionais poderão ser acionados a qualquer momento para atendimento presencial ou para discussão de casos com outros profissionais, via telemedicina.

Também queremos prestar nossa solidariedade e apoio a todos os profissionais envolvidos neste atendimento, deste o pré até o intra-hospitalar.

Fechar