Categoria

Parceiros

Internacional, Parceiros

Diretor e Membros Honorários da SBAIT participam do “World Society of Emergency Surgery (WSES) Congress”, na Holanda

Foi realizado de 25 a 28 de junho de 2019, no Radboud University Medical  em Nijmegen, Holanda, o 6th World Society of Emergency Surgery (WSES) Congress. O Dr. Gustavo P. Fraga, Professor Associado do Departamento de Cirurgia e Coordenador da Disciplina de Cirurgia do Trauma da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e Coordenador do Comitê de Educação da Sociedade Brasileira de Atendimento ao Traumatizado (SBAIT) participou moderando a mesa redonda ” Vascular trauma: The new era” e apresentou duas palestras: ““Unsolved issues in trauma: Haemodynamic Stability” e “Mass civilian casualties  emergencies: Field and hospital triage”.  A SBAIT também esteve representada por vários Membros Honorários Internacionais, como Ari Leppaniemi (Finlândia), Carlos Mesquita ( Portugal), Ernest Moore (EUA) e Raul Coimbra (EUA).

A SBAIT vem mantendo parceria com a WSES, sendo que em 2017, o 4º Congresso da WSES foi realizado no Brasil.

Durante a Assembleia da WSES foi oficialmente anunciado o aumento do fator de impacto do World Journal of Emergency Surgery de 3,19 para 3,79 e o Dr Fraga apresentou a cidade de Campinas para sediar o 8th WSES Congress, em 2021, mas como a Escócia também apresentou proposta, a opção foi retirar a candidature do Brasil para 2021 e deixar acordado que Campinas será a sede do 10th WSES Congress, junto com o Intergastro & Trauma , em maio de 2023.

Gustavo Fraga

Prof. Ernest Moore (EUA)

 

Imagem em destaque:
Ari Leppaniemi (Finlândia), Raula Coimbra (EUA), Fraga e Carlos Mesquita (Portugal)
Imagens: Arquivo SBAIT 
Internacional, Parceiros

Encontro fortalece parceria entre as sociedades brasileira, portuguesa e europeia de trauma

O Presidente eleito da ESTES (European Society for Trauma & Emergency Surgery), Carlos Mesquita e o presidente da SBAIT, Tercio De Campos se reuniram no início de março no Porto, em Portugal para discutir os caminhos conjuntos das sociedades brasileira, portuguesa e europeia de trauma, estreitando ainda mais os laços entre os continentes.

No próximo mês de maio vários integrantes da ALTEC (Associação Lusitana de Trauma e Emergência Cirúrgica) estarão no Brasil para conduzir juntamente com a SBAIT cursos DSTC por todo o país, culminando com o Intergastro e Trauma em Campinas.

Parceiros, Prevenção

“No trânsito, o sentido é a VIDA” é o tema do Movimento Maio Amarelo 2019

Foi aprovado nesta quinta-feira, 28, pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito), o tema do Movimento Maio Amarelo 2019 , sugerido pelo Observatório  Nacional de Segurança Viária (ONSV) parceiro SBAIT.

Com o tema “NO TRÂNSITO, O SENTIDO É A VIDA”,  a sexta edição do Movimento Maio Amarelo propõe o envolvimento direto da sociedade nas ações e uma reflexão sobre uma nova forma de encarar a mobilidade. Trata-se de um estímulo a todos os condutores, seja de caminhões, ônibus, vans, automóveis, motocicletas ou bicicletas, e aos pedestres e passageiros, a optarem por um trânsito mais seguro.

De acordo com o OBSERVATÓRIO, os acidentes não acontecem, mas sim são frutos de escolhas inadequadas e arriscadas. Para José Aurelio Ramalho, diretor-presidente do OBSERVATÓRIO, 90% dos acidentes têm como motivação as falhas humanas como imperícia, imprudência e desatenção. “Somos os responsáveis pelos nossos atos no trânsito e ter consciência clara disso é um dos caminhos para a reversão do triste cenário não só do Brasil, mas de todo o mundo”, reforça.

A abertura oficial da Campanha Maio Amarelo 2019 será realizada no dia 24 de abril, em Vitória-ES. Já o encerramento, com a premiação “Destaques Maio Amarelo 2019”, acontecerá no dia 28 de junho, em Natal-RN. Os eventos reunirão autoridades do setor de Trânsito e Mobilidade Urbana de todo o país.

A premiação será dada às empresas, entidades do setor público e sociedade civil organizada que mais disseminarem os conceitos e práticas propostas pelo Maio Amarelo. As ações devem estar direcionadas à conscientização para a segurança no trânsito e o incentivo à mudança de comportamento de todos que transitam.

Campanhas mensais 2019

Também foram aprovados os temas para as campanhas mensais sugeridas pelo OBSERVATÓRIO, que agora serão encaminhadas pelo Contram  para publicação no Diário Oficial:

  • Fevereiro – Os cuidados próximos às escolas.
  • Março – Por que dirigir sob efeito de drogas lícitas e ilícitas é perigoso?
  • Abril – Use o cinto corretamente e saiba a importância dele para salvar sua vida.
  • Maio – Ações de apoio ao Maio Amarelo, campanha da sociedade por um trânsito seguro.
  • Junho – Riscos de acidentes, como evitá-los?
  • Julho – A importância de equipamentos de segurança para moto e motociclistas (capacete, calçado).
  • Agosto – Comunicação em trânsito – A importância de ver e ser visto.
  • Setembro – Celular ao volante: por que não usar?
  • Outubro – Os limites de velocidade existem para lhe proteger.
  • Novembro – Ultrapassagens: como executá-las com seguranças.
  • Dezembro – Como dirigir em condições adversas? (chuva, neblina, queimadas)

 

Frases para as peças publicitárias

O Contran também definiu as mensagens a serem veiculadas nas peças publicitárias destinadas à divulgação ou promoção, nos meios de comunicação social, de produtos oriundos da indústria automobilística ou afins, no ano de 2019. As frases foram sugeridas pelo OBSERVATÓRIO. São elas:

  • Faça a sua parte por um trânsito mais seguro.
  • Vamos juntos reduzir as mortes no trânsito.
  • No trânsito a vida é mais importante.
  • No trânsito, gentileza e segurança andam juntos.
  • Deixe a pressa de lado e dê valor à segurança.
  • Desconecte-se do celular e dê atenção ao trânsito.

 

Saiba mais sobre o Movimento Maio Amarelo e como participar em:  https://www.maioamarelo.com

Parceiros, Prevenção

Sobrasa divulga dados da Semana Latino-Americana de Prevenção de 2018

A 3ª edição da Semana Latino-Americana ocorrerá de 24 a 30 de novembro de 2019

A Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático – SOBRASA, parceira SBAIT,  divulgou os dados da Semana latino Americana de prevenção em Afogamento realizada de 19 a 25 de novembro de 2018. Ao todo, participaram 15 países ( Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Nicarágua, El salvador, Equador, Espanha. México, Paraguai, Portugal, Peru, Uruguai e Venezuela). O Brasil contou com a participação de 20 estados.  140 ações foram reportadas e 33.5 milhões de pessoas participaram diretamente em cursos, aula, atividades em escolas, clubes, academias, espaços abertos e indiretamente por meio de familiares, amigos, mídias sociais, TV, Rádio e Jornais.

A SBAIT participou da Semana Latino-Americana com divulgação de orientações de prevenção de afogamento e ações locais, como o  3º Workshop de Salvamento Aquático, um evento do Programa “Salvando Vidas”, que foi realizado em Campinas/SP.

A Semana Latino-Americana de Prevenção em Afogamento é a maior campanha mundial em prevenção de afogamentos. Para a Sobrasa, ” Com um pouco de esforço podemos salvar uma vida e vamos continuar fazendo a diferença, não só na semana, mas praticando ações durante o ano todo. Unidos é a única forma de enfrentar o desastre do afogamento, que leva 16 brasileiros à morte todos os dias.

Em 2019, a terceira edição da Semana Latino-Americana já tem data marcada para acontecer. Será realizada de 24 a 30 de novembro.

Para saber mais sobre a Semana Latino Americana e outras ações de prevenção e afogamento, como a Piscina + Segura, visite o site da Sobrasa: http://www.sobrasa.org

Parceiros, Prevenção

SBAIT participa de reunião com parceiros para traçar estratégias de prevenção

Na tarde desta terça-feira, 29 de janeiro, foi realizada na sede do Observatório Nacional de Segurança Viária – ONSV, na cidade de Indaiatuba/SP, uma reunião entre diretores da SBAIT, representantes do ONSV com o presidente Sr José Aurélio Ramalho e a representante do projeto “Vida sobre Rodas”, Dra Adriana Mallet, para discutir as estratégias de prevenção e organização do atendimento a traumatizados.

Nessa reunião estiveram representando a SBAIT, os diretores  Dr Danilo Stanzani (Comitê de prevenção), Dr. Gustavo P. Fraga (Comitê de Educação) e Dr Alcir E. Dorigatti (Membro do Programa P.A.R.T.Y. Campinas). Justificou a ausência  Dr Thiago Calderan (Coordenador do Comitê das Ligas de Trauma da SBAIT).

Foram discutidos importantes projetos de prevenção, como o Maio Amarelo, a reinserção de traumatizados com sequelas na sociedade, através do Projeto Recomeço, que faz parte do Programa “Urbanidade” . Também foram discutidas ações para desenvolver o Registro de Trauma, unindo forças de outras entidades médicas , além de outras articulações que serão feitas por meio de Frentes Parlamentares em Brasília/DF.

Parceiros, Prevenção

Verão e férias : Os riscos de afogamentos em crianças.

No  Brasil, o afogamento é a segunda maior causa de morte acidental de crianças e adolescentes de zero a 14 anos, segundo dados do Ministério da Saúde.

O afogamento, segundo a ONG Criança Segura, parceira SBAIT, é um vilão ainda mais perigoso para as crianças de um a quatro anos de idade, pois é a causa número um de óbitos acidentais desse grupo etário.

Estamos em pleno verão, época em que os óbitos por afogamento tornam-se mais frequentes. Dessa forma, é importante ressaltar que a prevenção é a melhor forma de evitar os afogamentos. É importante que sempre haja um adulto supervisionando atentamente as crianças quando elas estão brincando perto da água de uma maneira geral, – seja na praia, no rio, na piscina, na piscininha, ou até mesmo na lavanderia ou no banheiro.

A ONG Criança Segura explica que crianças são mais vulneráveis a afogamentos. Devido a características próprias do desenvolvimento infantil, até os quatro anos de idade, meninas e meninos possuem coordenação motora limitada, pouca habilidade para reconhecer situações perigosas e reagir de maneira rápida e correta para se livrar delas. Além disso, possuem a cabeça proporcionalmente mais pesada que o resto do corpo, o que prejudica ainda mais seu equilíbrio e também dificulta que consigam se levantar sozinhos em caso de um tombo.

Sendo assim, se uma criança dessa faixa etária cai com seu rosto dentro de um recipiente qualquer com até 3 dedos de água (balde, bacia, vaso sanitário etc.), ela muito provavelmente não conseguirá se levantar sozinha, nem mesmo terá força suficiente para apenas erguer o tronco e tirar nariz e boca da água para que possa respirar.

Em apenas dois minutos submersa, a criança perde a consciência. Após quatro minutos embaixo d’água, danos irreversíveis ao cérebro podem ocorrer. Por isso, não é recomendado deixar uma criança sozinha enquanto ela está brincando com água ou tomando banho nem mesmo para atender ao telefone ou pegar uma toalha. Em caso de afogamento, todo segundo conta na hora de prestar socorro à vítima.

A ONG Criança Segura recomenda, especialmente para pais e responsáveis:

  • que nunca deixem crianças sozinhas brincando quando estiverem dentro ou próximas da água, nem por um segundo. Nessas situações, é importante garantir que um adulto estará as supervisionando de forma ativa e constante o tempo todo.  
  • É preciso que os adultos se articulem e combinem formas de sempre terem a certeza que pelo menos um responsável estará totalmente atento às crianças. Caso essa pessoa queira descansar ou precise se ausentar do local por qualquer motivo, ele precisa passar sua função de cuidador para outro adulto.
  • E atenção especial também às crianças que já sabem nadar ou que praticam natação, elas também podem estar sujeitas ao afogamento.

 

Outras dicas de prevenção em ambientes aquáticos:

  • Ensine as crianças que nadar sozinhas, sem ninguém por perto, é perigoso;
  • O colete salva-vidas é o equipamento mais seguro para evitar afogamentos. Boias e outros equipamentos infláveis passam uma falsa segurança, mas podem estourar ou virar a qualquer momento;
  • Tenha um telefone próximo à área de lazer e o número do atendimento de emergência sempre visível (SAMU: 192; Corpo de Bombeiros: 193);
  • Crianças devem aprender a nadar com instrutores qualificados ou em escolas de natação especializadas. Se os pais ou responsáveis não sabem nadar, devem aprender também;
  • Fique atento! Crianças pequenas podem se afogar em qualquer recipiente com mais de 2,5 cm de água ou outros líquidos, seja uma banheira, pia, vaso sanitário, balde, piscina, praia ou rio;
  • Ensine as crianças a não correr, empurrar, pular em outras crianças ou simular que estão se afogando quando estiverem na piscina, lago, rio ou mar.

Piscina

  • Piscinas devem ser protegidas com cercas de no mínimo 1,5 m de altura e portões com cadeados ou trava de segurança. Atenção! Alarmes e capas de piscina garantem mais proteção, mas não eliminam o risco de acidentes;
  • Evite deixar brinquedos e outros atrativos próximos à piscina e reservatórios de água.

Águas naturais

  • Tenha certeza que as crianças estão nadando em áreas seguras de rios, lagos, praias e represas;
  • Ensine as crianças a respeitarem as placas de proibição nas praias, os guarda-vidas e a verificarem as condições das águas abertas.

Ambiente doméstico

  • Depois do uso, mantenha vazios, virados para baixo e fora do alcance das crianças baldes, bacias, banheiras e piscinas infantis;
  • Deixe a porta do banheiro e da lavanderia fechada ou trancada por fora e mantenha a tampa do vaso sanitário baixada (se possível, lacrada com um dispositivo de segurança);
  • Mantenha cisternas, tonéis, poços e outros reservatórios domésticos sempre trancados.

Outras informações e orientações podem ser conferidas no site da ONG Criança Segura,  que está com inscrições abertas para seus cursos “Familiares e Responsáveis” e “Trânsito”, totalmente online e gratuitos. Informações: https://criancasegura.org.br

Internacional, Parceiros

Membro honorário da SBAIT é o novo presidente eleito da ESTES

O membro honorário internacional da SBAIT, Dr. Carlos Mesquita, é o novo presidente eleito da ESTES (European Society for Trauma and Emergency Surgery) para o biênio 2019-2020.

A eleição ocorreu no início do mês, em Valência (Espanha), no decorrer do 19º Congresso Europeu de Trauma e Cirurgia de Emergência.

Dr Carlos Mesquita é cirurgião do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) e frequentemente vem ao Brasil participar dos eventos SBAIT e como instrutor de cursos DSTC.

“Não posso deixar de agradecer a todos os que ao longo do percurso, contribuíram para o culminar desta eleição, esperando estar à altura do que, seguramente, me será exigido, a começar pelo Congresso de Oslo, em 2020, que decorrerá durante a minha presidência”, refere Carlos Mesquita, dando nota da enorme responsabilidade que agora assumiu.

O cirurgião afirma, também, que “esta eleição para a presidência da ESTES representa, para além do aspecto pessoal, o reconhecimento do trabalho gracioso de uma grande equipa multidisciplinar”, que tem tido “o privilégio de poder liderar e sem a qual pouco ou nada se teria conseguido”.

Dr Carlos Mesquita (à esquerda), recebendo do diretor da SBAIT, Dr Tércio de Campos, homenagem como membro honorário Internacional SBAIT durante a II Reunião Ibero-Afro-Americana de Trauma e Cirurgia de Emergência, realizada em Campinas em 2015.

Fonte:

Cirurgião do CHUC eleito como presidente de Sociedade Europeia ( Portal Campeão das Províncias – Coimbra, Portugal -21/05/18

Campanhas, Parceiros, Prevenção

Maio Amarelo – Materiais para prevenção no trânsito envolvendo crianças e adolescentes são divulgados pela ONG Criança Segura

Você sabia?

No Brasil, o trânsito é a principal causa de morte acidental de meninos e meninas de zero a 14 anos. Todos os dias, 3 crianças dessa faixa etária morrem vítimas desse tipo de acidenteEsses são dados divulgados pela ONG Criança Segura, parceira SBAIT, que, durante o mês de maio, em razão do Movimento Maio Amarelo, divulga seus materiais com orientações de prevenção no trânsito específicos para esse público.

Segundo a ONG, “em todo o mundo, os acidentes de trânsito matam 1,25 milhão de pessoas todos os anos. E crianças e adolescentes são um dos grupos mais vulneráveis nesse ambiente. Estudos afirmam que 90% das mortes por acidentes podem ser evitadas com medidas simples de prevenção.

Pequenas ações e comportamentos que podem ser adotados no dia a dia podem salvar a vida de milhares de crianças brasileiras. Por esse motivo, a ONG Criança Segura  preparou uma seleção de conteúdos com informações para garantir a segurança de meninos e meninas no trânsito.

Confira os materiais abaixo, que estão disponíveis para download nos links abaixo:

 

Criança Segura no CarroSaiba qual é o equipamento de segurança correto para o transporte de crianças em carros em cada faixa etária 

Dicas para ser um bom pedestre: Confira dicas de comportamento seguro para pedestres e evite atropelamentos

Alerta sobre perigos em área escolar: Conheça os principais perigos de trânsito em áreas escolar e veja como evitar acidentes

Pequenos pedestres, grandes cidadãos: Gibi com histórias e jogos para abordar o comportamento seguro para pedestres com crianças.

Guia Criança Segura no Carro: Guia completo sobre todos os tipos de cadeirinha e o transporte seguro de crianças no carro.

Verificação de cadeirinha: Material com 5 dicas para te ajudar a verificar se a instalação da sua cadeirinha está correta.

Guia de Boas Práticas no Trânsito: Material de referência de boas práticas de políticas públicas para segurança no trânsito

Dicas e mais! Confira todas as dicas sobre prevenção de acidentes no trânsito com crianças e muito mais!

Saiba mais acessando: http://criancasegura.org.br

 

Fechar