Ocorreu no dia 22 de maio em São José dos Campos /SP, o Simpósio Internacional de Cirurgia de Urgência , contando com a presença de quatro convidados internacionais.

Prof. Luis Antonio Vani, Diretor da Faculdade de Ciências Médicas de São José dos Campos, Humanitás

Após a abertura do evento pelo Prof. Luis Antonio Vani, Diretor da Faculdade de Ciências Médicas de São José dos Campos, Humanitás, Dr Henrique Alexandrino ( departamento de cirurgia – Hospitais da Universidade de Coimbra / Portugal), deu início à programação com a palestra: “Novos Endpoints de Reanimação: ouvir a célula e não os vasos”. Na sequência, o Dr. Luis Vale ( Anestesiologia – Hospital Nélio Mendonça – SESARAM – Madeira / Portugal) apresentou sobre o tema “MRMI – a doutrina em catástrofe: Experiência em Madeira”

Prof. Henrique Alexandrino, Universidade de Coimbra

Dr. Luis Vale, Ilha da Madeira, PORTUGAL

“O papel do anestesiologista no Damage Control Surgery” foi apresentado por Dr. Sergio Baptista, anestesiologista – Hospitais da Universidade de Coimbra / Portugal. Em seguida, Dr Carlos Mesquita ( Cirurgia Geral/ Cirurgia de emergência – Hospitais da Universidade de Coimbra / Portugal) apresentou a palestra “Do ATLS ao ETC – Haverá lugar para ambos os cursos? “.

Dr. Sergio Baptista – Hospitais da Universidade de Coimbra / Portugal

Dr Carlos Mesquita – Hospitais da Universidade de Coimbra / Portugal

A programação encerrou-se com um debate reunindo os participantes , moderado por Dr Gustavo P. Fraga, coordenador do comitê de prevenção da SBAIT.

Vale, Batista, Alexandrino, Vani, Mesquita, Fraga, Silva e Stanzani

 

Dr Gustavo P. Fraga durante o debate

O evento foi realizado na Humanitas – Faculdade de Ciências Médicas de São José dos Campos e reuniu 170 participantes, entre médicos e estudantes de medicina

O Simpósio Internacional de Cirurgia de Urgência contou com a organização dos membros da SBAIT Dr. Danilo Stanzani e Dr. Marcos Antonio da Silva.

O evento reuniu 170 participantes