Você sabia?

No Brasil, o trânsito é a principal causa de morte acidental de meninos e meninas de zero a 14 anos. Todos os dias, 3 crianças dessa faixa etária morrem vítimas desse tipo de acidenteEsses são dados divulgados pela ONG Criança Segura, parceira SBAIT, que, durante o mês de maio, em razão do Movimento Maio Amarelo, divulga seus materiais com orientações de prevenção no trânsito específicos para esse público.

Segundo a ONG, “em todo o mundo, os acidentes de trânsito matam 1,25 milhão de pessoas todos os anos. E crianças e adolescentes são um dos grupos mais vulneráveis nesse ambiente. Estudos afirmam que 90% das mortes por acidentes podem ser evitadas com medidas simples de prevenção.

Pequenas ações e comportamentos que podem ser adotados no dia a dia podem salvar a vida de milhares de crianças brasileiras. Por esse motivo, a ONG Criança Segura  preparou uma seleção de conteúdos com informações para garantir a segurança de meninos e meninas no trânsito.

Confira os materiais abaixo, que estão disponíveis para download nos links abaixo:

 

Criança Segura no CarroSaiba qual é o equipamento de segurança correto para o transporte de crianças em carros em cada faixa etária 

Dicas para ser um bom pedestre: Confira dicas de comportamento seguro para pedestres e evite atropelamentos

Alerta sobre perigos em área escolar: Conheça os principais perigos de trânsito em áreas escolar e veja como evitar acidentes

Pequenos pedestres, grandes cidadãos: Gibi com histórias e jogos para abordar o comportamento seguro para pedestres com crianças.

Guia Criança Segura no Carro: Guia completo sobre todos os tipos de cadeirinha e o transporte seguro de crianças no carro.

Verificação de cadeirinha: Material com 5 dicas para te ajudar a verificar se a instalação da sua cadeirinha está correta.

Guia de Boas Práticas no Trânsito: Material de referência de boas práticas de políticas públicas para segurança no trânsito

Dicas e mais! Confira todas as dicas sobre prevenção de acidentes no trânsito com crianças e muito mais!

Saiba mais acessando: http://criancasegura.org.br