Ocorreu nesta quarta-feira, 16/05, das 9h às 16h , no largo do Rosário, em Campinas, a ação “Salvando Vidas – RCP”, orientando a população sobre como agir em uma situação de Parada Cardiorrespiratória, com demonstração de técnicas de Reanimação Cardio-Pulmonar para leigos. No mesmo local também ocorreu um “Pit Stop” com orientações para pedestres e motociclistas, uma ação do Movimento Maio Amarelo em Campinas.

O Coordenador da Campanha Maio Amarelo em Campinas, Dr. Thiago Rodrigues A. Calderan, membro SBAIT, fala da importância da Sociedade de Medicina e Cirurgia de Campinas (SMCC) entrar neste ano para a campanha como uma das organizadoras da ação junto com a Disciplina de Cirurgia do Trauma da UNICAMP e da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (EMDEC). Orientações para procedimentos de primeiros socorros, segundo o médico, são fundamentais para salvar vidas.

População aprendeu técnicas de RCP durante o evento

“A população não tem conhecimento de manobras e procedimentos simples que podem ser eficazes no atendimento inicial de uma vítima. O reconhecimento de uma emergência está ao alcance de todas as pessoas independente da formação. Um leigo consegue perceber uma situação que necessita de socorro imediato, de forma segura, solicitando os melhores recursos para promover ajuda adicional”, reforçou Dr Thiago.

O médico, que é Cirurgião do Trauma, explica que muitas vítimas poderiam sobreviver se houvesse um socorro adequado prestado pelos leigos e também na solicitação do recurso adicional adequado; por exemplo como chamar pelo 192. Apesar de um número de fácil memorização, muita gente não aciona quando necessário no momento de um socorro. Ou ainda buscar o DEA (desfibrilador externo automático) que deveria estar à disposição em locais de grande fluxo de pessoas.

O evento contou com o apoio do Instituto Terzius, SBAIT, CoBRALT e Ligas do Trauma de Campinas e teve grande repercussão na mídia. Confira:

Campanha realiza ação para ensinar a socorrer vítimas de acidente de trânsito ( VTV, 16/05/18)

Ação do Maio Amarelo ensina a pedestres como socorrer acidentados ( CBN Campinas, 16/05/18)

 

Saiba mais:

COMO IDENTIFICAR UMA VÍTIMA DE PARADA CARDIORRESPIRATÓRIA

A vítima que encontra-se em situação de parada cardiorrespiratória está inconsciente, não respira (não tendo movimentação do tórax) e se for possível avaliar, não possui pulso (batimento cardíaco)

DICAS PARA SALVAMENTO

– Primeira dica é ver se o ambiente encontra-se seguro para promover o atendimento à vítima.

– Segundo passo é solicitar ajuda adicional para alguém ligar para 192 e buscar o DEA (desfibrilador externo automático).

– Terceiro passo é reconhecer a parada cardiorrespiratória e promover as manobras de reanimação de forma efetiva e adequada.

 

Confira outras imagens do evento: