O Hospital Municipal “Dr. José de Carvalho Florence”, em São José dos Campos, em parceria com a Associação Paulista Para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Trauma (SBAIT) e a Secretaria Municipal de Saúde realizou o Simpósio de Cirurgia do Trauma e Atendimento Pré-hospitalar (APH) no último dia 26.

O evento contou com apoio do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, a Associação Paulista de Medicina de São José dos Campos, o GRAU, o SAMU e o Centro Lucy Montoro de São José dos Campos e com o patrocínio da Faculdade de Ciências Médicas de São José dos Campos (Humanitas), a Suprimed®, a Meditronic® e o Centro de Trauma do Hospital viValle.

Segundo os organizadores, “foi um dia muito rico de aprendizado e troca de experiências, com a participação de 136 pessoas e 14 palestrantes. Com o objetivo de compartilhar conhecimento com profissionais altamente qualificados no atendimento ao trauma, melhorando assim a assistência oferecida aos pacientes da região o evento foi repleto de êxito”.

Dr Bruno Pereira, (SBAIT-SP) esteve entre os palestrantes do evento. Crédito: Beto Faria

O evento contou com a presença de vários membros da SBAIT,  entre eles o Prof. Dr. José Mauro da Silva Rodrigues, presidente da SBAIT e palestrantes de renome internacional que ministram aulas de alto nível nas áreas de tecnologia, regulação, inovação, controle do dano, tratamento não operatório, novas diretrizes em cirurgia do trauma, transfusão maciça entre outros.

O coordenador de prevenção da SBAIT,  Prof. Dr. Gustavo P. Fraga, encerrou o evento abordando o tema da prevenção como uma saída para a situação que nossos serviços de saúde estão passando enfatizando principalmente o programa P.A.R.T.Y. e o Maio Amarelo.

A retomada de eventos acadêmicos

Após quatro anos, o Hospital Municipal retoma a tradição da realização de eventos acadêmicos sobre este tema. Com 362 leitos, O HM é a maior unidade hospitalar de referência para urgência e emergência da região do Vale do Paraíba. Recebe aproximadamente mil pessoas por dia no seu pronto-socorro (média de 25 mil/mês).

O Simpósio recebeu 136 participantes. Crédito: Beto Faria