Após o ataque de armas químicas na Síria, no último dia 21 de agosto que matou cerca de 1429 pessoas,  426 crianças, a BBC Brasil divulgou nesta sexta-feira, 30 de agosto, um vídeo em que uma equipe de jornalistas acompanha o atendimento às vítimas depois de um ataque químico em uma escola.

A maioria das vítimas, crianças, apresentavam queimaduras cobrindo mais de 50% do corpo com condições de atendimento precárias.

Sem ainda ter sido identificada a substância usada no ataque, a equipe da BBC relata  que as vítimas apresentavam ferimentos semelhantes aos provocados pelo napalm.

Confira o vídeo que mostra o atendimento às vítimas após o ataque à escola:

video siria

Para saber mais:

Links relacionados:

Ataque deixa crianças sírias com queimaduras parecidas com as de napalm

Otan diz que ataque químico da Síria não pode ficar sem resposta

Ataque químico matou 1429 pessoas na Síria, diz Kerry.